Capa da Publicação

CoD Mobile é a melhor experiência de Call of Duty em anos

Por Arthur Eloi

Jogos de celular estão passando por uma era de ouro! Alguns dos games mais populares do momento – como Fortnite, Among Us, Minecraft e League of Legends – têm versões mobile excelentes, muitas até com crossplay e progressão compartilhada com outras plataformas. Vários estúdios também aprenderam a criar ótimas experiências de touch que não devem em nada para os jogos de console – e CoD Mobile é um dos melhores exemplos disso.

Desenvolvido pelos chineses da TiMi Studios, o jogo é uma adaptação de Call of Duty para celulares. O que poderia ser só um produto secundário cresceu ao longo dos anos com um fluxo constante de conteúdo que acabaram por criar a coletânea definitiva para qualquer fã da série. É ainda mais surpreendente que tudo seja de graça.

O game traduz o icônico modo multiplayer da saga para o mobile, e a jogabilidade é o primeiro grande acerto. Há dois esquemas de controles diferentes: um que mira e atira automaticamente, para quem prefere focar na movimentação; e outro mais tradicional, que simula analógicos e botões digitais. Em ambos os casos, é simples pegar o jeito da coisa, e e demora pouco tempo para começar a trocar tiros com os outros.

É fácil pegar o jeito de CoD Mobile se você for veterano da franquia nos consoles [Créditos: Riot Pixels/Reprodução]

Se você já teve contato com títulos recentes da saga, é possível “transferir” as habilidades para o celular com pouco atrito, já que muitas das técnicas e mecânicas de movimentação seguem presentes aqui. Em partidas mais competitivas é até possível ver jogadores experientes atuando da mesma forma que nos consoles, com deslizadas estratégicas e pulos para desestabilizar a mira dos oponentes.

CoD Mobile não é uma versão capada das outras plataformas, e sim uma adaptação muito fiel da jogabilidade. Se você conectar um controle – o que é possível, já que há suporte -, a experiência é exatamente igual, ainda que ofereça certa desvantagem para os outros jogadores. Sistemas como a extensão customização de classes, com armas que têm níveis e acessórios individuais, também estão presentes, pedindo o mesmo nível de comprometimento em experimentar e afinar o equipamento ideal para você.

Por si só, a excelente jogabilidade já teria consagrado o game, mas os desenvolvedores foram além ao reunir o melhor conteúdo de quase duas décadas de franquia em um único pacote gratuito.

Lançado em abril de 2021 para Black Ops Cold War, o mapa Miami Strike foi disponibilizado de graça para CoD Mobile

As playlists de jogo contam com grande variedade de modos, que vão de experiências hardcore ao tradicional Mata-Mata em Equipe. Basta pular em uma lista para ver uma inusitada rotação de mapas, como Crash (Call of Duty 4), Nuketown (Black Ops), Rust (Modern Warfare 2) e muito mais. Mesmo mapas do recente Black Ops Cold War (2020), como o ótimo Miami Strike, já se encontram no game de celular. É uma excelente coletânea dos melhores momentos da saga, e as atualizações são todas gratuitas.

De quebra, ainda há um robusto modo de Battle Royale para 100 jogadores que é bastante frenético e empolgante, ainda que não chegue aos pés de Warzone. Levando tudo em conta, CoD Mobile frequentemente parece ser bom demais para ser verdade. Até mesmo os gráficos – que, claro, dependem da força de seu aparelho – entregam visuais dignos da era do Xbox 360 quando colocados no máximo.

O game não é livre de defeitos, ainda que esses pareçam pequenos em meio aos acertos. A interface é absolutamente nojenta de tão poluída, cheia de ícones largados, notificações aleatórias e uma infinidade de menus escondidos em submenus.

A interface de CoD Mobile é verdadeiramente poluída

Além disso, assim como os títulos modernos torturam os PCs e consoles, o jogo ocupa um enorme espaço na memória do celular, passando da casa dos 5GB com facilidade. Pra referência, Free Fire – outro gigante dos jogos de tiro – mal chega em 1GB.

Mesmo assim, CoD Mobile ainda vale a pena, especialmente para os fãs de Call of Duty. A jogabilidade se traduz com maestria para o touch, e há uma impressionante oferta de mapas, armas e personagens que tocam em todos os melhores títulos da franquia. Honestamente, considerando o quão robusta e satisfatória é a experiência, dá para ficar se perguntando por que raios alguém pagaria por outro CoD na vida.


Como instalar CoD Mobile?

CoD Mobile está disponível para Android e iOS, e pode ser encontrado no Google Play e na App Store, respectivamente. Por lá, há informações mais detalhadas sobre compatibilidade com cada aparelho.

CoD Mobile roda em celulares mais fracos?

CoD Mobile fica com visual bastante decente se seu celular aguentar, mas há opções para aparelhos mais fracos [Créditos: Riot Pixels/Reprodução]

Há opções gráficas para aliviar a pressão do game em celulares mais modestos. É possível escolher texturas baixas e até mesmo uma taxa de quadros menor, se for de sua preferência (ou necessidade).

Já para quem quer ostentar e tem um aparelho firme para isso, dá até para baixar um pacote de texturas em HD que deixa tudo com cara de jogo de console.

Quanto pesa CoD Mobile?

O tamanho de CoD Mobile é a parte mais assustadora

Talvez a parte mais delicada, CoD Mobile vai tomar um espaço considerável da memória de seu aparelho. O game passa de 5.5GB com tudo baixado.

Em 2021, os desenvolvedores afirmaram que estão investigando formas de reduzir o tamanho geral do jogo, mas até agora nada foi oficializado. Se o espaço for assunto crítico para você, é possível selecionar o conteúdo que será baixado, além de deletar mapas e mais.

Sua experiência ficará um pouco mais truncada, claro, e isso vai te limitar a entrar em certos modos de jogo, mas às vezes é necessário, certo?

CoD Mobile é pago?

Só é preciso pagar em CoD Mobile por itens cosméticos, tipo para jogar como Snoop Dogg

Não! É tudo de graça, desde baixar o game, criar sua conta e trocar tiros em todos os modos.

Há muitas microtransações, mas elas são usadas apenas para itens cosméticos, como roupas, personagens e skins de armas.

Se você estiver comprometido com a experiência, há a opção de comprar o Passe de Batalha. São 50 níveis que o jogador precisa upar, com recompensas especiais a cada level desbloqueado. O passe custa 390 Pontos CoD, o que dá algo em torno de R$19,50.

O Passe de Batalha é resetado a cada nova temporada, quando ganha itens inéditos a cada dois meses. Felizmente, se você concluir todos os 50 níveis, acaba ganhando o suficiente de Pontos CoD para poder comprar o próximo passe, tendo que gastar dinheiro de verdade apenas uma vez.

Já jogou CoD Mobile? Quais as suas impressões do game? Deixe nos comentários abaixo!

Aproveite e confira:

Imagem de perfil
sobre o autor Arthur Eloi

Repórter entusiasta de filmes ruins, jogos de tiro e de horror em todas as suas formas. Dá notas duvidosas para obras questionáveis • @ArthurEloi117