Capa da Publicação

Clube da Luta ganha final inusitado e otimista em streaming chinês

Por Arthur Eloi

Por restrições e diretrizes peculiares, a indústria de entretenimento na China é bastante curiosa, e vez ou outra acaba rendendo alguma pérola bizarra. Dessa vez, parece que o final de Clube da Luta, clássico de 1999 de David Fincher, foi alterado em um streaming chinês para poder driblar a censura do país.

Final original de Clube da Luta

A informação surgiu de uma matéria da Vice, em que a jornalista honconguesa Viola Zhou afirma que a versão do filme disponível na plataforma Tencent Video tem uma peculiar conclusão. Na versão original, a reta final do longa traz o Narrador (Edward Norton) se livrando de seu alter-ego Tyler Durden (Brad Pitt), mas não a tempo de impedir o seu plano de atacar o coração do consumismo. Assim, a icônica cena final mostra o Narrador e Marla Singer (Helena Bonham Carter) de mãos dadas, assistindo a destruição de prédios corporativos ao som de “Where is My Mind”, do Pixies.

Na versão da Tencent Video, as coisas são supostamente um pouco diferentes. Toda a cena final é cortada, e aparentemente há uma tela preta que revela o que aconteceu em seguida, dizendo: “Através de uma pista fornecida por Tyler, a polícia conseguiu rapidamente descobrir todo o plano e prender os criminosos, impedindo a explosão das bombas. Depois do julgamento, Tyler foi enviado a um hospício para receber tratamento psicológico. Ele recebeu alta do hospital em 2012”.

Tudo dá certo no suposto final chinês de Clube da Luta

A origem dessa suposta conclusão otimista é incerta, com a matéria da Vice sem saber apontar se foi ordem do governo ou decisão da plataforma de streaming, ainda que tenha afirmado que foi uma decisão da distribuidora do filme na China.

Há muitas histórias de filmes estrangeiros que precisam ser editados para driblar a censura chinesa, mas essa alteração do final de Clube da Luta é inédita. A matéria da Vice ainda aponta que outros filmes da plataforma seguem o mesmo caminho, com uma versão de Senhor das Armas (2005) que também termina em uma tela preta, afirmando que o traficante vivido por Nicolas Cage se entregou e confessou todos os seus crimes.

Se você não está na China e quer assistir Clube da Luta com sua conclusão original, o clássico está disponível nos catálogos da Netflix, do Amazon Prime Video e do Telecine.

Aproveite e confira:

Imagem de perfil
Arthur Eloi

Repórter entusiasta de filmes ruins, jogos de tiro e de horror em todas as suas formas. Dá notas duvidosas para obras questionáveis • @ArthurEloi117