Capa da Publicação

Boruto: Shikamaru faz oferta mortal que pode destruir Konoha no mangá

Por Junno Sena

Atenção: Alerta de Spoilers!

Não é de hoje que Shikamaru se encontra precisando tomar um decisão difícil. Porém, no Capítulo 69 de Boruto, o personagem fez uma proposta que promete colocar Konoha em risco: trabalhar ao lado de Ada, vilã e aliada de Code.

O desejo de honrar o seu pai, que morreu na Guerra Kaguya, levou Shikamaru a almejar e conquistar seu espaço como conselheiro do Hokage, o Naruto. Mas, desta vez, Shikamaru decidiu trabalhar sozinho e arriscar tudo.

No capítulo, descobrimos que o plano do ninja com Delta não resultou como o esperado e Ada, com seus poderes de sedução, tornou a presença de Delta inútil, além de ter feito Amado enlouquecer.

Ao enfrentar a vilã, Shikamaru parecia próximo da derrota após quase desmaiar por não sucumbir aos poderes de Ada. Porém, Shikamaru estava apenas a manipulando, fazendo com que ela entregasse seus verdadeiros planos.

O ninja a fez contar o que a impulsionou a trabalhar com Code. Enquanto o vilão precisava de Amado para ajudá-lo a evoluir todo o seu potencial, Code prometeu dar Kawaki para Ada, que possui um interesse romântico no garoto adotado por Naruto.

Enquanto Ino e seus companheiros impediam que Naruto e Sasuke os encontrasse e caíssem no feitiço de Ada, Shikamaru decidiu fazer uma oferta. Uma em que ela traia Code e se junte a Aldeia da Folha, desta forma, ela poderia ficar próxima de Kawaki. Desfazendo o Jutsu de Possessão de Sombras e libertando Ada, o capítulo termina com Shikamaru esperando uma resposta.

Shikamaru faz sua oferta para Ada.

Mesmo que a personagem concorde com o que lhe foi proposto, vale lembrar que ela não é digna de confiança. Pelo contrário, seus poderes de sedução podem fazer com que qualquer um fique ao seu lado. Porém, Shikamaru sempre parece estar passos a frente de seus inimigo, logo, a possível traição de Ada contra a Vila da Folha deve ter sido levada em consideração por ele.

Aproveite e continue lendo:

Imagem de perfil
sobre o autor Junno Sena

Pós graduando em Antropologia com o raio problematizador ligado no 120. Assiste filme trash para relaxar e dorme cantarolando a trilha sonora de A Hora do Pesadelo. Blaxploitation na veia e cinema coreano no coração. Atualmente mora em Petrópolis, RJ.