Capa da Publicação

Artista celebra legado da Tempestade dos X-Men na cultura pop com ilustração impressionante

Por Gus Fiaux

Quando falamos dos X-Men nas HQs da Marvel, temos uma vasta coletânea de heróis e heroínas icônicos, que nos apresentaram ao conceito de luta e resistência contra a intolerância e o preconceito. E nesse sentido, talvez nenhum personagem seja mais importante que Ororo Munroe, a Tempestade.

Conhecida por ser a deusa dos raios, trovões e mudanças climáticas, a heroína sempre teve um papel grande na Casa das Ideias desde sua introdução na segunda geração dos Filhos do Átomo. Extremamente poderosa, ela já foi capaz de terraformar um planeta inteiro – e hoje o governa, sendo a rainha de Arakko.

Em homenagem ao seu legado e sua importância como uma das primeiras e mais importantes heroínas negras das histórias em quadrinhos, o artista Jay Hero compartilhou uma arte que fez inspirado na personagem, mostrando um pouco do seu legado na cultura pop e sua importância para o movimento negro dentro e fora das HQs.

Confira a seguir:

Tempestade aparece com os dizeres “Black Power” (Poder Negro). Arte de Jay Hero.

Tempestade foi criada em 1975, por Len Wein Dave Cockrun, e apareceu pela primeira vez nas páginas de Giant-Size X-Men #1. Depois disso, ela foi incorporada à segunda geração da equipe mutante, onde ganhou um belo desenvolvimento nas mãos de Chris Claremont, tornando-se uma das integrantes mais importantes do grupo.

Com o passar dos anos, Tempestade só cresceu em popularidade, expandindo-se para outros recantos do Universo Marvel. Ela foi casada com o Pantera Negra e até participou dos Vingadores e do Quarteto Fantástico, como membro substituta. Muito amada pelos fãs, ela atualmente aparecerá em X-Men Red, nova HQ que está disponível nas bancas norte-americanas.

Abaixo, veja também:

Imagem de perfil
sobre o autor Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Wouldst thou like to live deliciously? || @gus_fiaux