Capa da Publicação

A Chave Mágica: Como ator do filme se tornou um gênio de tecnologia e faturou milhões na adolescência

Por Nick Narukame

O clássico infantil A Chave Mágica, lançado em 1995, marcou gerações e foi um dos trabalhos mais importantes feitos pelo ex-ator mirim Rishi Bhat. Mas ao entrar na adolescência, ele resolveu investir em uma carreira totalmente diferente, se tornando um gênio da computação que conquistou uma fortun milionária ainda na adolescência (via Globo Filmes).

O garoto que interpretou o personagem Patrick na obra, entrou para a faculdade com apenas quinze anos. No segundo semestre, quando uma de suas aulas foi cancelada, Rishi usou seu tempo livre para desenvolver um software que permitia que os usuários na internet navegassem sem deixar rastros e o vendeu por cerca de dois milhões de dólares para a empresa canadense Rocca Resources.

Rishi Bhat no papel de Patrick.

O garoto entrou para a faculdade com apenas quinze anos e vendeu um software por milhões.

Atualmente, Bhat é um empresário da internet muito bem sucedido e não aparenta ter planos de retornar ao mundo da atuação. Sua negociação com a empresa não foi apenas resumida a dinheiro físico, mas também em ações e, desde então, o ex-ator vem expandindo sua fortuna desenvolvendo e aprimorando softwares dos mais variados.

A Chave Mágica conta a história de um garoto que recebe dois presentes no dia de seu aniversário: um pequeno armário usado e um índio de plástico. A surpresa vem mesmo quando ele descobre que, ao ser colocado no armário, o índio ganha vida.

O filme, clássico da fantasia infantil infelizmente não se encontra disponível em nenhum catálogo de serviços de streaming no momento.

Mas e você? Sabia dessa curiosidade? Divida com a gente nos comentários!

Aproveite e confira também:

Imagem de perfil
sobre o autor Nick Narukame

Graduada em Letras pela UFF, moradora do fim do mundo, escritora amadora e cosplayer sem talento. Dotada com o superpoder de fazer as piadas mais sem graça da face da terra. Se quiser alimentar, dê chocolate. || @narukamenick