Capa da Publicação

Yu-Gi-Oh!: Jogador do Barcelona Antoine Griezmann se torna embaixador da franquia

Por Camila Sousa

A franquia Yu-Gi-Oh! se tornou muito popular ao redor do mundo nos anos 2000, apresentando a história de Yugi Mutou e as famosas cartas que fazem parte da trama. Com o sucesso, a história do anime e mangá impactou toda uma geração de crianças, incluindo Antoine Griezmann, atual jogador de futebol do Barcelona, que foi anunciado agora como o novo embaixador mundial da franquia.

Segundo o Comic Book, Griezmann entrou em contato com a Konami para falar sobre a franquia e conseguir algumas cartas especiais, e a conversa evoluiu para a proposta de se tornar um embaixador. Segundo o atleta, Yu-Gi-Oh! traz de volta aspectos muito felizes de sua infância e agora ele espera compartilhar isso com outras crianças:

“Pensar sobre a minha infância me deixa muito feliz. Sei que, um dia, poderei mostrar ao meu filho o que eu costumava assistir quando era jovem, e tenho certeza que ele vai amar. Será como um legado”.

No vídeo acima, publicado no canal oficial da Konami no YouTube, Griezmann explica que voltou a assistir ao anime há uns quatro ou cinco meses, quando foi convocado para partidas na Rússia e Cazaquistão, e isso o fez reviver bons momentos.

“Eu tentei jogar com um amigo, mas todo o sistema de adicionar e subtrair pontos era muito complicado, então eu realmente não jogava com amigos, era mais na frente da TV, na mesa no meu quarto, convocando monstros”, relembrou o jogador.

O mangá de Yu-Gi-Oh! foi criado por Kazuki Takahashi e publicado na revista Shōnen Jump entre 1996 e 2004. Já o anime começou a ser produzido pela Toei em 2008, fazendo muito sucesso ao redor do mundo, incluindo o Brasil, que viveu uma verdadeira febre da troca de cartas.

Aliás, a franquia virou alvo de uma polêmica satanista no país, quando um boato se espalhou afirmando que o baralho de Yu-Gi-Oh! era satânico e uma má influência para as crianças. O tema foi parar na TV aberta, no programa de Gilberto Barros, e muitas crianças tiveram que jogar fora ou até queimar seus baralhos. Dá para imaginar?

E você, viveu a onda de Yu-Gi-Oh! no Brasil? Comente abaixo e confira também:

Imagem de perfil
sobre o autor Camila Sousa

Jornalista por formação e nerd por natureza. Fã de diversos mundos fantásticos por aí e criadora do podcast Podcakes | @cakes_sousa no Twitter e Instagram