Capa da Publicação

X-Men: Nova HQ sugere mudança nos protocolos de ressurreição mutante

Por Gus Fiaux

Quem acompanha as HQs da Marvel sabe que os X-Men finalmente estão vivendo em uma utopia onde podem ser felizes sem se importarem com a interferência da humanidade. Muito disso se deve aos Protocolos de Ressurreição de Krakoa, que permitem que qualquer mutante morto possa retornar à vida com suas antigas memórias, como se nunca tivessem sequer morrido. Porém, isso só vale para os mutantes que morreram após a criação desse protocolo.

Mas isso pode mudar em breve. Em Marauders #20, temos um grande indício de que os Protocolos de Krakoa vão ser revisados e tudo tem a ver com Sebastian Shaw, o Rei Negro do Clube do Inferno. Nas páginas da HQ, vemos Emma Frost indo até Shaw, que está olhando para a praia e lembrando-se de sua infância e de seu grande fascínio por histórias de piratas.

Os dois então conversam sobre o Hellfire Gala, o baile que será sediado em Krakoa e trará grandes anúncios para as histórias dos X-Men. Durante a conversa, Shaw diz que sente saudade de seu grande amor perdido e queria poder levá-la para a cerimônia. Seu nome era Lourdes Chantel, uma mutante que apareceu em pouquíssimas HQs até agora, mas teve um papel fundamental na vida de Sebastian.

Quem foi Lourdes Chantel?

Apresentada originalmente em Classic X-Men #7 (1987), a mutante conhecida como Lourdes Chantel era uma teleportadora que nutria um grande relacionamento amoroso com Sebastian Shaw. E embora os dois se amassem muito, Sebastian ficava cada vez mais consumido e corrompido por seu trabalho no Clube do Inferno, o que fez com que os dois ficassem emocionalmente distantes.

Certa vez, os membros do Círculo Interno do Clube do Inferno foram atacados por Sentinelas (que, por sua vez, eram financiados pelo líder humano da organização, Ned Buckman). Lourdes fez o impossível para salvar Shaw da morte certa, jogando-se na frente de um golpe poderoso. Assim, ela morreu na frente de seu amado e esse foi um dos motivos pelos quais Shaw se tornou um vilão cada vez mais insano por poder.

Acontece que a personagem morreu muito antes que os protocolos de ressurreição fossem criados. Naquela época, o Cérebro – o supercomputador pertencente ao Professor X – ainda não captava a “essência” de todos os mutantes na Terra, e esse é um dos motivos pelos quais ela não foi ressuscitada até hoje, já que não há um registro oficial que possa ser usado em Krakoa para trazê-la de volta.

Como isso pode afetar os protocolos de ressurreição?

Sebastian Shaw então diz a Emma Frost que pode haver uma maneira de ressuscitar Lourdes sem depender dos Protocolos de Ressurreição e do Cérebro. O mutante não fala exatamente quais são seus planos, mas deixa no ar que tem uma carta na manga e usará a sua disposição para trazer de volta sua amada. Vale lembrar inclusive que a capa de Marauders #22, que será publicada em julho, traz Emma ao lado de Lourdes.

E embora os planos de Shaw ainda sejam desconhecidos, isso sugere uma grande mudança nos Protocolos de Krakoa – afinal de contas, abre o precedente para que outros mutantes que morreram antes do Cérebro captar suas essências podem retornar à vida. Isso tudo traria grandes repercussões e ainda mostraria como os mutantes estão realmente se tornando a espécie superior, ultrapassando os homo sapiens em todos os requisitos.

Se você não entende bem dos protocolos de ressurreição, precisa ler Dinastia X Potências de X, a saga que deu origem a toda a fase atual das histórias dos personagens. Lá, descobrimos que Moira MacTaggert é uma mutante capaz de “viver várias vidas”. E é com esse poder que ela vê todos os erros do passado e ajuda Charles Xavier na criação de um plano para dar aos mutantes uma vida utópica e ideal em Krakoa.

Marauders #20 está à venda nas bancas norte-americanas, sem previsão de publicação no Brasil.

Abaixo, veja as mutações mais terríveis da Marvel:

Imagem de perfil
sobre o autor Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Wouldst thou like to live deliciously? || @gus_fiaux