Capa da Publicação

What If…?: Roteirista comenta todas as mortes do Homem de Ferro

Por Paula Ramos

A roteirista de What If…?, A.C. Bradley revelou quantas vezes a série já matou Tony Stark. Em uma conversa com o Entertainment Weekly, Bradley explicou o que passou na cabeça da produção ao executar cada uma dessas mortes, afinal, Stark assumiu a posição de líder dos Vingadores por mais de uma década e se despediu do cargo em 2019, em Vingadores: Ultimato.

Os planos da produção nunca foram simplesmente matar Tony de todas as formas possíveis, mas de acordo com Bradley, o rumo das histórias simplesmente levou para isso. Fosse sendo drogado e assassinado no segundo episódio ou sendo morto por Killmonger mais recentemente, não tem sido uma época fácil para os fãs do Homem de Ferro.

Tony Stark já morreu de diversas formas ao longo da série

Na mesma entrevista, Bradley deixou claro que uma das melhores oportunidades de trabalhar em What If…? é justamente poder criar tramas que os criadores não têm permissão de criar no MCU.

“Eu vi no Twitter que estávamos recebendo certo hate justamente por matarmos muito Tony. Ele se tornou uma espécie de Kenny [de South Park] do universo de What If…?”

A roteirista ainda adicionou:

“Eu estou ansiosa para as pessoas perceberem que isso não foi a toa, tudo faz parte de um plano muito maior. Eu sei que muitos episódios acabam tragicamente e pode haver uma razão para isso. Espero que as pessoas tenham gostado da jornada até aqui e que a finale dê a eles tudo o que prometemos”. 

What If…? ainda contará com a exibição de mais um episódio, que estreia na próxima semana, no Disney+.

Veja também:

Imagem de perfil
sobre o autor Paula Ramos

Aluna da Sonserina, moradora do Condado e uma aprendiz de Obi-Wan do Lado Sombrio. Futura CSI e Vingadora da Marvel, mas acima de tudo, uma variante do Loki perdida no multiverso | @p_lokerbatch