Capa da Publicação

Uzumaki: Tudo sobre o novo anime que adapta o mangá de Junji Ito

Por Gus Fiaux

Uma das obras mais emblemáticas do mundo dos mangás, Uzumaki está prestes a ganhar uma adaptação animada que está sendo bem esperada pelos fãs de Junji Ito. O anime é previsto para ser lançado apenas em 2022, mas nós já preparamos um breve guia com tudo o que você precisa saber sobre Uzumaki, desde o mangá original até uma outra adaptação obscura que essa história já teve!

O mangá

Uzumaki (também conhecido como Espiral) é um mangá de horror escrito por Junji Ito. A obra originalmente foi lançada em três volumes, publicados entre 1998 e 1999 nas páginas da Big Comic Spirits. Depois disso, a Viz Media realizou vários relançamentos da obra, em volumes isolados e até mesmo em edições deluxe de capa dura. No Brasil, o mangá já foi publicado pela Devir. 

Na trama original, seguimos a história dos moradores de Kurouzu-cho, uma cidade no Japão que começa a ser afetada por uma maldição sobrenatural envolvendo o formato das espirais (e é daí que vem o nome do mangá). A trama segue os estudantes Kirie Goshima Suichi Saito, que são namorados e começam a testemunhar toda a loucura que os habitantes da cidade passam ao fantasiar com espirais.

O mangá trabalha temas como paranoia, histeria coletiva e até mesmo a degradação cultural do Japão, tudo em um grande arco recheado de body horror e terror cósmico. É uma das obras essenciais para conhecer o trabalho de Ito, tendo influenciado vários mangakas e outros artistas desde seu lançamento. O escritor já disse ter se inspirado em casas com escadas em espirais para criar toda a loucura do mangá.

O criador

Para entender um pouco do conceito de Uzumaki, é preciso mergulhar na mente de seu criador. Junji Ito é um mangaka japonês nascido em 1963. Considerado um dos maiores nomes do horror asiático, Ito é lembrado por suas obras que exploram conceitos abstratos, beirando o horror cósmico e descendo fundo na loucura dos personagens. Além disso, o autor trabalha muito com body horror em suas obras.

Entre os principais mangás de Ito, nós podemos citar Tomie – uma história de uma súcubo que faz com que suas vítimas fiquem loucas e apaixonadas por ela – e Gyo – a trama de várias criaturas aquáticas que começam a ser controladas por uma bactéria senciente. Ele também já fez várias antologias, como Fragmentos do Horror, além de ter produzidos obras de outros gêneros.

O escritor é amado mundialmente por suas criações, e inclusive foi modelo de corpo para um dos personagens de Death Stranding (ele e Hideo Kojima são grandes amigos). Além disso, outras de suas obras já foram adaptadas em animes – uma bela recomendação é Junji Ito Collection, um anime antológico de 2018 que teve 12 episódios e 2 OVAs, adaptando obras do autor.

O filme

Antes mesmo de ganhar uma adaptação em animeUzumaki já havia virado um filme em 2000, com a direção de Higuchinsky. Trata-se de uma adaptação em live-action que usa os elementos do mangá de Junji Ito mas acaba tendo um direcionamento mais original. No longa, os papéis principais de Kirie e Shuichi são vividos por Eriko Hatsune Fhi Fan.

Originalmente, a adaptação seria parte de um filme antológico com outros contos adaptando mangás famosos, só que a Toei decidiu transformar em algo maior, um longa-metragem próprio, muito devido ao sucesso do mangá de Junji Ito no Japão. Por isso, ele tem uma hora e meia de duração e é dividido em quatro partes, que são intituladas “Uma Premonição“, “Erosão“, “Visitação” e “Transmigração“.

No entanto, é importante deixar claro que o filme foi produzido e lançado antes que Junji Ito pudesse encerrar seus planos no mangá de Uzumaki. Por isso, quem busca uma adaptação fiel vai acabar encontrando um final diferente do que há no mangá, já que o próprio Ito não queria revelar ao diretor e roteiristas como seria o fim de sua saga. O longa recebeu críticas medianas e não é muito lembrado atualmente.

O anime

Em 2019, foi anunciado em um painel da Crunchyroll Expo que um anime de Uzumaki estaria sendo desenvolvido para a Toonami. A adaptação terá quatro episódios e contou com o aval imediato de Junji Ito, que explicou que a série vai condensar algumas ideias do mangá para fazer algo um pouco mais ágil. A produção oficialmente começou em 2020.

anime será dirigido por Hiroshi Nagahama (mais famoso por ter dirigido as adaptações animadas de Mushisi) e contará com trilha sonora de Colin Stetson (colaborador frequente de bandas e artistas como Tom Waits, Bon Iver e Arcade Fire). Os estúdios responsáveis pela animação são a Production I.G (de Ghost in the Shell) e a Williams Street (de Rick & Morty).

Confira o primeiro trailer abaixo:

anime originalmente era aguardado para ser lançado em algum momento deste ano. Contudo, com tudo o que está acontecendo no mundo por conta da pandemia do Coronavírus, a produção também sofreu os impactos. No próprio perfil do Twitter, o produtor Jason DeMarco anunciou que a série só será lançada em outubro de 2022, através do Toonami, o bloco de animes na programação da Cartoon Network e do Adult Swim.

Uzumaki estreia em outubro de 2022.

Abaixo, veja mais histórias de Junji Ito que você precisa ler:

Imagem de perfil
sobre o autor Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Wouldst thou like to live deliciously? || @gus_fiaux