The Witcher: Entenda o que acontece com Yennefer nos livros após a Batalha do Monte Sodden

Capa da Publicação

The Witcher: Entenda o que acontece com Yennefer nos livros após a Batalha do Monte Sodden

Por Arthur Eloi

A segunda temporada de The Witcher enfim chegou à Netflix, e a trama acompanha o treinamento de Ciri (Freya Allan) com Geralt (Henry Cavill), mas também dá muito destaque para os problemas de Yennefer de Vengerberg (Anya Chalotra).

A feiticeira é a grande responsável por virar o rumo da Batalha do Monte Sodden, o que freia o avanço de Nilfgaard aos reinos do Norte, mas sofre com consequências graves do embate ao ser capturada prisioneira de guerra pelos oponentes e, ainda mais trágico, perder seus poderes.

Essas reviravoltas foram imaginadas especialmente para a série da Netflix, visto que todo o evento é retratado de forma um pouco diferente nos livros de Andrzej Sapkowski.

Como é a Batalha do Monte Sodden nos livros?

Por mais que a batalha seja decisiva para todo o conflito político do universo de The Witcher, ela não é realmente retratada nos livros. Durante todo o embate, Geralt está inconsciente, e apenas cruza com os destroços e o caos causado pela ofensiva de Nilfgaard quando decide clamar a Lei da Surpresa e partir em busca de Ciri.

Tudo acontece em “Algo Mais”, conto final da segunda coletânea A Espada do Destino. Há breves descrições do conflito, que ilustram a escala da guerra entre Nilfgaard e os reinos do Norte, que se aliaram para combater os invasores. O conto também cita a intervenção do Capítulo dos Feiticeiros, que partem para o combate sob a liderança de Vilgefortz.

Monumento aos feiticeiros que morreram no Monte Sodden (Arte por AfricAShoX/Devianart)

O conto segue apenas a perspectiva de Geralt, e a dramática conclusão acompanha o bruxo visitando o Monte Sodden muito após a guerra, onde se depara com um monumento e as lápides dos 14 feiticeiros que morreram em conflito.

Ele até lamenta encontrar Triss Merigold entre as vítimas (ainda que ela não tenha morrido), mas fica realmente angustiado pela possibilidade de que Yennefer tenha morrido. Para o seu alívio, a última lápide é de um feiticeiro chamado Yoël Grethen.

O que acontece com Yennefer depois da batalha nos livros?

Parte do apelo da série da Netflix é entender, desde cedo, que Yennefer é tão protagonista quanto Geralt. Graças à showrunner Lauren S. Hissrich, o seriado desenvolve várias partes do passado da feiticeira que foram apenas mencionadas rapidamente nos livros.

A Batalha do Monte Sodden é um bom exemplo disso. O programa se inspira em muito do que é brevemente citado nos contos e nos romances, e cria novos desdobramentos em cima disso. O papel de Yennefer no conflito, por exemplo, e também o seu desentendimento com Fringilla Vigo.

Nos livros, a feiticeira nilfgaardiana é responsável por cegar Yennefer com magia, um ferimento do qual ela toma certo tempo para se recuperar. Já na série, ela é capturada por Fringilla e um grupo de soldados, que por sua vez são atacados e capturados por elfos.

No meio de toda essa intriga política, Yennefer descobre estar perdendo seus poderes mágicos. Isso não é algo que acontece nos livros, especialmente nos contos e no início dos romances, onde a personagem é um pouco mais enigmática (e apagada).

O pós-batalha da feiticeira nos livros inclui desaparecer por um tempo, salvar Jaskier de uma intriga com Rience e, eventualmente, aceitar cuidar de Ciri no Templo de Melitele. É só a partir desse ponto que Yennefer começa a ganhar mais e mais espaço na trama dos livros, até crescer ao ponto de virar uma das personagens mais memoráveis de toda a saga.

A decisão de expandir os conflitos internos e externos da feiticeira é um dos maiores acertos da série da Netflix, que entende o valor de Yennefer para esse universo e se propõe a desenvolvê-la como pessoa, indo muito além da visão de Geralt. Dessa forma, o seriado não só adapta o material-base como também expande seu universo, e vê a oportunidade de criar sua própria identidade em cima do que não foi falado nos contos e nos romances.

A segunda temporada de The Witcher já está disponível no catálogo da Netflix. A série já foi renovada para a terceira temporada, que ainda não tem previsão de estreia.

Aproveite e confira:

Imagem de perfil
sobre o autor Arthur Eloi

Repórter entusiasta de filmes ruins, jogos de tiro e de horror em todas as suas formas. Dá notas duvidosas para obras questionáveis • @ArthurEloi117