Capa da Publicação

The Boys: Criador revela que o Herogasm já foi gravado – e é absurdo

Por Arthur Eloi

A terceira temporada de The Boys está prometendo ainda mais absurdos, especialmente pela chegada iminente do Herogasm, um dos eventos mais marcantes das HQs originais. Agora, o criador e showrunner Eric Kripke indicou que o acontecimento já foi gravado, e que os fãs não vão se decepcionar.

No Twitter, Kripke demonstrou sua surpresa ao revisar o material-bruto das filmagens do dia. “Então… eu acabei de assistir aos brutos que são, de longe, os mais insanos que já vi na minha carreira inteira. Ou talvez na carreira de qualquer um”, comentou acompanhado da capa do Herogasm nos quadrinhos de Garth Ennis e Darick Robertson. Para fechar com chave de ouro, o produtor principal ainda usou a hashtag: “#VocesNaoEstaoProntos”, em tradução livre.

Vale contextualizar que, no audiovisual, brutos são as filmagens na íntegra, sem nenhum tipo de tratamento de imagem, edição ou efeitos visuais. Ou seja: Kripke promete que, mesmo sem nenhum acabamento, o Herogasm já é absurdo por si só.

Confira o tweet original de Eric Kripke abaixo:

Originalmente apresentado em um especial nas HQs, o Herogasm é um daqueles eventos de crossover movido por alguma catástrofe ou inimigo maior, tão conhecidos na Marvel e na DC. No universo de The Boys, porém, o acontecimento é uma desculpa para todos os heróis se reunirem numa ilha paradisíaca para relaxarem e se conhecerem melhor – bem melhor, de forma bastante íntima e adulta.

A sugestiva capa original do Herogasm nas HQs

Prometendo ser um dos pontos altos da temporada, o Herogasm acontece no sexto capítulo da leva inédita de episódios. Ainda não há data de estreia para a terceira temporada de The Boys. Já as anteriores podem ser encontradas no catálogo do Amazon Prime Videoassista aqui.

Enquanto a terceira temporada não chega, relembre os melhores momentos do ano dois de The Boys abaixo:

Imagem de perfil
sobre o autor Arthur Eloi

Repórter entusiasta de filmes ruins, jogos de tiro e de horror em todas as suas formas. Dá notas duvidosas para obras questionáveis • @ArthurEloi117