Capa da Publicação

Ta-Nehisi Coates, escritor de HQs do Pantera Negra, critica Marvel abertamente

Por Melissa de Viveiros

O autor, jornalista e roteirista Ta-Nehisi Coates criticou o tratamento dado pela Marvel a criadores de quadrinhos e grandes heróis da editora. Em uma entrevista sobre o fim de sua série do Pantera Negra, ele afirmou que embora sua experiência tenha sido positiva, a empresa deve maior reconhecimento a outros autores. Em seu comentário, ele citou Ed Brubaker, co-criador do Soldado Invernal, que havia se mostrado insatisfeito com a postura da empresa em relação ao personagem e à série Falcão e o Soldado Invernal (via ComicBook).

Consolidada há décadas nos quadrinhos, a Marvel expandiu sua marca para muito além, tanto por meio de produtos e brinquedos, quanto por meio do MCU. Apesar de renderem milhões para a empresa, os criadores das histórias e personagens levados para Hollywood raramente recebem alguma compensação pelo modo como suas ideias são adaptadas em filmes e séries. Muitos já se pronunciaram sobre o assunto, demonstrando sua insatisfação. Entre eles, o caso mais recente foi o de Brubaker, que comentou sobre a série do Disney+ no dia de seu lançamento:

“E é claro, hoje a série Falcão e o Soldado Invernal estreia no Disney+, a qual eu infelizmente tenho sentimentos muito mistos sobre. Eu fico muito feliz por Sebastian Stan, que eu acho que é tanto um ótimo cara quanto o Bucky/Soldado Invernal perfeito, e estou feliz de vê-lo ganhar mais tempo de tela finalmente. Também, Anthony Mackie é incrível como o Falcão, e todos na Marvel Studios que conheci (todo o caminho até Kevin Feige) não foram nada além de gentis comigo… mas ao mesmo tempo, em grande parte eu e Steve Epting só recebemos um “obrigado” aqui e ali por criar o Soldado Invernal, e ao longo dos anos isso se tornou mais e mais difícil de viver com.” 

O comunicado continua, com o criador se dizendo grato e contente por seu papel na origem de um personagem que se tornou parte tão grande da cultura pop. Apesar disso, ele demonstrou insatisfação pela falta de reconhecimento quanto ao papel que teve nisso, motivo pelo qual tem sentimentos complexos em relação às produções do MCU.

O co-criador do Soldado Invernal, Ed Brubaker.

Agora, Ta-Nehisi Coates comentou o assunto, criticando a editora por sua postura. O autor nota que em seu caso recebeu a compensação justa por seu trabalho, mas afirma que a Marvel precisa fazer mais pelos criadores desses grandes personagens que são parte fundamental da editora e tem tanto alcance na mídia. Ele diz:

“Existem pessoas que tiram seu sustento de histórias em quadrinho. E eu queria que a Marvel encontrasse maneiras melhores de compensar os criadores que ajudaram a tornar o Pantera Negra ser o Pantera Negra. Eu queria que eles encontrassem meios melhores de compensar as pessoas que fizeram o Capitão América ser o Capitão América. Eu estou falando muito especificamente aqui, eu queria que eles encontrassem meios de compensar o autor das maiores histórias do Soldado Invernal que você vai ler. Eu não amo que tem uma série do Falcão e do Soldado Invernal na TV e eu estou ouvindo de Ed que ele nem consegue entrar em contato com… eu só não amo isso. Eu não amo isso. Veja, eu tive ótimos momentos [lá]. Eu tive momentos muito, muito incríveis escrevendo para a Marvel. Eu tenho uma dívida com a Marvel… Eu amo meus editores, Wil, Tom, Alana, Sara, Martin, Chris. Eu tive ótimas pessoas trabalhando comigo. Mas o lado corporativo disso… o lado corporativo não é bonito. Não é nada bonito. Como você trata pessoas que criaram a base disso, eu não gosto disso.” 

O escritor finaliza seu comentário chamando a atenção para o modo como corporações ganham fortunas em cima dessas criações, enquanto as pessoas por trás das obras sequer recebem o respeito que merecem:

“Ver pessoas fazendo bilhões em cima de bilhões, e meu amigo diz que não consegue o retorno de uma ligação telefônica. Eu não sei como vai ser o relacionamento no futuro, mas como um criador, você pensa nisso. Você pensa sobre como pessoas tratam outras pessoas. Você pensa sobre como corporações tratam outras pessoas. E eu só não amo isso, cara.”

O próprio Brubaker reconhece que a situação resulta da natureza dos contratos entre criadores e editoras. Ainda assim, como Coates destaca, parece injusto que alguns tenham lucro enorme por causa dessas propriedades intelectuais enquanto os responsáveis por suas origens não recebem compensação adequada por seu trabalho.

Saiba mais sobre o personagem co-criado por Brubaker com essa lista:

Imagem de perfil
sobre o autor Melissa de Viveiros

Graduanda em Letras na UFMG. || What is infinite? The universe and the greed of men. || @windrunning_