Supernatural: O que acontece no final da série?

Capa da Publicação

Supernatural: O que acontece no final da série?

Por Gabriel Mattos

Supernatural foi uma série que acompanhou a jornada dos irmãos Winchester, Sam e Dean, enfrentando todos os tipos de forças ocultas por incríveis 15 anos de exibição. A história começou bem leve, mistérios semanais envolvendo fantasmas e monstros, mas logo evoluiu para uma grande caçada a monstros, demônios e coisas além da compreensão.

Foram tantas reviravoltas que talvez você tenha se perdido no caminho ou, quem sabe, desistido de esperar chegar ao fim. Seja qual for o caso, não se preocupe: trouxemos um resuminho dos acontecimentos mais importantes do final da série.

Qual é a temporada final de Supernatural?

Dean, Sam e Castiel na temporada final

Até a sua conclusão oficial, a série exibiu um total de quinze temporadas. Porém, originalmente, era para este número ser muito menor. A ideia dos produtores era encerrar a história com os irmãos Winchester confrontando e prendendo Lúcifer, o que acontece ainda na quinta temporada. Mas o sucesso da série foi tanto que a emissora insistiu para que o projeto fosse estendido indefinidamente.

Deste ponto em diante, a mitologia da série se expandiu de uma maneira estranha e desordenada e não poderia ser diferente: afinal, eles estavam criando conforme as temporadas iam surgindo. Em busca de um novo foco, o roteiro tentou explorar um conflito com o Paraíso, o Purgatório, a história dos Leviatãs e até um profeta — o Chuck — que escrevia as histórias de Sam e Dean e vendia com o nome de Supernatural… Estranho, eu sei.

Até mesmo a ideia de multiverso, que está sendo explorada somente agora no Universo Cinematográfico da Marvel, acabou sendo usada em Supernatural. Diversos episódios especiais aconteceram onde os irmãos exploraram realidades alternativas, como um mundo onde Lúcifer dominou a Terra e outro em que rolou um crossover com Scooby-Doo.

Enfim, eventualmente a paciência do público acabou esgotando e muitos fãs começaram a demonstrar mais enfaticamente sua insatisfação com os rumos que a série tomou, levando ao seu encerramento definitivo na 15ª temporada.

Como é o final de Supernatural?

Deus absorve Amara para a batalha final

O final de Supernatural não agradou muita gente. Ao longo da série, praticamente todas as principais figuras bíblicas acabaram sendo incorporadas na história, ganhando um novo significado na mitologia de Supernatural. Mas uma entidade continuava em segredo, longe das garras de Sam e Dean: o próprio Deus.

A pergunta de quem seria este ser todo poderoso se tornava mais urgente e mais complexa a cada episódio. Chuck foi uma peça muito importante por mostrar que existia alguma figura controlando o destino de todos no multiverso, mas foi a introdução de Darkness, a Escuridão, que serviu como a prova final de que eles precisariam dar uma palavrinha com o cara lá de cima.

Darkness era a irmã de Deus, selada pelo mesmo após perder uma guerra contra seus arcanjos. Na série, ela apareceu pela primeira vez no final da décima temporada, quando Dean a libertou de sua prisão. Ela então assumiu uma forma humana, Amara, o que levantou a hipótese de que Deus poderia estar fazendo o mesmo. Mas se Deus fosse um humano, quem ele seria?

A resposta esteve sob o nosso nariz o tempo todo e, na temporada 11, Chuck revela que, na verdade, sempre foi Deus. Ele estava manipulando todos os eventos da série, determinando o destino de cada personagem como suas marionetes. Indignados com a inexistência do livre arbítrio, os irmãos decidem pôr um fim nisso. Mas quando Chuck descobre que querem matá-lo, ele fica furioso.

Esta é a história da temporada final: a grande saga para matar Deus.

Lembra do multiverso? Em sua fúria, após se fundir com sua irmã, Deus viaja para cada universo destruindo tudo em seu caminho, toda sua ingrata criação. Seu plano era resetar o universo. Mas quando chegou em nossa Terra, Dean e Sam salvaram o dia com a ajuda dos aliados que eles recrutaram ao longo da temporada.

Quem é o novo Deus?

Jack se torna o novo Deus

Entre os aliados dos irmãos Winchester, temos Jack: o filho de Lúcifer. Introduzido na temporada 12, ele era um nefilim determinado a provar sua bondade apesar de sua linhagem. Ele se juntou a Sam e Dean para aprender a controlar seus poderes, ajudou a renascer Castiel e resgatou Mary Winchester, a mãe dos protagonistas. Mas acabou seguindo viagem sozinho para amadurecer.

Ele retorna para a batalha final, e seu primeiro plano é explodir como uma bomba para destruir completamente Deus e Amara. Mas quando isto falha, os poderes de Jack são completamente esgotados, tornando o garoto um vácuo desesperado para recuperar sua energia.

Junto de Dean e Sam, ele forja uma aliança com Michael e aceita ressuscitar seu pai biológico, Lúcifer, para a batalha final. Mas é claro que eles não eram confiáveis e o Time Livre Arbítrio é forçado a derrotá-los mais uma vez.

Esgotado, Jack consegue drenar todos os poderes de Deus para se revitalizar. Com isso, Chuck é castigado a terminar os seus dias vivendo como um humano ordinário até a sua miserável morte e Jack assume seu lugar como a entidade toda poderosa capaz de governar o multiverso: o novo Deus. E neste processo, ele acaba também sugando os poderes de Michael e Lúcifer, enquanto Amara continua vivendo dentro de Jack em harmonia.

Após assumir se tornar o novo Deus, Jack revive todas as pessoas que Deus havia matado em sua fúria incontrolável, liberta Bobby Singer de sua prisão no Céu e resgata Castiel de seu trágico fim.

O que acontece com Castiel no final de supernatural?

Morte de Castiel foi cheia de polêmica

No penúltimo episódio, Castiel decidiu se sacrificar para derrotar a personificação da Morte, que queria matar os irmãos Winchester por sempre frustrarem seus planos. Pode parecer drástico, mas este era o único jeito de salvar Dean. Esta escolha o condenou a vagar pelo Vazio, um lugar de penitência entre as realidades.

Apesar de ser um elemento crucial na batalha final contra Deus, seu destino é um tópico bastante delicado, cercado de polêmicas. Tudo porque, em seus momentos finais, Castiel confessou seus sentimentos por Dean Winchester.

Costumava haver um debate entre os fãs sobre os anjos terem sentimentos, ou não, e a neutralidade de Castiel levou muitos a acreditar que não era o caso. Entretanto, a cada novo anjo introduzido, ficava mais difícil negar que eles tinham sim suas emoções, o que indicava que Castiel estava escondendo o jogo.

Então quando, após anos de queerbaiting, Castiel revelou que nutria sentimentos românticos por muito tempo, só para ser condenado por toda a eternidade logo em seguida, os fãs não reagiram bem. Especialmente considerando se tratar de um romance LGBTQ+, uma comunidade historicamente condenada por fanáticos religiosos exatamente por seu jeito de amar.

Polêmicas à parte, descobrimos que Castiel foi renascido por Jack para reconstruir o Céu, mas ele não teve a chance de reencontrar com Dean.

Qual é o destino de Dean?

Morte do Dean foi aleatória

Dean morre no final de Supernatural. Cinco anos após sobreviver a batalha contra Deus e efetivamente derrotá-lo, ele está caçando um Vampiro Mascarado com seu irmão. Depois de lutar contra o mostro, Dean é jogado contra uma pilastra de madeira e seu corpo é atravessado por um pedaço de ferro exposto, levando o protagonista à morte diante de seu irmão.

Antes de ir de vez, Dean demonstra ter aceitado a morte de bom grado, como um velho amigo, e se despede de seu irmão em uma cena bastante emocionante. É um final condizente com caçadores de criaturas sobrenaturais, mas para quem matou Deus, morrer para um prego parece difícil de acreditar.

De qualquer modo, Dean é aceito no Céu, onde reencontra Bobby e espera pacientemente seu irmão viver uma vida longa e feliz até que se reencontram novamente.

Com quem Sam fica no final de Supernatural?

Sam morreu de velhice

Sam não fica com Eileen no final. Por incrível que pareça, após a morte de seu irmão, Sam termina ficando com uma mulher desconhecida e tem um filho chamado Dean. Todo o desenvolvimento romântico do personagem foi jogado no ralo, mas pelo menos ele teve a decência de nomear o filho em homenagem a seu querido irmão.

Como eu disse, Sam acaba tendo uma vida longa, feliz e razoavelmente normal ao lado de sua nova família. Sua morte acontece naturalmente, de velhice, ao lado de seu filho, que ostenta a marca do pentagrama dando continuidade ao legado de caçar monstruosidades.

No fim, a alma de Sam sobe para o Céu onde reencontra Dean que esperou pacientemente por todo este tempo, feliz que o irmão conseguiu conquistar a vida que ele tanto queria.

O que você achou do final de Supernatural? O que você mudaria neste final? Não deixe de comentar!

Fique com:

Imagem de perfil
sobre o autor Gabriel Mattos

Repórter correspondente de Wakanda, caçando Pokémon por onde eu vou! Sempre nas lives da Legião! • @gabeverse