Superman: Jon Kent sobrevive a um ataque que já foi mortal para o Homem de Aço

Capa da Publicação

Superman: Jon Kent sobrevive a um ataque que já foi mortal para o Homem de Aço

Por Junno Sena

Atenção: Alerta de Spoilers!

Mesmo parecendo indestrutível, a DC Comics já provou a mortalidade do Superman diversas vezes. E com a passagem de manto para seu filho, Jon Kent, uma pergunta surge: Será ele capaz de enfrentar os riscos que seu pai passou? No novo quadrinho, o herói  sobreviveu a um ataque fatal para uma versão alternativa do herói em All-Star Superman, escrito por Grant Morrison e Frank Quitely.

Ao se deparar com Henry Bendix, Jon se viu em uma emboscada sendo bombardeado com Kryptonita Vermelha. Enquanto ele tenta escapar, o mesmo descobre que ser atingido por Kryptonita Vermelha equivale a ser exposto a uma concentração alta de radiação do sol.

Isso aumenta as habilidades de Jon, mas também levam seu corpo a exaustão. Então, o Superman corre contra o tempo para salvar o mundo antes que o herói colapse com os efeitos da kryptonita. Mas, felizmente, em Superman: Son of Kal-El #5, escrito por Tom Taylor, John Timms, Hi-Fi e Dave Sharpe, Jon sobrevive.

Capa de Superman: Son of Kal El #5

A experiência de Jon espelha a premissa de All-Star Superman, em que vimos o Homem de Aço ser exposto a uma radiação solar enquanto tentava resgatar astronautas em uma missão espacial. Assim como para Jon, os efeitos aumentaram a habilidade do herói, mas a transformação foi fatal, resultando no Superman se isolando dentro de um sol para tentar sobreviver. E assim, foi forçado a se manter recluso no sol durante séculos.

Mas, devemos levar em consideração que os efeitos da Kryptonita Vermelha nunca foram uma constância no universo DC. Enquanto algumas versões do Superman fizeram sua pele se tornar translúcida, outras histórias faziam com que o mineral mudasse as emoções e julgamento do herói.

Cena do quadrinho Superman: Son of Kal El #5

Jon já se mostrou um herói digno do manto de seu pai. Não apenas por conseguir arcar com perigos fatais e conseguir salvar o dia, mas pela própria atitude proativa e da consciência social do rapaz. O Superman de Jon-Kel parece funcionar não apenas para o momento social que vivemos, mas também para proteger o universo DC dos perigos que a espreitam.

Veja também:

Imagem de perfil
sobre o autor Junno Sena

Pós graduando em Antropologia com o raio problematizador ligado no 120. Assiste filme trash para relaxar e dorme cantarolando a trilha sonora de A Hora do Pesadelo. Blaxploitation na veia e cinema coreano no coração. Atualmente mora em Petrópolis, RJ.