Capa da Publicação

O que é Beskar? Tudo sobre o aço mais poderoso de Star Wars

Por Gabriel Mattos

O universo de Star Wars é lar de uma infinidade de hábeis guerreiros. Entre wookies e jedis, poucos tem uma reputação tão unânime quanto os Mandalorianos. Pergunte em qualquer canto da galáxia e ouvirá histórias de seus feitos quase impossíveis. Tudo graças a um treinamento severo e sua fiel armadura mandaloriana.

Por muito tempo, pouco se soube sobre o que tornava essa armadura tão especial. Mas em The Mandalorian começamos a desvendar os seus segredos. E a grande responsável por suas propriedades assombrosas é sua composição incomum — a liga de Beskar.

O que é Beskar?

Beskar é uma liga metálica altamente resistente que foi desenvolvida há muito tempo por mandalorianos como um meio de combater os Cavaleiros Jedi. Ela é capaz de resistir ao dano das armas mais difundidas pela galáxia, como blasters e até mesmo os sabres de luz. Por essa razão, as placas das armaduras mandalorianas são feitas de Beskar até os dias de hoje.

Uma ferreira mandaloriana preparando beskar.

Apenas ferreiros mandalorianos conhecem a fundo os segredos para fundir Beskar de verdade, o que atraiu todo tipo de atenção indesejada ao credo. Isso levou à invasão do Império à Mandalore poucos anos após sua formação. Praticamente todo metal mandaloriano foi transformado em barras em forjas imperiais sobre ordens de Palpatine.

Essa é praticamente a única forma que a liga metálica pode ser encontrada nos dias de hoje, tornando tais barras muito cobiçadas inclusive entre os próprios Mandalorianos. Ser pego com Beskar pode ser considerado até controverso. Adquirir Beskar na era em que se passa The Mandalorian é quase sinônimo de confabular com o Império, algo imperdoável desde o Grande Purgo — evento que extinguiu boa parte dos Mandalorianos.

Armaduras de Beskar

Os grandes mitos e histórias sobre Mandalorianos normalmente envolvem lendas sobre sua armadura praticamente impenetrável. Se isso foi verdade um dia, hoje já não é mais. Entretanto, a culpa não é exatamente do Beskar.

Devido a raridade dos minérios que formam a liga metálica, muitas vezes as armaduras acabam sendo forjadas com uma mistura usando outros metais menos resistentes. Isso compromete suas propriedades e explica o porquê de vermos tantos mandalorianos perecendo facilmente em séries como Star Wars: Rebels.

A armadura de Gar Saxon não resistiu a sequer um tiro direto em Rebels.

As armaduras de Beskar são tão resistentes quanto a sua pureza. Quanto mais o planeta foi explorado para a extração dos minérios mandalorianos, mais raras as armaduras de puro Beskar se tornaram. Assim surgiu uma tradição entre os clãs mais antigos de Mandalore de passar suas armaduras de geração em geração. Sabine Wren, por exemplo, se orgulha de sua armadura ter mais de 500 anos de idade, o que sugere alta pureza de Beskar.

Outros mandalorianos preferiam esconder a verdadeira composição de sua armadura para não atrair atenção indesejada de caçadores de recompensa ou até mesmo do Império. É o caso do próprio Boba Fett que espalhava por aí que sua armadura era feita de durastell, outro metal notável por sua resistência. Entretanto, mandalorianos como Din Djarin conseguem distinguir Beskar só de olhar.

Boba Fett só confessa que sua armadura tem Beskar em The Mandalorian.

Qual é a fraqueza do Beskar?

Mesmo com todas as vantagens de forjar uma armadura usando Beskar, há um ponto fraco que quase trouxe a ruína de todo credo Mandaloriano — sua alta condutividade.

Em Rebels, conhecemos uma arma criada por Sabine Wren nos seus tempos de cadete imperial pensada para atacar qualquer usuário de Beskar. Trata-se de um Gerador de Arco de Pulso carinhosamente apelidado de Duquesa — título pelo qual foi conhecida a última líder pacífica de Mandalore, Satine Kryze.

A Duquesa gerava uma corrente elétrica muito poderosa, atraída apenas por metal mandaloriano, o Beskar. A corrente se concentrava nas armaduras e, sem ter para onde escapar, cozinhava completamente seu usuário. Assim, qualquer um que use uma armadura de Beskar pode ser morto sem chance de se defender por uma arma do tipo.

A Duquesa atacava apenas armaduras traços de Beskar.

A Duquesa foi destruída durante as Guerras Civis Mandalorianas, mas pode ser que uma nova versão tenha sido utilizada no misterioso Grande Purgo que dizimou o povo de Mandalore.

Arma contra os Jedi

Nem essa falha grotesca de design foi capaz de tornar Beskar menos cobiçado no universo Star Wars. Ele é um dos poucos materiais conhecidos capaz de aguentar ataques diretos de um sabre de luz, tornando-se uma das formas mais efetivas de guerreiros sem qualquer sensibilidade a força terem alguma chance contra Jedis e Siths.

Alguns imperiais aproveitaram as grandes reservas de Beskar do Império para criar armas brancas capazes de rivalizar os sabres de luz em combate. Apesar de bem menos comuns que as armaduras, lanças de Beskar são igualmente impressionantes, podendo até mesmo aguentar ataques diretos do Sabre Negro por alguns instantes.

Uma lança de Beskar pode trazer problemas a um Jedi.

Não sabemos qual será a importância do Beskar no futuro de Star Wars, mas talvez esse seja o catalisador da unificação dos mandalorianos tão ressentidos após o Grande Purgo. Beskar pode ter sido um símbolo de poder e orgulho por muitos anos, mas pode se tornar o sinal da resistência e da união para uma nova era de paz em Mandalore.

Imagem de perfil
sobre o autor Gabriel Mattos

Redator que joga mais Switch do que deveria e já leu todo o novo cânone de Star Wars, até os livros ruins. • @gabeverse