Capa da Publicação

Rua do Medo: Tudo sobre a nova aposta da Netflix no terror

Por Gus Fiaux

Em julho de 2021, a Netflix trará uma proposta ousada. Rua do Medo será uma trilogia de filmes de terror, com 3 filmes lançados ao longo de 3 semanas – ao que tudo indica, todos compondo uma história maior e interligada. Desde que o primeiro teaser trailer saiu, muitos ficaram bem curiosos para saber do que se trata o projeto, ainda mais se nós levarmos em conta o elenco envolvido e o material que serviu como base para esse projeto.

Os longas serão ambientados em períodos diferentes de tempo e trarão histórias originais, quase como se fosse uma minissérie antológica, aos moldes de A Maldição da Residência Hill American Horror Story. Porém, essa trilogia está gerando uma certa expectativa do público – e é por isso que nós trouxemos aqui tudo que você precisa saber sobre Rua do Medo, a próxima aposta da Netflix no gênero do horror!

Os livros da franquia Rua do Medo foram escritos por R.L. Stine, o criador de Goosebumps.

Adaptação de uma popular franquia de livros

Antes de mais nada, é preciso explicar que Rua do Medo será uma adaptação de uma franquia de livros popular nos Estados Unidos. Fear Street já teve mais de cento e cinquenta livros publicados, todos trazendo algum tipo de história macabra. A ideia era fazer horror para um público adolescente/jovem adulto, tocando em lendas urbanas e mitos folclóricos que eram replicados por tradição oral. Porém, o mais fascinante sobre isso é o nome por trás desses livros.

A saga foi criada por R.L. Stine – e se esse nome soa familiar para você, é porque se trata do autor da popular série de livros Goosebumps, que também tem centenas de volumes publicados e já virou uma popular série de TV nos anos 90 e ganhou duas adaptações para o cinema recentemente. R.L. Stine sempre se viu inclinado a criar ficção e horror para um público mais jovem e foi responsável por criar essa “porta de entrada” para muitos no universo do horror.

Originalmente, todos os livros da saga Rua do Medo se passam na mesma cidade fictícia: Shadyside. Os livros são geralmente protagonizados por adolescentes que precisam lidar com diversos tipos de traumas e adversários, desde fantasmas e criaturas sobrenaturais a assassinos e maníacos. Diferente de Goosebumps, no entanto, a saga tem uma pegada um pouco mais adulta, com mortes bem cruéis e sanguinárias. Todos os livros são interligados à mitologia central de Shadyside e à família fundadora da cidade: os Fear, de onde surge o título da série (Fear Street, no original).

Nós ainda não sabemos se a trilogia de filmes irá adaptar alguma história específica dos livros ou se será apenas inspirada pelas tramas e criará um enredo original. De qualquer forma, sabemos que alguns elementos presentes nos livros serão levados para a adaptação, como a cidade de Shadyside e um pouco de sua história macabra, que envolve caça às bruxas e famílias bem abastadas.

Filmes terão assassinos violentos e misteriosos.

Uma trilogia de filmes

É isso mesmo que você leu: a Netflix lançará uma trilogia de filmes em menos de um mês, com uma semana entre cada estreia. Porém, o interessante aqui é que cada longa terá sua própria história e um enredo original, embora as tramas devam se interligar conforme o mistério de Shadyside é desvendado. O mais interessante que o trailer nos revelou é que cada filme vai se passar em um período temporal diferente, trazendo vilões variados e muito sangue.

Aqui, temos algumas sinopses e informações a respeito de cada um dos três filmes:

Parte 1: 1994

O longa que vai abrir a trilogia é justamente o mais misterioso e peculiar. Sabemos que a trama vai se focar em um grupo de adolescentes nos anos 90, o que deve trazer um pouco da nostalgia desse período de volta – porém, há algo sombrio acontecendo na cidade em que eles moram. Na sinopse divulgada pela Netflix, temos o seguinte:

“Em 1994, um grupo de adolescentes descobre que os terríveis eventos ocorridos na cidade de Shadyside, em Ohio, podem estar conectados. E pior do que isso, eles descobrem que podem ser os próximos alvos.”

Parte 2: 1978

O filme será ambientado em um acampamento, o que provavelmente vai puxar algumas inspirações de franquias famosas do horror como Sexta-Feira 13Acampamento Sinistro. Na trama, vamos acompanhar tanto os campistas quanto seus monitores tendo que lidar com um horror misterioso. Segue a sinopse:

“Em 1978, o Acampamento Nightwing é dividido em duas esferas. De um lado, temos os campistas e monitores que vieram da próspera cidade de Sunnytown. Do outro, os campistas e a equipe de manutenção que vêm da cidade opressiva de Shadyside. Porém, quando os horrores da história compartilhada das duas cidades ganham vida, todos precisam se juntar para resolver um enigma tenebroso antes que seja tarde demais”.

Parte 3: 1666

A terceira parte da saga vai nos levar mais trezentos anos ao passado, conforme descobrimos mais sobre a cidade de Shadyside e o que aconteceu nela em um período já esquecido pela população atual. O interessante aqui é que, de acordo com a sinopse, o filme vai se ligar diretamente à primeira parte da trilogia:

“Em 1666, uma cidade colonial é fisgada em uma caça às bruxas histérica, que acaba trazendo severas consequências nos séculos seguintes. Enquanto isso, os adolescentes de 1994 tentam pôr um fim na maldição que existe sobre sua cidade.”

No dia 19 de maio deste ano, a Netflix também soltou o primeiro trailer oficial da trilogia, com cenas de todos os filmes. Você pode conferi-lo a seguir:

Ao que tudo indica, por mais que esses mistérios estejam conectados, eles virão de fontes diferentes – e dessa forma, os três filmes parecem abordar subgêneros diferentes do horror. O primeiro parece ser um slasher ambientado no subúrbio, aos moldes de Pânico Halloween. O segundo já vai para o acampamento, como Sexta-Feira 13 e Acampamento Sinistro. E o terceiro deve ter um teor mais sobrenatural, lembrando um pouco A Bruxa e até mesmo Colheita Maldita.

Gillian Jacobs (esq.) e Sadie Sink (dir.) estarão na trilogia.

O elenco da saga

Os três filmes terão um elenco de peso, trazendo consigo alguns astros consagrados de outras produções da Netflix. E embora alguns desses filmes tenham ligações entre si, ainda não sabemos se todos os atores farão participações nos três filmes.

O primeiro longa será protagonizado por Kiana Madeira (de The Flash Wynona Earp). Junto dela, teremos Olivia Welch (Agente Carter, Modern Family) e Benjamin Flores Jr. (Transformers: O Último Cavaleiro, Jurrasic World: Acampamento Jurássico). Fechando o elenco, temos ainda Maya Hawke (a Robin de Stranger Things, Era Uma Vez… Em Hollywood).

O segundo trará Sadie Sink (a Max de Stranger Things, Castelo de Vidro) no papel principal. Além da atriz, temos também Emily Rudd (The Romanoffs), Ryan Simpkins (Direito de Amar, Foi Apenas um Sonho), McCabe Slye (O Peso do Passado, O Mau Exemplo de Cameron Post), todos junto de Gillian Jacobs (a Britta de Community, Invencível).

Quanto ao terceiro, não foi revelado nenhum membro do elenco novo, apenas os atores que já estão nos dois filmes anteriores. É provável que isso esteja sendo mantido em segredo por trazer algum nome grande no elenco, ou apenas teremos uma trama que ligue os dois antecessores sem trazer novos personagens – talvez os personagens de ambos os filmes acabem voltando no tempo para o ano de 1666?

Os três filmes serão lançados em julho, com apenas uma semana entre cada estreia.

Bastidores e datas de lançamento

Os três filmes compartilham da mesma diretora e equipe técnica. Leigh Janiak (do terror indie Honeymoon) vai comandar os três projetos. Os roteiros foram escritos pela própria Janiak e por um trio de roteiristas: Kate Trefry (de Stranger Things), Phil Graziadei (que trabalhou com a diretora em Honeymoon) e Zak Olkewicz (em seu primeiro crédito como roteirista).

Os longas originalmente seriam lançados no cinema, e a previsão inicial é que cada filme saísse um mês após seu anterior. Contudo, a produtora responsável pelo projeto (a Chernin Entertainment) acabou cancelando as estreias por conta da pandemia do COVID-19. Logo em seguida, os filmes foram comprados pela Netflix e serão lançados todos em julho, um após o outro.

Rua do Medo tem sido desenvolvido desde 2015. As gravações começaram em 2019, mas nenhuma foto dos bastidores foi vazada. As primeiras imagens só começaram a sair em vídeos da própria plataforma de streaming anunciando seu calendário de lançamento para 2021. De acordo com R.L. Stine, o criador dos livros, todos os filmes da trilogia terão classificação indicativa R-Rated (ou seja, para maiores de 16 ou 18 anos).

Se você está interessado, fica de olho também nas datas de lançamento:

  • Rua do Medo – Parte 1: 1994 chega à Netflix no dia 2 de julho.
  • Rua do Medo – Parte 2: 1978 chega à Netflix no dia 9 de julho.
  • Rua do Medo – Parte 3: 1666 chega à Netflix no dia 16 de julho.

A trilogia Rua do Medo começa a sair na Netflix no dia 2 de julho.

Abaixo, relembre também 10 filmes imperdíveis da Netflix anunciados para 2021:

Imagem de perfil
sobre o autor Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Wouldst thou like to live deliciously? || @gus_fiaux