Capa da Publicação

Riverdale terá crossover com O Mundo Sombrio de Sabrina na sexta temporada

Por Arthur Eloi

O Mundo Sombrio de Sabrina pode ter sido cancelada pela Netflix em 2020, mas a bruxa vivida por Kiernan Shipka retornará – dessa vez, em Riverdale.

No Instagram, a atriz revelou que está gravando a sexta temporada da série da CW. Ela não deu detalhes adicionais sobre a mudança, apenas falou na legenda: “De Greendale para Riverdale. Vejo vocês na sexta temporada”.

Vale lembrar que O Mundo Sombrio de Sabrina começou como uma série da CW, derivada de Riverdale. Afinal, a personagem é originalmente parte dos quadrinhos da Turma do Archie, que servem como base para o seriado. Ambas as produções foram encabeçadas por Roberto Aguirre-Sacasa, e a ideia de um crossover já era discutida há tempos. Ambas as séries já mencionaram as cidades vizinhas, portanto um encontro já é planejado desde o início.

Sabrina Spellman (Kiernan Shipka), de O Mundo Sombrio de Sabrina, dará as caras na sexta temporada de Riverdale

O Mundo Sombrio de Sabrina, porém, não viveu o suficiente para esse crossover se oficializar, com a Netflix tendo cancelado o programa após quatro temporadas, no início de 2020. Agora, porém, a personagem fica disponível para ser reaproveitada por Riverdale, onde dará as caras no sexto episódio da sexta temporada, chamado de “The Witching Hour(s)”.

Segundo a Entertainment Weekly, a trama do capítulo mostrará Cheryl (Madelaine Petsch) realizando um perigoso feitiço, que pode representar a vida ou a morte de um amado membro da família Blossom. Para evitar que as coisas dêem errado, ela contará com a ajuda de Sabrina Spellman, que estará visitando a cidade de Riverdale.

A estreia da sexta temporada de Riverdale acontece em 16 de novembro, e a série é transmitida no Brasil pelo Warner Channel. Já as quatro temporadas de O Mundo Sombrio de Sabrina podem ser encontradas no catálogo da Netflix.

Aproveite e confira:

Imagem de perfil
sobre o autor Arthur Eloi

Repórter entusiasta de filmes ruins, jogos de tiro e de horror em todas as suas formas. Dá notas duvidosas para obras questionáveis • @ArthurEloi117