Capa da Publicação

Review: Knockout City, primeiras impressões da beta aberta

Por Gabriel Mattos

Nessa eterna quarentena, bate aquela saudade de encontrar seus amigos para jogar bola ou uma amistosa partida de videogame. Que tal misturar os dois sem precisar sair de casa? A EA Games teve a brilhante ideia de juntar queimada com rápidas partidas online para criar Knockout City, jogo que tem tudo para ser a próxima sensação da internet.

Das quadras para as telas

A melhor decisão do Velan Studios foi desenvolver uma jogabilidade super simples de entender. Qualquer um pode pegar Knockout City e se divertir, mesmo sem muita familiaridade com videogames. O modo padrão é chamado de Nocaute e é basicamente uma partida normal de queimado, em que você precisa acertar seus adversários para fazer pontos.

As regras do esporte valem para o jogo, então se você já jogou queimada alguma vez na sua vida não vai ficar muito perdido. Os controles não são nada complicados. Aprendendo a movimentar seu personagem e atirar a bola, você tem todo o necessário para vencer uma partida.

Não precisa nem se preocupar com mira! Segurar o botão de gatilho prepara a bola para seguir os seus rivais automaticamente. O importante é aprender a hora certa de atacar, pois se ele conseguir pegar a bola, você fica exposto a um contra-ataque.

A tradução deve melhorar até o lançamento final

Assim, Knockout City evita um erro comum em jogos que tentam apelar para um público mais amplo, que é apostar em controles muito rebuscados na tentativa de entregar uma sensação maior de controle. Mas na verdade isso acaba apenas afastando jogadores mais casuais que só querem se divertir.

Aqui, sabendo o básico você consegue mandar bem em uma partida, mas também existem técnicas avançadas que te permitem se expressar melhor durante a partida.

Conquiste o seu estilo

Deixei seu personagem com a sua cara

O jeito que você joga é muito importante para conseguir surpreender seus oponentes. Knockout City incentiva criatividade a todo momento. A própria beta, disponibilizada no último fim de semana para todo público, já era possível liberar novas roupas e detalhes para deixar o seu personagem com a sua cara.

O jogo tem uma pegada urbana que muito lembra Splatoon, shooter exclusivo da Nintendo, mas Knockout City usa isso a seu favor. Diferente das quadras simplistas onde costumamos jogar queimado na vida real, o game conta com mapas elaborados que exalam essa energia cosmopolita.

Cheio de pontos altos e esconderijos bem estratégicos, conhecer os cenários de cada partida é essencial para conseguir uma vantagem ante a seus adversários. Isso se mostra ainda mais crucial no modo Confronto, onde você enfrenta apenas um adversário em um embate definitivo.

Confronto às cegas

Confronto é uma verdadeira caçada

Para acessar esse modo, você precisa chegar ao nível 5, garantindo que os jogadores estejam familiarizados com as mecânicas básicas do jogo. Como você está sozinho, sem nenhuma ajuda, o modo Confronto parece uma verdadeira caçada.

O oponente pode estar em qualquer lugar, a bola pode vir de qualquer direção, logo é preciso estar atento a qualquer sinal de movimento do adversário. Nesse modo, vence quem tem os reflexos mais rápidos para contra-atacar uma investida do seu oponente.

A sensação de duelo empolgante que só pode ser vivida nos Confrontos prova o potencial de Knockout City de extrapolar o que conhecemos do queimado para criar experiências completamente únicas. Novos modos devem ser disponibilizados após o lançamento definitivo do jogo, em 21 de maio, e muita coisa boa ainda está por vir.

Muito além do queimado

Caça aos Diamantes incentiva jogadas mais agressivas

O outro modo disponibilizado na beta, Corrida de Diamantes, é apenas uma variação do Nocaute ainda mais competitiva onde cada pessoa derrotada deixa um punhado de diamantes. Estratégias mais agressivas são incentivadas, pois é preciso estar perto de seus adversários para recolher os pontos. É uma variação interessante, mas que ainda precisa de um melhor balanceamento.

De toda forma, Knockout City é um jogo bastante promissor. Mesmo no Nintendo Switch, teoricamente o console com hardware mais humilde nesta geração, a performance não deixa nada a desejar. Como o jogo terá cross-play, é só escolher sua plataforma preferida sem preocupação para jogar com todos os seus amigos.

A versão completa de Knockout City chega no dia 21 de maio para Nintendo Switch, PlayStation 4, Xbox One, PC via Origin, Steam e a recém adicionada Epic Games Store, além do PlayStation 5 e Xbox Series X|S devido à compatibilidade com as versões anteriores.

Fique com:

Imagem de perfil
sobre o autor Gabriel Mattos

Redator que joga mais Switch do que deveria e já leu todo o novo cânone de Star Wars, até os livros ruins. • @gabeverse