Capa da Publicação

Returnal: Guia Legionário para o game de PlayStation 5

Por Márcio Jangarélli

Você consegue ver a Sombra Branca? Returnal, o primeiro jogo original e exclusivo da geração do PlayStation 5 fez seu glorioso pouso de estreia em 30 de Abril. Agora, depois da nossa review, exploração inicial e muitos, muitos retornos, chegou a hora de desvendarmos a jornada da Selene de vez.

A aventura pode ser árdua, mas Atropos não é tão complexo quanto parece. Respondi aqui as principais dúvidas que você pode ter jogando Returnal – baseadas na minha experiência com o game – para potencializar seu gameplay.

Saia do Hélios e encare Atropos comigo!

Qual é a melhor arma para derrotar cada boss de Returnal?

Uma de seus melhores amigas em Returnal, a Carabina Taquiomática.

Explorando Atropos, você encontrará cinco chefões, cada um em uma das regiões do game – com exceção de uma, onde seu desafio são vários mini-boss. E como é de se esperar, principalmente pela grande quantidade de armas que você encontra, cada um desses monstrões possui um equipamento mais adequado para abatê-lo.

Phrike

O Phrike possui áreas vermelhas no peito e cabeça que recebem mais dano.

O Phrike é o primeiro boss do game. Seu encontro com ele é no fundo de um grande buraco na área das Ruínas Abandonadas – onde sua nave cai.

Na primeira área do jogo, você conta apenas com os equipamentos básicos, então eles precisam funcionar. Contra o Phrike, sua melhor chance está nas nas armas mais rápidas e com mais tiros disponíveis

Assim, sua melhor aposta aqui é a Carabina Taquiomática – a metralhadora laser.

Claro, nem sempre você poderá contar com ela, então, com mais dificuldade, a Pistola Modificada pode dar cabo do chefão. Só evite a Caçadora Vérmica aqui – uma espécie de espingarda alienígena – pois ela é lenta e possui pouco alcance.

Ixion

O Ixion possui defesa baixa e não é tão difícil quanto parece.

Deixando a escuridão úmida das ruínas para os desérticos Ermos Carmesins, o segundo boss de Returnal, Ixion, está no topo da grande montanha do lugar.

Na segunda área, o game te presenteia com uma das minhas armas favoritas: o Atirador Cavo. Ele possui rajadas rápidas de tiro semi-guiados e, dependendo da modificação, pode atirar projéteis em forma de onda com grande dano.

O Atirador Cavo é a melhor escolha para enfrentar o Ixion de início. O boss é voador, bem mais rápido que o Phrike e com muitos ataques em área que vão cobrir sua visão e não te deixarão mirar muito. Com a quantidade de tiros, velocidade, poder e o guia de projéteis dessa arma, fica muito mais fácil derrubar o monstro.

Nemesis

O ponto fraco do Nemesis é uma região vermelha no “peito” do corpo central.

Saindo do deserto, você vai parar na Cidadela Abandonada de Atropos. Lá, depois de muito sofrimento, seu julgamento será feito nos sonhos do Nemesis.

Nessa altura do jogo você já desbloqueou o Arpéu Icário – um gancho que te ajuda alcançar plataformas – assim, é possível conseguir a Putrefaçadora, uma das armas mais overpower de Returnal, nas Ruínas Abandonadas. No entanto, se você não quiser explorar as ruínas e prefere usar o que o game te dá, a arma para o Nemesis é a Eversor Termogênico – um lança-granadas. 

Para infligir dano nesse boss, você precisa acertar a área vermelha em seu “peito”, então o ataque poderoso e direcionado do Eversor é ideal. Só cuidado que ele é uma arma lenta, então se acostume com seus tiros antes!

Hipérião

O Hipérião não é difícil, mas entrega uma das lutas mais bonitas do game.

Iniciando o Ato 2 de Returnal, seu primeiro grande desafio é o Hipérião, no topo de uma torre nas Ruínas Ecoantes.

Esse definitivamente não é um boss difícil, ainda mais com a experiência que você adquire com o jogo até chegar ali. Eversor Térmico, Atirador Cavo ou a Carabina Taquiomática podem fazer o serviço tranquilamente.

Porém, o game te dá uma nova arma nessa área que também pode te levar à vitória. Aqui você encontra a Eletroestacadora, uma arma que atira estacas energizadas nos inimigos e cria grandes redes conectadas de dano. Ótima para produzir armadilhas, inclusive.

Ela funciona no Hipérião porque ele quase não se movimenta durante boa parte da batalha. Assim, é fácil montar e alimentar uma rede de dano ao redor do boss enquanto escapa do bullet hell que ele cria. Mas, como dito, várias outras funcionam aqui.

Ofíon

Pontos vermelhos surgem no corpo do Ofíon quando você atinge os orbes ao seu redor. É ali que ele recebe dano.

Por fim, o chefão final do game é o Ofíon, escondido nas profundezas subaquáticas da Cicatriz Abissal de Atropos. Ele te aguarda para encerrar ou reiniciar a jornada da Selene.

Se você chegou até o Ofíon, todas as armas do game já podem ser encontradas – te deixando até perdido com a escolha. E o boss em si não é tão difícil assim se você souber o que é preciso fazer ali.

Para derrotar o Ofíon, você vai precisar de uma arma com mira firme e tiros certeiros. Atirando em orbes de energia que aparecem ao redor dele, seus pontos fracos são revelados e apenas tiros nesse lugares produzem dano.

Na área da Cicatriz Abissal, a seção final do game, você encontra o Eversor Pirocapsular. Essa é a versão de um lança-mísseis em Returnal e possui um dano grandioso, ainda que seja lento e um pouquinho difícil de se acostumar. Não o aconselho nessa batalha, mas se o seu estilo é com esse tipo de arma, pode funcionar.

O ideal pro Ofíon é uma boa mira. Para deixar mais fácil, tiros rápidos são mais simples de acertar. A Putrefaçadora, o Atirador Cavo, a Carabina Taquiomática ou até mesmo a Pistola, dependendo dos atributos, podem tornar o fim da sua jornada mais tranquilo.

Como eu atravesso as áreas corrompidas em Returnal? 

Você encontra esse terreno vermelho desde o início do game, mas só conseguirá atravessá-lo no fim do Ato 2.

Ainda que Returnal seja do gênero roguelike, o game se inspira muito em jogos metroidvania também. 

Isso implica que algumas áreas e sessões, mesmo que estejam na sua frente, não podem ser acessadas desde o início. Você vê isso em Returnal com disposições para o gancho, lugares inundados, etc, e tudo isso depende de progredir no game e retornar lá quando estiver pronto.

Porém, um desses equipamentos não está tão incluso na história assim e você pode acabar demorando para encontrá-lo. Estes são os Insuladores Prometeicos, que te permitem passar pelas áreas de terreno “corrompido” do game.

Encontrar esse equipamento é bem simples, na verdade. No Ato 2 de Returnal, quando você chegar aos Ermos Dessecados, haverá sempre uma porta trancada na área central do mapa, onde o Fabricador e o seu objetivo estão. Toda vez que você morrer e retornar ali, essa porta vai existir e você só precisa de uma Chave Atropiana para abri-la.

Abrindo a porta, siga até o fim da sala para encontrar os Insuladores Prometeicos. Como eles não te ajudam a progredir na história, o game os deixa mais escondidinhos e pode passar batido.

Onde eu encontro as armas secretas de Returnal?

Encontre sua arma favorita em Returnal!

Além daquelas que o game coloca no seu caminho conforme você avança, existem duas armas em Returnal que são “secretas” – fora do seu alcance a primeiro momento. Elas são a Putrefaçadora e a Retalhadora Espinal.

Putrefaçadora

O tiro da Putrefaçadora é poderoso e pode derrotar inimigos com um acerto apenas.

A Putrefaçadora é uma arma peculiar e pode ser sua favorita ou pior inimiga em Returnal. Ela é um lança-granadas venenoso, que possui um dano mediano no primeiro impacto, mas deixa seu alvo envenenado, eliminando boa parte ou todo o seu HP em alguns segundos. É para quem tem um gameplay mais estratégico, principalmente porque ela é lenta, mas atinge a uma distância considerável.

Para encontrá-la, é necessário ter derrotado o Ixion. Assim você já poderá acessar plataformas com o gancho do game, o Arpéu Icário. O habilitando, retorne para as Ruínas Abandonadas e procure por uma área alta, dividida por uma ponte caída, que só pode ser atravessada com o gancho. A Putrefaçadora estará do outro lado do abismo, aos pés de uma estátua.

Retalhadora Espinal

Se você aprender a usá-la corretamente, nenhum inimigo será páreo para a Retalhadora.

Já a Retalhadora só pode ser encontrada próximo do fim do game. Isso porque você precisa do Visor Délfico – que lhe permite habilitar plataformas em lugares secretos – para acessá-la.

A Retalhadora Espinal é como se fosse um rifle de precisão em Returnal. Você só consegue dar um tiro por carregamento, mas é um dano massivo, de longo alcance e que conta com uma ótima mira. Ela é feita para jogadores mais experientes, por ser mais complexa de usar, mas tudo depende de como você joga.

Com o Visor Délfico em mãos, retorne para as Ruínas Ecoantes – a primeira área do Ato 2. Busque, então, por uma sala média, com trilhas que te levam até o topo, mas que uma delas não é alcançável via pulo ou gancho. Ali você vai encontrar o orbe que interage com o Visor e gera plataformas, abrindo seu caminho para a Retalhadora.

Como eu derroto os inimigos mais difíceis de Returnal?

Você encontra a Espada Atropiana logo no início do game, não se preocupe.

Não são apenas os chefões que atrapalham sua vida em Returnal. Possivelmente boa parte das mortes que você terá no game será nas mãos dos “miniboss” de cada área. Existe uma “técnica”, no entanto, que te ajuda a superar facilmente alguns desses inimigos poderosos.

Isso não funciona no game todo, mas pode facilitar muito seu caminho no Ato 1. Nesse início de jogo, praticamente todos os miniboss ficam paralisados se você usar sua Espada Atropiana neles. Sem brincadeira! 

Claro que é difícil ficar próximo de alguns desses inimigos sem levar um ataque dolorido. Mas, se houver a oportunidade, é só descer a espada e eles ficarão stunados por um período – que você pode aproveitar para finalizar o serviço na bala, se curar ou fugir. O ataque só funciona uma vez, então calcule bem seu tempo.

É importante dizer também que sua espada é mais poderosa do que você imagina. Além de paralisar os miniboss, o dano desse ataque é alto e pode eliminar inimigos comuns com um corte apenas. O problema é que esse é um movimento lento e cheio de aberturas, mas nunca se esqueça de usar sua lâmina quando puder.

Como eu volto para as áreas iniciais depois do Ato 1?

O mistério dessa sala só é resolvido no Ato 3.

É bem fácil, não precisa se preocupar. Depois do Ato 1 de Returnal, seu ponto inicial muda e você não consegue voltar imediatamente para as primeiras áreas do game. Vai demorar um pouquinho, mas elas ficarão acessíveis para você novamente.

Seguindo o final do Ato 2, uma porta que sempre esteve trancada dentro do Hélios, sua nave, vai abrir. Lá você encontrará um dispositivo que te permite transitar entre as áreas iniciais dos Atos 1 e 2.

Porém, quando você muda de área, seu jogo “reseta”. Dessa forma, não adianta coletar itens nas áreas do Ato 2 e tentar levá-los para o 1 e vice-versa. A única coisa que permanece, como sempre, são seus Éters.

Como eu faço o final verdadeiro de Returnal?

Vale muito a pena acompanhar a Selene até o final de sua jornada.

Existem dois finais em Returnal. Você pode parar no encerramento do Ato 2, depois de derrotar o Ofíon, onde há até uma sequência de créditos, ou seguir para completar o Ato 3 e entender melhor a história da Selene.

Se quiser conquistar o fim verdadeiro, você precisa completar duas missões no Ato 3: encontrar todos os Fragmentos Solares – itens especiais espalhados pelas seis regiões do game – e finalizar as sequências da Casa.

Você pode acessar as sequências da Casa desde o início do game. Elas vão sendo desbloqueadas ao longo da sua progressão – principalmente depois de derrotar os chefes de cada área – mas é preciso retornar para as Ruínas Abandonadas ou para as Ruínas Ecoantes para encontrar a Casa. Apenas uma sequência pode ser vista por run.

Já os Fragmentos Solares estão separados entre as seis regiões de Returnal. Eles são itens permanentes, então não é necessário coletar todos em uma única run, e também estão em lugares fixos – eles não mudam de sala – o que torna a tarefa mais simples.

Coletando os seis, retorne à Casa, veja a última sequência e receba a chave para o final verdadeiro do jogo.

Com a chave em mãos, siga para a Cicatriz Abissal e derrote novamente o Ofíon. Desça pelo buraco, como fez da última vez, só que agora será possível abrir a porta de algo peculiar que você encontrou ali antes, mas não havia interação disponível.

Onde estão os Fragmentos Solares em Returnal?

Quando a luz da frente ou de algum quarto estiver acesa, uma sequência da Casa pode ser acessada.

Ainda que os fragmentos estejam em lugares específicos, o mapa de Returnal não parou de mudar. Dessa forma, o tempo para encontrá-los e o quanto você vai precisar explorar de cada área depende muito da sua run. Mesmo assim, não é tão difícil quanto parece.

Ruínas Abandonadas

Créditos de imagem: Polygon

O Fragmento Solar da primeira área de Returnal está em uma sala com uma ponte quebrada, parecida com o lugar onde você encontra a Putrefaçadora. No entanto, a queda aqui é maior e não é superada pelo gancho, mas pelo Visor Délfico. Crie as plataformas, atravesse e colete seu prêmio.

Ermos Carmesins

Créditos de imagem: Polygon

Nos Ermos Carmesins é mais fácil localizar o fragmento. Ele está na área desértica dessa região, em uma seção onde há uma grande torre que, até então, você não conseguia subir. Com o Visor Délfico, crie plataformas para entrar no segundo andar do prédio, suba até o topo e encontre o item.

Cidadela Abandonada

Créditos de imagem: Polygon

O fragmento mais simples de ser encontrado é o da Cidadela Abandonada. Ele está na entrada da torre que você escala para chegar no Nemesis. Atravesse a grande passarela que leva ao prédio até encontrar a piscina em seu caminho. Agora que você já consegue entrar na água, é só dar um pulinho ali e coletar seu fragmento.

Ruínas Abandonadas

Créditos de imagem: Polygon

Para alcançar esse fragmento, é importante que você tenha conseguido os Insuladores Prometeicos no Ato 2. Se não o fez, vá até os Ermos Dessecados em busca deles antes – e aproveite a viagem para coletar o fragmento daquela área também, economizando tempo.

Nas Ruínas Ecoantes, o Fragmento Solar é fácil de achar. Ele está em uma sala bem marcante, quase inteira coberta por terreno corrompido, te impedindo de alcançar uma porta do outro lado. Com os Insuladores, atravesse esse caminho e você encontrará o fragmento na frente dessa porta.

Ermos Dessecados

Créditos de imagem: Polygon

Partindo para os Ermos Dessecados, você está buscando por uma sala que provavelmente te deu alguma dor de cabeça anteriormente. O fragmento está em uma área circular aberta, com uma construção central distinta, lotada de torres sentinela, inimigos voadores e plataformas.

Essa é uma área onde você não conseguia acessar algumas plataformas e o topo da construção no centro com seu gancho ou pulo. A encontre, elimine os inimigos e revele as plataformas escondidas com o Visor Délfico. O Fragmento Solar está no topo da torre central.

Cicatriz Abissal

Créditos de imagem: Polygon

Talvez esse seja o fragmento mais chatinho de ser encontrado. Ele está em uma área “secreta” da sala, que você não vê no mapa, então é bom prestar atenção aos seus arredores e não apenas na navegação.

Procure por uma sala que se parece com um caminho reto, com uma bifurcação próxima da porta, mas que uma das direções no mapa parece sem saída. Nessa bifurcação, se atente ao lugar “sem saída” para enxergar plataformas acessíveis ali. Você precisará do Visor Délfico, então, para te levar até o lugar onde está o fragmento.

E aí, será que agora fica mais fácil atravessar Atropos? Não esqueça de comentar!

Veja agora nossa lista sobre games de PS5:

Imagem de perfil
sobre o autor Márcio Jangarélli

Assessor, redator e jornalista. Madonna de Jakku.