Profecia do Inferno: Saiba tudo sobre os monstros da série da Netflix

Capa da Publicação

Profecia do Inferno: Saiba tudo sobre os monstros da série da Netflix

Por Junno Sena

Com visual e história intrigantes, Hellbound ou Profecia do Inferno, começa sua trama com uma cena chocante: um homem é perseguido pelas ruas de Seoul por três criaturas sobrenaturais gigantescas. Elas o pegam, batem nele e queimam seu corpo até o mesmo se tornar apenas uma pilha de cinzas. Olhando para a multidão, que está em pânico e sem entender o ocorrido, os monstros dão meia volta e somem no ar.

O novo dorama da Netflix, lentamente, nos explica muito e ao mesmo tempo nada sobre esse universo. Fazendo críticas aos males modernos, como as fake news e extremismo religioso, Hellbound oferece uma trama cheia de personagens ricos e de monstros que conseguem arrepiar qualquer um.

Mas, o que parece um conteúdo recente e original, na verdade data de 2003 e parece que ainda tem muito para contar. Por isso, separamos tudo que vocês precisam saber sobre os monstros da nova série da Netflix.

Uma trama extensa e misteriosa

Criada por Yeon San-Ho, Hellbound possui, além da série live action, outras duas produções importantes para a história: (1) uma animação em duas partes dirigida pelo criador chamada The Hell: Two Kinds of Life e (2) o webtoon feito junto do ilustrador Choi Kyu-Seok, que serve de base para diversas cenas encontradas no dorama. 

Comparação entre webtoon e dorama

Diferente de diversas adaptações, no caso de Hellbound, o criador original esteve envolvido na produção de todas essas mídias, o que faz com que todas elas se completem a nível informativo. Isso não significa que para se entender a trama seja necessário assistir e ler tudo, mas ajuda a colocar alguns pingos nos is ou, pelo menos, pontos de interrogações no que pareciam pontos finais.

Isso começa pelo curta animado de 2003. Nele, seguimos duas pessoas que, assim como no dorama, recebem a visita de anjos que profetizam o final da vida dos dois. Um dos personagens é sentenciado ao inferno, enquanto o outro ao céu. Cada parte irá seguir as dores dos dois ao encararem suas sentenças de morte.

Entre anjos e demônios

Nessa breve sinopse, já é possível reconhecer a presença dos “vilões” da série, mas com uma adição curiosa: a sentença ao céu. No dorama, todos os personagens que conhecemos que receberam a visita do anjo foram destinados ao inferno. Mas o que parece o início de uma resposta, não diz muito, pois o autor não elabora o que significa essa passagem ou o que os personagens encontram ao serem levados. Ainda assim, é possível definir dois dos monstros principais da trama: os anjos e os demônios

Aparição do anjo fazendo a profecia

Surgidos de forma misteriosa, os anjos são as criaturas que entregam a profecia de morte para os condenados. Eles se manifestam como uma fumaça que forma o rosto de uma pessoa de olhos vermelhos, então sua voz diz o dia e a hora da morte da pessoa. 

Já os demônios são os executores. Muito similares às figuras sombrias do anime Ajin: Demi Human, eles aparecem na hora prevista com um som estrondoso nos céus. Sempre em três, as criaturas têm uma força sobre humana e possuem uma forma esfumaçada. Eles perseguem a vítima e as destroçam até que elas não tenham mais força ou como fugir. Ao fim, erguem as mãos e juntos, queimam o corpo. Um ponto interessante que é apresentado no dorama é que os restos mortais do indivíduo deixam de ser matéria orgânica. Mas, também levanta outra questão sem resposta: O que eles passam a ser então?

O que está à espreita

Assim como os monstros, todas essas perguntas parecem sumir no ar, mas ficam presentes  na mente do espectador. E entre tantas mortes sangrentas e a injustiça que parece acometer esses personagens, o que permanece é a dúvida do real monstro do dorama. Enquanto esse mal sombrio continua à espreita, a real mensagem e significado deles se mantém turva para todos ao redor da trama.

Esses elementos passam a ser traduzidos por duas figuras centrais de Hellbound, Jeong Ji-Soo e a Nova Ordem. De forma praticamente literal, Ji-soo e a Nova Ordem tomam para si essa narrativa de anjos e demônios e transformam em uma nova bíblia. Com punho de ferro e corrupção, vemos os personagens mentirem e omitirem sobre os reais significados que rondam esses seres sobrenaturais.

Os “demônios” executando a punição divina

Por motivos como esse, é difícil afirmar as intenções dos anjos e demônios. Não apenas isso, mas também permanece a dúvida sobre o que significa essa dimensão denominada “inferno”, qual o motivo desses indivíduos serem levados e se existe algum “deus” soberano planejando todos esses pormenores. Para dar respostas a essas perguntas, ou pelo menos deixá-las ainda mais intrigantes, vamos sendo levados por vários contextos de punição e julgamento midiático, mortes injustas e crimes organizados que não são vistos como crimes, pois seguem “a palavra de deus”.

É interessante que, mesmo com o medo constante de receber uma profecia, das estátuas dos monstros nas esquinas e da sensação constante de estar sendo vigiado, o maior monstro parece ser a humanidade e esse crescente medo de um futuro apocalíptico, ou pelo menos, a falta de um futuro. E essa Nova Ordem, esse “monstro”, tem apoio do público e da mídia, dinheiro e poder.

Jeong Ji-Soo, o líder da Nova Ordem

Mas, com o vislumbre de um enredo para uma segunda temporada, a série também parece estar disposta a modificar todas essas relações. Assim como sua temporada de estreia foi divida em duas partes, apresentando dois panoramas completamente diferentes de como lidar com esses monstros, uma possível segunda temporada promete modificar ainda mais esse mundo e também dar novas informações sobre o que acontece nesse “pós-vida”.

A criação de Yeon San-Ho, assim como os monstros de Hellbound, parece começar a ganhar cada vez mais corpo. Mesmo com poucas respostas e sem um anúncio de renovação de temporada, a nova produção da Netflix parece ter um caminho pela frente para adicionar cada vez mais conteúdo para esse mundo, seja de fato com uma série ou com a continuação do webtoon.

Confira também:

Imagem de perfil
sobre o autor Junno Sena

Pós graduando em Antropologia com o raio problematizador ligado no 120. Assiste filme trash para relaxar e dorme cantarolando a trilha sonora de A Hora do Pesadelo. Blaxploitation na veia e cinema coreano no coração. Atualmente mora em Petrópolis, RJ.