Capa da Publicação

Preview: Tales of Arise é o jogo de anime mais lindo da nova geração

Por Gabriel Mattos

Tales of Arisenovo jogo de anime da Bandai Namco, promete ser um JRPG com ação frenética, personagens carismáticos e um visual de cair o queixo. O lançamento está previsto apenas para o dia 10 de setembro no PlayStation 5, PlayStation 4, Xbox Series X|S, Xbox One e Steam. Mas se você, como eu, não aguenta mais esperar para experimentar essa lindeza, saiba que ontem (18) foi liberada uma demonstração gratuita para todas as plataformas em que o jogo estará disponível.

Claro que já testamos o jogo e contamos em detalhes como é a sensação de desbravar o próximo capítulo da franquia Tales of com todo o poder do PlayStation 5.

Um mundo estonteante

Sem perder tempo com história ou preparação, Tales of Arise chega entregando um vislumbre do que esperar da aventura principal — mapas extensos que incentivam uma ampla exploração, cenários detalhados combinando realismo com um toque cartunesco e monstros para enfrentar.

A imersão é quase instantânea, especialmente para os fãs que acompanharam a evolução mais recente dos RPGs japoneses (JRPG). A sensação de andar pelos campos vívidos da Terra Verde lembra o melhor de Xenoblade Chronicles 2, Dragon Quest XI, Final Fantasy XV e outros gigantes nipônicos.

Exploração não foi tão recompensador nesta demonstração, com poucos baús e caminhos secretos, mas isso deve mudar quando a versão final chegar as lojas.

O vasto mapa de Tales of Arise é recheado de detalhes de cair o queixo

Luta frenética de anime

O jogo não perde muito tempo te explicando o que fazer. Ele está mais interessado em te convidar a descobrir tudo na prática. Assim, mesmo que entender o básico do combate de Tales of Arise seja bastante intuitivo, certas nuances acabam passando batido até se tornarem extremamente necessárias.

O combate em si, além de dinâmico, é um verdadeiro espetáculo de magias e cores que se sobrepões. Três aliados lutam de maneira independente no campo de batalha, usando poderes especiais sempre que o jogador solicita. O segredo para vencer as batalhas é aprender a gerenciar a hora certa de usar as suas habilidades e as de seus amigos para expor as fraquezas dos monstros e liberar combos ainda mais devastadores.

Não chega perto ao nível de estratégia pura exigida pelos títulos da série que dependiam de combate por turnos, mas traz um elemento tático que impede que as lutas se tornem uma algazarra de botões pressionados sem pensar. A questão é que os personagens pareciam bem treinados para essa demo, com várias habilidades em seu arsenal. Resta saber se o dinamismo se mantém nos segmentos inicias do jogo completo.

Combate se mostra dinâmico e eficiente

Um elenco promissor

O combate funciona tão bem devido ao modo que os personagens foram construídos, para tirar o maior proveito possível de cada estilo de luta.

A demonstração conta com seis membros na sua equipe. Entre eles, temos especialistas em magias que precisam de tempo para preparar ataques devastadores, híbridos de curandeiros com magos, atacantes brutos e especialistas em controlar grandes grupos de inimigo. Trabalho em equipe é tudo e o jogo te dá ferramentas para cobrir todas as bases.

A sinergia entre a equipe é a chave de tudo e isso se reflete também em como eles se comportam fora de combate. Diálogos opcionais podem ser disparados a qualquer momento enquanto você explora o mapa para aprofundar relações, explicar minúcias de como as habilidades de cada um funcionam e expandir nosso conhecimento desse mundo fantástico.

Diálogos opcionais aprofundam personagens e liberam a história para explorar eventos mais importantes

Alphen e Shionne podem até ser os grandes protagonistas — estampados no material de divulgação e nos trailers — mas cada um dos seis personagens jogáveis demonstra uma profundidade considerável. Pouco mais de uma hora, que foi o tempo que levei para completar a demonstração, foi o suficiente para despertar minha curiosidade para descobrir o que acontece com meu personagem favorito — Dohalim.

O que esperar de Tales of Arise?

A demonstração de Tales of Arise foi uma grata surpresa. Seu curto mergulho neste mundo vibrante e detalhado me deixou confiante que a esta é uma aventura que vale as dezenas de hora da versão completa do jogo. O combate parece que não vai enjoar ao longo da campanha e os mapas tem o tamanho certo para não tornar a exploração cansativa. Mas, claro, que o que me deixou mais curioso foi conhecer melhor o elenco de mais uma história incrível desta franquia que completa 25 anos de sucesso.

Tales of Arise lança oficialmente no dia 10 de setembro para PlayStation 5, PlayStation 4, Xbox Series X|S, Xbox One e Steam.

Se você não conhece muito animes, separamos os melhores de cada gênero para assistir na Crunchyroll:

Imagem de perfil
sobre o autor Gabriel Mattos

Repórter correspondente de Wakanda, caçando Pokémon por onde eu vou! Sempre nas lives da Legião! • @gabeverse