Capa da Publicação

Power Rangers: Heróis vão parar em dimensão sombria em nova HQ

Por Raphael Martins

As aventuras dos Power Rangers nos quadrinhos, publicadas pela editora americana BOOM! Studios, continuam fazendo bastante sucesso entre os fãs da série. E em sua mais nova edição, o temível Lorde Drakkon, uma versão maligna de Tommy Oliver vinda de outro mundo, leva os heróis a uma grande armadilha: uma dimensão paralela que representa seus piores pesadelos. (via CBR)

Anteriormente, em Power Rangers…

De volta à Terra, os Omega RangersJason, Trini e Zack – vão até Alameda dos Anjos para reencontrarem seus antigos amigos, mas não é só isso. Eles também vieram para pedir a Zordon o impossível: entregar a eles a custódia de Lorde Drakkon, vilão intergaláctico que estava sendo mantido prisioneiro por ele.

Zordon recusa, o que força os Rangers a libertarem Drakkon por conta própria, pois precisavam dele para se livrarem de um outro grande problema. Em fuga da cidade e caçados por seus antigos aliados, tudo o que os Omega Rangers podem esperar é que Drakkon não os esteja levando para uma armadilha…

Os Omega Rangers com seu mais novo prisioneiro: Lorde Drakkon não é confiável e eles sentirão isso na pele

Aliança mortal

Em Power Rangers #3, lançado recentemente nos Estados Unidos, descobrimos o porquê de os Omega Rangers precisarem tanto de Drakkon: a nave deles, Spectrum II, foi tomada por uma raça de vampiros interestelares e intangíveis chamada Horrid. Ao se reagruparem, o robô XI diz que pode ter descoberto uma maneira de derrotar os Horrid, então Jason passa a liderança do time para ele e se distancia da batalha para invocar seu Red Omegazord, chamando a atenção dos inimigos.

Sozinho com o rei dos Horrid, Drakkon consegue matá-lo, o que faz com que o resto dos Horrid percam o controle e sejam destruídos. Todos voltam para a agora reconquistada Spectrum II para continuarem com sua missão original, escoltando Drakkon de volta à sua cela, o que o vilão faz sem resistir. De fato, ele não levou os Rangers para uma armadilha, mas tem algo muito pior preparado para eles.

Lord Drakkon triunfante: como todo grande vilão, ele tem um trunfo escondido na manga

O “mundo invertido”

Drakkon consegue levar os heróis até uma dimensão espelhada de seu mundo, que existe no espaço entre os espaços entre uma dimensão e outra. Ela lembra bastante o “mundo invertido” de Stranger Things, por exemplo, onde todos os locais conhecidos estão em seu devido lugar, mas destroçados e cercados por ainda mais destruição. Os habitantes deste mundo foram todos dizimados por monstros interdimensionais, que mais parecem ter saído dos piores pesadelos dos Rangers.

O cenário é desolador, levando desespero aos corações dos heróis. Alameda dos Anjos está completamente destruída, assim como seus principais monumentos, mas o pior ainda estava por vir: eles veem o Dragonzord e o White Tigerzord em pedaços, os levando a crer que uma criatura ainda maior e mais poderosa pode ter feito isso com eles.

Megazords destruídos: nesta dimensão, toda a vida foi eliminada por criaturas de outro mundo

A HQ termina com a revelação de que aquela Alameda dos Anjos já foi o lar de Lorde Drakkon, dando a entender que ele era respeitado e temido por seus habitantes antes de ser destruída por seus invasores, que provavelmente o derrotaram e o forçaram a fugir também.

Nesse momento, uma questão perturbadora toma conta da mente dos Rangers: seria aquela apenas os vestígios de uma outra realidade ou um vislumbre do que pode acontecer com sua Terra caso eles fracassem? Muito em breve saberemos.

“Bem-vindos à Alameda dos Anjos, Lar de Lorde Drakkon”

E aí, o que estão achando dos novos quadrinhos dos Power Rangers? Comentem!

Veja também:

Imagem de perfil
sobre o autor Raphael Martins

Redator, apresentador e roteirista. Gosto de longas caminhadas na praia, Star Wars, tokusatsu, anime e filé com batata frita. Deixo as pessoas constrangidas. Você pode trocar uma ideia comigo no Twitter: @aqueleraphael