Capa da Publicação

Oscar 2021: Daniel Kaluuya vence como Melhor Ator Coadjuvante

Por Gabriel Mattos

A premiação do Oscar 2021 está à todo vapor, consagrando os maiores nomes da indústria no ano de 2020. Na categoria Melhor Ator Coadjuvante, quem levou o prêmio foi Daniel Kaluuya.

O vencedor

Daniel Kaluuya era um dos favoritos ao prêmio graças a sua atuação espetacular em “Judas e o Messias Negro”, que arrancou elogios da crítica especializada.

Entre os demais indicados, vigoram nomes promissores da indústria cinematográfica, como Sacha Baron Cohen (Os 7 de Chicago), Leslie Odom Jr. (Uma noite em Miami), Paul Raci (O som do silêncio) e Lakeith Stanfield (Judas e o messias negro).

Daniel Kaluuya vence por Judas e o Messias Negro

Esta foi uma das categorias mais concorridas da noite, mas chamou atenção do público por outro motivo: a sua grande diversidade racial.

Avanços e polêmicas

Quase todos os atores indicados a categoria este ano, com exceção apenas de Paul Raci, atuam em filmes que abordam de forma direta discussões raciais, o que vem sendo cobrado do Oscar com mais firmeza nos últimos anos.

Depois de um ano marcado por protesto pedindo respeito pelas vidas negras, não surpreende que a Academia tenha sentido a pressão e aberto os olhos para os talentos de atores pretos, que dominam a categoria excepcionalmente este ano. Houveram inclusive dois atores indicados pelo mesmo filme, Daniel Kaluuya e Lakeith Stanfield, por Judas e o messias negro.

Leslie Odom Jr. indicado por Uma Noite em Chicago

Mas essa diversidade não se repetir na categoria principal, de Melhor Ator, evidencia que apesar de evoluções, o problema racial de Hollywood ainda precisa ser combatido. Como você acha que esses avanços vão se refletir nos próximos anos? Não deixe de comentar!

Fique com:

Imagem de perfil
sobre o autor Gabriel Mattos

Repórter correspondente de Wakanda, caçando Pokémon por onde eu vou! Sempre nas lives da Legião! • @gabeverse