Capa da Publicação

One Piece: Netflix procura ator brasileiro para interpretar Luffy na série live-action

Por Melissa de Viveiros

O site Illuminerdi divulgou novas informações sobre a série live-action de One Piece que a Netflix está desenvolvendo. A reportagem revelou as descrições dos principais integrantes do bando do Chapéu de Palha no princípio da trama. Além disso, é dito que a plataforma busca por um ator brasileiro de 17 anos para o papel do protagonista Luffy.

Na coluna SBS do mangá, o autor Eiichiro Oda já havia dado nacionalidades a seus personagens, colocando o protagonista como brasileiro, elemento mantido na escalação da série. A descrição do papel principal, divulgada pelo Illuminerdi, conta ainda que Luffy é um garoto com grandes sonhos e em busca de aventura. Com um entusiasmo juvenil e otimismo sem limites. Além de sempre buscar o sucesso, ele está destinado a ser um líder, ainda que seja inexperiente.

A reportagem o descreve também como alguém que deseja uma família, e conta que seu otimismo contagioso transforma estranhos em amigos com facilidade, inspirando os outros a segui-lo. Outro destaque vai para sua moral e crenças, que entram em conflito com sistemas corruptos que se agarram ao passado. Por fim, é dito que Luffy iniciará um legado com sua missão em busca de mudança, mas precisará derrotar inimigos do passado e do presente antes disso.

Já no caso de Zoro, ele não tem nacionalidade especificada, sendo apresentado apenas como um homem asiático de 18 anos. Ele é descrito como um lutador habilidoso que precisa de encorajamento e direção. O guerreiro sobrevive fazendo qualquer trabalho que encontre, independente de quão ruim seja, desde que ganhe dinheiro por isso. Seu grande desejo é se provar como o melhor de todos. De acordo com o site, a Netflix demonstrou interesse em escalar Ludi Lin para o papel. O ator é conhecido por viver o Ranger Preto no reboot de 2017 de Power Rangers, e mais recentemente por interpretar Liu Kang no filme de Mortal Kombat.

Ludi Lin em Mortal Kombat (2021).

A escalação para Nami a apresenta como uma mulher de 19 anos, com papel aberto para qualquer etnia. Ela é apresentada como alguém que prefere trabalhar sozinha e mantém os outros à distância. Por geralmente ser a pessoa mais inteligente em qualquer lugar, ela não se dá bem com receber ordens e prefere decidir seu próprio caminho. Sua motivação é um desejo por explorar, e a personalidade da garota é descrita como sarcástica, se apresentando como uma pessoa durona para esconder a dor de seu passado. A descrição também menciona que um segredo ameaça destruir tudo pelo que ela trabalhou.

Usopp é descrito como um homem negro de 17 anos. Um contador de histórias criativo e romântico incorrigível, ele tende a falar demais e acabar encontrando problemas por causa disso, e seus contos de aventura escondem sua covardia. Ele também é descrito como alguém que resolve problemas de forma criativa, usando sua mente para sair de situações difíceis.

Por fim, Sanji é o último integrante do bando a ser apresentado. Ele é caracterizado como um homem de 19 anos, com papel aberto para qualquer etnia. Bem vestido e charmoso, o personagem acredita que o modo como você se apresenta para o mundo separa o médio do excepcional. O personagem não aceita críticas bem, e acredita que nada é demais desde que cause prazer. Embora esteja sempre aprendendo e evoluindo, ele precisa de um empurrão para encontrar a próxima aventura que trará inspiração para sua vida.

Outras informações sobre a série indicam que suas filmagens devem ter início no fim deste ano, na África do Sul. A adaptação conta com roteiro de Matt Owens (Luke Cage) e Steven Maeda (Lost). Os dois também serão produtores da série, assim como Becky Clements (Espresso do Amanhã), Marty Adelstein (Hanna), bem como o próprio Oda.

Quem você acha que seria uma boa escolha para o papel do protagonista? Comente!

Fique com:

Imagem de perfil
sobre o autor Melissa de Viveiros

Graduanda em Letras na UFMG. || What is infinite? The universe and the greed of men. || @windrunning_