Capa da Publicação

O Poderoso Chefinho 2: Críticas e nota do filme são divulgadas no Rotten Tomatoes

Por Melissa de Viveiros

O Poderoso Chefinho: Negócios da Família, segundo filme da série feita pela Dreamworks, recebeu suas primeiras críticas e nota no Rotten Tomatoes. Até o momento, a produção não se mostrou um grande sucesso, mas ainda assim conseguiu uma nota superior ao primeiro filme da franquia. No que diz respeito à crítica, no entanto, a obra não parece trazer grandes novidades.

Atualmente, a nota do longa animado é de 59% de aprovação, garantindo a ele o selo “Podre” dado aos filmes com menos de 60% de aprovação. O site conta com apenas 22 críticas no total até o momento, das quais 13 são positivas e 9 são negativas. Vale notar, no entanto, que o baixo número de avaliações significa que a nota pode ser mudada conforme outros críticos deem sua opinião sobre a produção. Até o momento, ainda não há consenso da crítica sobre o filme.

A nota de O Poderoso Chefinho: Negócios da Família no Rotten Tomatoes.

O elenco conta com o retorno de Alec BaldwinJames Marsden como os irmãos Ted e Tim Templeton. Dessa vez, no entanto, algum tempo se passou e ambos já estão crescidos. Como adultos, a dupla acabou se afastando, mas um novo chefinho provocará uma reunião, fazendo os dois trabalharem juntos e inspirando um novo negócio de família.

Confira abaixo algumas das principais críticas do filme:

Carlos Aguilar, do TheWrap, comenta que a produção não é muito diferente das anteriores:

“Esse capítulo não se desvia muito dos esforços anteriores, tanto em suas poucas qualidades quanto em seus numerosos defeitos.”

Michael Ordoña, do Los Angeles Times, também sugere que o filme não se desvia dos que vieram antes:

“É mais do mesmo, para melhor ou pior, mas provavelmente com novos detalhes o bastante – principalmente os novos personagens – para agradar fãs mais jovens.” 

Michael Rechtshaffen, do The Hollywood Reporter, critica a falta de novidade:

“O diretor James McGrath e o roteirista Michael McCullers tiveram a oportunidade de construir em cima de uma fórmula trabalhável, mas ao invés disso se contentaram com essa frenética adrenalina açucarada de uma repetição que rapidamente se torna cansativa.”

Kate Erbland, do indieWire, não fez elogios à produção:

“Se nada mais que isso, a trama louca desse capítulo desajeitado deveria insinuar um saudável senso de admiração pelo que as crianças estão dispostas a consumir.”

Thomas Floyd, do Washington Post, considerou o filme um avanço em relação ao anterior:

“”Negócios da Família” consegue uma grande melhora em comparação a seu antecessor, com a ajuda de escolhas de elenco espertas e sátira social surpreendentemente aguçada.” 

O Poderoso Chefinho: Negócios da Família chega aos cinemas dos Estados Unidos nesta sexta, dia 2 de julho. No Brasil, o filme tem previsão de estreia apenas para o dia 12 de agosto.

Veja também:

Imagem de perfil
sobre o autor Melissa de Viveiros

Graduanda em Letras na UFMG. || What is infinite? The universe and the greed of men. || @windrunning_