Capa da Publicação

O Imortal Hulk: Artista Joe Bennett e Marvel fazem declaração após arte controversa

Por Melissa de Viveiros

O volume #43 de O Imortal Hulk gerou controvérsia após sua publicação, por conta de um painel que continha elementos anti-semitas, feito pelo artista Joe Bennett. Devido à reação negativa do público, a Marvel fez uma declaração oficial à CBR, e o próprio Bennett resolveu se explicar através de sua conta no Facebook.

No painel, é vista uma joalheira onde Joe Fixit, que atualmente detém controle sobre Bruce, está realizando uma compra. A fachada da joalheria pode ser vista ao fundo, e nela é possível ver uma Estrela de Davi, abaixo das palavras “Cronemberg’s Jewery”, o que fez com que o painel parecesse menosprezar os Judeus (Jew, em inglês), uma vez que a palavra Jewery é vista como uma referência pejorativa a este povo. Você pode ver a imagem abaixo:

Em seu comunicado, Joe Bennett reconheceu o erro, embora tenha afirmado que não foi intencional:

“Eu estive incluindo referências a diretores de terror famosos como uma homenagem ao gênero ao longo da série, e em O Imortal Hulk #43 eu incluí um aceno a David Cronenberg. Os erros de ortografia na janela foram um erro honesto porém terrível – como eu estava escrevendo ao contrário, acidentalmente escrevi ambas as palavras errado. 

Não tenho desculpas para como utilizei a Estrela de Davi. Eu falhei em compreender isso como um estereótipo problemático e ofensivo, e depois de ouvir a todos vocês, eu agora entendo meu erro. Isso foi errado, ofensivo, e prejudicial de muitas maneiras. É um erro que preciso reconhecer, e peço desculpas a todos que machuquei com isso. Eu estou trabalhando com a Marvel para corrigir esse erro, e estou usando essa lição para refletir sobre como eu abordo minhas histórias e meu trabalho.”

Joe Bennett é um artista brasileiro que trabalha para a Marvel desde 1994.

A justificativa de Bennett sobre a parte escrita não parece infundada, uma vez que o painel mostra “Cronenberg” escrito com m, e não com n. Algo similar ocorre com a palavra “jewery”, onde a falta da letra l transformou o significado de “jewelry”, que em inglês significa joalheria.

Em seu comunicado, a Marvel afirmou “reconhecer completamente” que o erro também é da parte da editora, além de prometer corrigi-lo e remover esses elementos das próximas versões da HQ, sejam elas impressas, digitais ou parte de coleções, mas não houve informação sobre quando a versão corrigida estará disponível.

O que você achou do painel e da postura da Marvel? Não deixe de opinar.

Confira também:

Imagem de perfil
sobre o autor Melissa de Viveiros

Graduanda em Letras na UFMG. || Mais obcecada pela lore de WoW do que é saudável. || @windrunning_