Capa da Publicação

O Esquadrão Suicida: James Gunn diz qual foi o único personagem que não conseguiu matar

Por Arthur Eloi

Atenção: Alerta de Spoilers!

O Esquadrão Suicida é um verdadeiro banho de sangue, graças à Warner Bros. ter liberado que o diretor/roteirista James Gunn pudesse simplesmente matar qualquer um dos personagens ao longo do filme. O cineasta não decepcionou, e o longa da DC é marcado por uma série de mortes, do começo ao fim. Mas existe um personagem que até estava previsto para morrer, mas que conquistou Gunn ao ponto do diretor mudar seus planos para mantê-lo vivo.

No caso, se trata da Caça-Ratos 2 (ou Ratcatcher 2), a personagem vivida pela atriz portuguesa Daniela Melchior. Em entrevista à Variety, James Gunn contou que havia planejado matá-la no final do filme, juntamente com Rick Flag (Joel Kinnaman), mas que voltou atrás pelo carisma da personagem e seus ratos:

Houve uma mudança. No final original, que eu sugeri para a Warner Bros., um dos protagonistas ia morrer. Seria a Caça-Ratos 2, mas ela era fofa demais, achei que isso seria muito sombrio. É claro que nós também amamos o Homem das Bolinhas, mas eu só não consegui matar a Caça-Ratos 2, então eu mudei de ideia.

A sonolenta Caça-Ratos 2 (e Sebastian, seu rato de estimação) conquistou James Gunn ao ponto de garantir sua própria sobrevivência em O Esquadrão Suicida 2

Vale lembrar que as decisões de quem vive e quem morre no filme foram inteiramente tomadas por James Gunn, que já afirmou diversas vezes que recebeu todo o apoio da Warner Bros. desde o início, tanto para escolher o enorme elenco de personagens, quanto para eliminá-los das formas mais brutais.

O Esquadrão Suicida já está em cartaz nos cinemas. Aproveite que a Caça-Ratos 2 sobreviveu e tire um momento para relembrar todos que não tiveram a mesma sorte:

Imagem de perfil
sobre o autor Arthur Eloi

Repórter entusiasta de filmes ruins, jogos de tiro e de horror em todas as suas formas. Dá notas duvidosas para obras questionáveis • @ArthurEloi117