Capa da Publicação

O Esquadrão Suicida: Homem das Bolinhas está no filme por ser ridículo, diz James Gunn

Por Gabriel Mattos

Um homem adulto usando um traje cheio de bolinhas coloridas como arma é, no mínimo, uma ideia cômica. Para James Gunn, diretor de O Esquadrão Suicida, essa é uma das ideias mais estúpidas da história da DC Comics. E exatamente por esse motivo que ele decidiu incluir o Homem das Bolinhas (Polka-Dot Man) em seu próximo filme.

Tirando leite de pedra

Conhecido por levar um grupo de heróis obscuro da Marvel, os Guardiões da Galáxia, para o estrelato, Gunn está decidido a repetir o feito em O Esquadrão Suicida. A nova formação da Força Tarefa X está repleta de personagens pouco conhecidos dos quadrinhos, mas nenhum é tão ridículo quanto o Homem das Bolinhas.

Depois de sua primeira aparição em uma história do Batman, na revista Detective Comics #300, o vilão não teve uma história de destaque sequer para chamar de sua. Ao portal GamesRadar, Gunn revela que enxergou uma oportunidade de criar algo surpreendente.

“O Homem das Bolinhas é incrível. Eu fui procurar online ‘Quem é o personagem mais ridículo da DC de todos os tempos?’ e achei o Homem das Bolinhas. Transformamos esse personagem que era triste e patético em alguém que ficou deprimido porque as pessoas achavam que ele era ridículo. Ele tem uma história bem trágica que você aprende ao longo do filme. Ser capaz de adicionar profundidade em um dos personagens considerados mais bobos é algo que eu acho muito divertido.”

O poder do Homem de Bolinhas é ridículo, mas efetivo

Um recomeço

David Dastmalchian, o ator que topou o desafio de viver o personagem, acrescentou que toda essa vergonha e sofrimento vem de uma condição que Abner tinha antes de se tornar um grande vilão.

“Ele decidiu em certo ponto que essa condição era algo que seria melhor usado para machucar os outros, ou pelo menos praticar crimes, para que ele conseguisse se vingar de um mundo cruel e injusto.”

Como o personagem nunca obteve sucesso na sua vida, acabou se isolando da sociedade, e fazer parte da Força Tarefa X pode ser um momento de virada em sua vida.

“Quando ele começa essa história, ele é alguém que nunca fez parte de nada. Então mesmo em um bando de criminosos, desajustados realmente quebrados, ele pode ter encontrado um dos primeiros momentos na sua vida em que se sente parte de algo.”

Lado trágico do personagem ganhará destaque

O que você espera da participação do Homem das Bolinhas no filme? Não deixe de comentar!

O Esquadrão Suicida estreia nos cinemas brasileiros em 6 de agosto. No HBO Max, o filme estará disponível 45 dias depois de sua estreia.

Fique com:

Imagem de perfil
sobre o autor Gabriel Mattos

Redator que joga mais Switch do que deveria e já leu todo o novo cânone de Star Wars, até os livros ruins. • @gabeverse