Capa da Publicação

O Esquadrão Suicida: James Gunn explica o motivo para ter removido tatuagem da Arlequina

Por Arthur Eloi

Em O Esquadrão Suicida de James Gunn, a Arlequina (Margot Robbie) deve ser muito diferente da versão mostrada no filme original de David Ayer. Além da personalidade, isso também vale para sua aparência, que contará com um novo figurino e, como revelou agora o diretor, sem as tatuagens que havia feito ao lado do Coringa de Jared Leto.

Respondendo aos fãs no Instagram (via Comic Book), James Gunn confirmou que a tatuagem escrito “Rotten” (ou “Podre”, em tradução livre) não estará mais presente no rosto da personagem e que o filme não pretende justificar a mudança. A explicação do cineasta foi simples:

“Margot não gostava da tatuagem e eu percebi que eu também não gostava, então decidimos apenas tirá-la. Não, isso não será comentado no filme.”

Essa não é a primeira vez que outro cineasta contesta o visual que David Ayer estabeleceu para a personagem. Em Aves de Rapina, a diretora Cathy Yan também atualizou o figurino da Arlequina, deixando ele menos sexualizado, além de ter incorporado várias mudanças nas tatuagens à narrativa, pela justificativa do término da protagonista com o Coringa. Essa jornada só deve continuar em O Esquadrão Suicida.

Arlequina ganhou novo visual em Aves de Rapina

Além de Margot Robbie, os atores Joel Kinnaman, Jai Courtney e Viola Davis retornam nos papéis do filme original, que também contará com a adição de Idris Elba, John Cena, Peter Capaldi, entre outros, em papéis inéditos.

A estreia de O Esquadrão Suicida está marcada para 6 de agosto, nos cinemas e nas telas da HBO Max. Aproveite e veja todos os segredos do trailer mais recente abaixo:

Imagem de perfil
sobre o autor Arthur Eloi

Repórter entusiasta de filmes ruins, jogos de tiro e de horror em todas as suas formas. Dá notas duvidosas para obras questionáveis • @ArthurEloi117