Quem é O-Bengh? Saiba tudo sobre o mentor do Doutor Estranho em What If…

Capa da Publicação

Quem é O-Bengh? Saiba tudo sobre o mentor do Doutor Estranho em What If…

Por Melissa de Viveiros

O quarto episódio de What If…? trouxe uma versão bem diferente do Doutor Estranho. Devastado pela perda de sua amada, o mago vai atrás de qualquer tipo de conhecimento que possa salvá-la. É em busca disso que ele acaba na Biblioteca de Cagliostro, encontrando o misterioso guardião do local. Chamado de O-Bengh, o personagem adota um papel de mentor, tentando direcionar o personagem de Benedict Cumberbatch para um caminho melhor e oferecendo a ele sabedoria ao invés de poder.

A trama, no entanto, não responde com clareza quem o personagem é e do que ele é capaz. Nos quadrinhos, ele possui uma outra identidade, indicada mas não confirmada na animação. Neste artigo, apresentamos melhor a história de O-Bengh!

Quem é O-Bengh nos quadrinhos da Marvel?

Ao encontrar O-Bengh na série animada, o Doutor Estranho pergunta onde poderia encontrar Cagliostro, o misterioso mago que teria conseguido superar as limitações do universo e ir contra os acontecimentos de um Ponto Absoluto. Recebendo apenas uma resposta enigmática, o mago questiona se o outro personagem é o próprio dono da biblioteca. O guardião se apresenta, revelando se chamar O-Bengh, sem se preocupar em negar ou confirmar as suspeitas iniciais de Stephen Strange.

O mentor de Stephen Strange no episódio.

Nos quadrinhos, a resposta fica um tanto mais clara. O-Bengh é uma das muitas identidades de Cagliostro na versão das HQs, existindo a especulação de que esse seria seu nome real. Também é mostrado que ele foi um governante da Índia há mais de mil anos atrás. Em certo ponto de sua vida, ele chegou até a se encontrar com o Doutor Destino, que estava viajando no tempo, e ensina certos segredos sobre magia para ele.

O grande objetivo de Cagliostro nos quadrinhos é se tornar imortal, e ele utiliza diversos meios de prolongar sua vida. Ele mata o mago Al-Tothas e rouba sua forma, além de utilizar o Darkhold para descobrir outros meios de manter sua imortalidade, descobrindo uma poção feita com sangue de vampiros que o tornaria imortal. Muito tempo depois, ele se tornou um conselheiro do rei Luís XVI, só assumindo a identidade de Cagliostro em algum momento por volta do ano 1700.

Sendo um mago, o personagem possui muitos poderes semelhantes aos do Doutor Estranho, podendo usar energia mística, projeção astral, telepatia e teleporte.  Entre essas, é a projeção astral que se destaca, possibilitando que ele separe seu espírito de seu corpo, viajando pelo tempo e espaço enquanto seu corpo físico permanece no mesmo local. As projeções dele são praticamente invulneráveis, o que permitiu a ele ir a múltiplos lugares do universo, que foi como ele adquiriu todo seu conhecimento.

O já citado Darkhold também é uma das fontes dos poderes que o mago possui. O livro, feito por ninguém menos que Chthon, contém inúmeros feitiços malignos e o potencial de canalizar a influência de seres poderosos. As HQs sugerem que o mago nunca utilizou o poder completo do livro, mas foi por meio dele que Cagliostro encontrou a formúla para prolongar sua vida.

O-Bengh é Cagliostro no MCU?

O episódio não deixa claro se o Universo Cinematográfico da Marvel também colocará O-Bengh sendo na verdade Cagliostro. Como mencionado, a resposta do personagem não é exata, deixando ambíguo se isso será mantido. Considerando que o mago possui muitas identidades, a possibilidade existe, mas nada foi confirmado até agora.

Existe a possibilidade que, no ponto em que ele é visto na história, o mentor de Stephen Strange na animação decidiu deixar a identidade de Cagliostro para trás. Como explicado acima, nos quadrinhos ele adota muitas identidades, mas é especulado que O-Bengh seja seu nome verdadeiro. Além disso, parte da sabedoria que ele oferece ao protagonista do episódio pode ter sido tirada de suas experiências passadas. Isso porque, nas HQs, ao se tornar Cagliostro ele também se apaixona e se casa com uma mulher chamada Lorenza. Eventualmente, ele a perde quando ela é transformada em uma vampira, e apesar de buscar incessantemente por uma cura, ele não é bem sucedido, e acaba precisando matar sua amada.

O Livro de Cagliostro já apareceu no MCU, embora pouco se saiba sobre o mago.

Vale notar também que apesar da base semelhante, os personagens na animação e nos quadrinhos possuem uma diferença fundamental relacionada à mortalidade. Enquanto nas HQs ele busca como prolongar sua vida indefinidamente, no episódio seu papel é o oposto: é ele quem tenta ensinar ao Doutor Estranho que é importante respeitar o tempo das coisas, incluindo a morte. Ao aceitar que o tempo passe e impedir que o mago o previna de morrer, ele vai diretamente contra o Cagliostro apresentado nos quadrinhos, cuja motivação central é evitar a morte.

Ainda assim, pode ser que a escolha do MCU seja simplesmente de modificar toda a base do personagem, mantendo que ele é alguém sábio e poderoso, mas mudando suas motivações e trajetória. Seu fim pode ser uma indicação disso, já que a associação entre o guardião da biblioteca e seu criador está presente no episódio. Esta também pode ser apenas uma das variantes de Cagliostro, já que se trata de um universo alternativo. E, como mencionado, ele pode simplesmente ter aceitado este ponto após seguir uma trajetória semelhante à de Stephen, tentando salvar sua amada sem sucesso e passando a aceitar que tudo tem o seu tempo, incluindo a morte.

Como Cagliostro pode influenciar o MCU?

Além de sua conexão com o Doutor Estranho e da biblioteca deixada por ele, a principal ligação entre o personagem e o MCU é o Darkhold. Apresentado em WandaVision, o livro era posse de Agatha Harkness antes de ela ser derrotada por Wanda. Agora, é esta última quem possui o livro, que ela aparece lendo ao fim da série.

Wanda lê o Darkhold ao fim de WandaVision.

Outra conexão que poderia ser explorada está relacionada aos vampiros. Embora eles ainda não tenham sido apresentados nos filmes, é possível que isso não demore muito a acontecer, já que um filme do Blade está em desenvolvimento. Caso o Universo Cinematográfico explore acontecimentos passados ou apresente outra versão de Cagliostro, é possível que ele apareça neste núcleo, já que prolonga sua vida caçando vampiros para utilizar seu sangue.

No momento, Doutor Destino também não participa do MCU, mas deve se tornar parte dos filmes quando o Quarteto Fantástico chegar às telonas por meio de uma produção da Marvel Studios. Nos quadrinhos, o vilão aprende o básico de magia de O-Bengh, conexão que ainda pode ser mantida nas obras live-action.

Como fica claro, existem muitos meios de integrar o personagem a diferentes núcleos e narrativas. Seu fim na animação não precisa necessariamente ser o mesmo em um universo diferente, e no universo principal do MCU ele ainda pode aparecer um pouco mais vilanesco. Ao mesmo tempo, sua apresentação enigmática pode ser mantida ao mesmo tempo juntamente com sua influência por meio de ações passadas. Resta aguardar para ver como a Marvel Studios abordará o personagem, mas a aparência dele ser baseada no ator que o dublou também parece indicar que veremos O-Bengh novamente.

Fique com:

Imagem de perfil
sobre o autor Melissa de Viveiros

Graduanda em Letras na UFMG. || What is infinite? The universe and the greed of men. || @windrunning_