Capa da Publicação

Netflix anuncia que vai começar a produzir jogos originais para os assinantes

Por Arthur Eloi

A Netflix vai entrar de cabeça nos videogames. A empresa de streaming confirmou que passará a oferecer jogos de celular como parte de sua assinatura, em um esforço de expandir seu alcance ao longo dos anos.

Em comunicado (via Collider), o executivo Greg Peters explicou que a ideia é garantir mais opções de conteúdo para os assinantes, além de também abrir a porta para expandir franquias da casa em outras mídias:

Os games serão extensões das nossas propriedades intelectuais. Acreditamos que é uma área muito rica, mas vamos testar com jogos individuais. No fim das contas, a iniciativa é para criar bons games, e esses podem surgir de diferentes fontes diferentes. É bem possível que, eventualmente, um jogo dê origem a uma série ou filme. Também vamos criar obras licenciadas. É uma ótima forma de aumentar o volume de ofertas que temos, de aprender rapidamente e, quando acertarmos a mão na produção, descobrirmos onde focar nossas energias.

Por enquanto, a Netflix apenas citou jogos para celular, com nada previsto para consoles por enquanto. Nenhum título foi anunciado, mas a empresa já garantiu que os games estão disponíveis apenas para assinantes, sem compra individual e nem microtransações ou venda de itens digitais.

Vale lembrar que essa não é a primeira vez que o streaming flerta com experiências interativas. Em 2018, a Netflix produziu Bandersnatch, o episódio interativo de Black Mirror, e no ano seguinte adicionou jogos da Telltale Games ao catálogo, como Minecraft: Story Mode.

Black Mirror: Bandersnatch foi um dos primeiros experimentos interativos da Netflix

Não há previsão para o início da produção de games da Netflix, e os executivos da empresa garantem que será um processo lento, tocado ao longo dos próximos anos.

Gostou da novidade? Deixe nos comentários abaixo, e aproveite para conferir 10 jogos que poderiam virar séries da Netflix no mesmo estilo de Castlevania:

Imagem de perfil
sobre o autor Arthur Eloi

Repórter entusiasta de filmes ruins, jogos de tiro e de horror em todas as suas formas. Dá notas duvidosas para obras questionáveis • @ArthurEloi117