Naruto: Por que a Técnica dos Multiclones das Sombras é um jutsu proibido?

Capa da Publicação

Naruto: Por que a Técnica dos Multiclones das Sombras é um jutsu proibido?

Por Nick Narukame

Os Kinjutsus são, em uma tradução literal, técnicas proibidas no universo de Naruto. Motivos dos mais variados levam uma técnica a ser considerada um kinjutsu, sendo eles causa de dano físico grave nos usuários, ir contra as leis da natureza e técnicas de dizimação em massa.

Levando em conta que Naruto parece não ter nenhum problema similar ao executar a técnica dos multiclones das sombras, por que então ela é considerada um kinjutsu?

Naruto utilizando o jutsu multiclones das sombras.

O que é o Kage Bunshin no Jutsu?

Durante o arco de apresentação do anime, acompanhamos o protagonista Naruto ser reprovado na Academia Ninja por não conseguir executar um clone de si mesmo utilizando das forças de seu chakra. Era o exame final de graduação e ele fracassou vergonhosamente por três vezes seguidas.

Porém, mesmo com a reprovação como certa, o garoto não desiste e, depois de ser enganado por Mizuki para que roubasse o pergaminho de selos proibidos da aldeia com a promessa de uma graduação instantânea se ele aprendesse alguma das técnicas presentes lá.

O jutsu no qual Naruto se foca ao obter o pergaminho é o Tajuu Kage Bunshin no Jutsu, uma versão amplificada do jutsu que o reprovou na Academia e, depois de um treino pesado e solitário, o garoto acaba por dominar a técnica com maestria, transformando-o em seu jutsu mais utilizado ao longo de toda a série.

A primeira vez que vemos Naruto usar o jutsu proibido no anime.

Por que o Tajuu Kage Bunshin no Jutsu é considerado proibido?

Esse jutsu é considerado um kinjutsu pela extrema quantidade de chakra que exige do usuário podendo causar um desgaste físico descomunal. Por esse mesmo motivo poucos são os ninjas que conseguem executar essa técnica com eficácia.

Cada clone criado exige um fluxo de chakra controlado dentro de si, uma vez que são réplicas reais e não apenas ilusões, logo, quanto mais clones presentes em campo mais chakra e, por sua vez, controle de chakra é exigido do usuário, podendo se tornar fisicamente perigoso pela quantidade de clones e pelo tempo em que a técnica permanecer ativar.

Naruto utiliza o multiclones das sombras para aperfeiçoar outras técnicas também.

Por que o consumo excessivo de chakra parece não afetar Naruto?

Naruto, por sua vez, não parece ser afetado tanto assim por esse problema, o que acaba fazendo com que a técnica não pareça tão perigosa quanto na verdade é. O ponto é que o fluxo de chakra do protagonista não é como o das pessoas normais e esse é o diferencial do garoto.

Por conta de seu fluxo intenso de chakra proporcionado por sua ligação com Kurama, Naruto consegue esbanjar de sua energia sem que isso o afete tanto quanto afetaria um ninja normal. O caso é que, sim, o Jutsu Multiclones das Sombras pode ser bastante perigoso para quem o utiliza e é por essa razão que se trata de um kinjutsu, mesmo que, quando o protagonista o utilize, isso não fique tão claro. Assim, o jutsu é menos perigoso para ele justamente por ele ser um jinchuuriki, e poder contar com as vastas reservas de chakra da Raposa de Nove Caudas.

Aproveite e confira também:

Imagem de perfil
sobre o autor Nick Narukame

Graduada em Letras pela UFF, moradora do fim do mundo, escritora amadora e cosplayer sem talento. Dotada com o superpoder de fazer as piadas mais sem graça da face da terra. Se quiser alimentar, dê chocolate. || @narukamenick