Ms. Marvel: Entenda por que os poderes da heroína podem ter sido alterados na série

Capa da Publicação

Ms. Marvel: Entenda por que os poderes da heroína podem ter sido alterados na série

Por Junno Sena

Adaptações podem ser traiçoeiras. Algumas seguem uma fidelidade estética. Outras preferem mudar todo o rumo do personagem. Mas a verdade é que, desde o Marvel Cinematic Universe (MCU), as expectativas em relação a adaptações estão cada vez mais rigorosas. E isso não é diferente para a Ms. Marvel, Kamala Khan.

A série, antes prevista para chegar ao Disney+ neste ano, mas adiada para 2022, tem levantado questões sobre uma característica importante da personagem: seus poderes. Enquanto a atriz Iman Vellani parece conseguir transparecer a personalidade animada da Kamala, talvez os roteiristas tenham planos diferentes para a heroína. Aqui, você vai entender o que pode mudar na série.

A origem da personagem na Marvel

Cena do quadrinho Ms. Marvel: Nada Normal

Começando por um assunto que tem sido constantemente citado nos quadrinhos da Marvel: a névoa terrígena. Em 2013, no final do evento Infinito, Raio Negro utiliza o seu grito para destruir Attilan e ativar a bomba terrígena. A mesma premeia a Terra com um gás capaz de transformar humanos, que possuem gene latente inumamo, em Inumanos.

Isso foi o que aconteceu com Kamala quando em uma noite, fugiu de casa para encontrar colegas no rio Hudson. Quando percebeu, a fã de super-heróis acordou dentro de um casulo tendo alucinações com Carol Danvers, Capitão América e Homem de Ferro. Ao sair do casulo estava de cabelo loiro e vestindo as roupas da antiga Ms. Marvel. O resto foi história. Criou seu uniforme a partir de um burkini, adotou o nome de Ms. Marvel e teve diversos encontros com figuras famosas, como Homem-Aranha, Wolverine e Capitã Marvel

Essa breve história de origem pode ser encontrada no volume Ms. Marvel: Nada Normal. Daqui, já podemos sacar um dos poderes da personagem: metamorfose limitada. Kamala pode alterar a aparência de suas roupas e cabelos. Mas, o que é mais explorado pelos roteiristas é a capacidade de esticar, aumentar ou diminuir qualquer parte de seu corpo.

Adaptações para que te quero

Cena do teaser de Ms. Marvel

E esse tem sido o consenso entre os roteiristas de quadrinhos, animações e jogos até o momento. Talvez esse seja o motivo do pé atrás em relação à mudança, dado que a personagem da Kamala e sua origem não mudaram tanto em outras mídias. Na animação, Avengers Assemble, por exemplo, a personagem não sofreu grandes alterações, assim como no jogo Avengers (2020). Em ambas, podemos ver a habilidade da mesma de modificar sua massa, além do seu fator de cura acelerado e o famoso “alongamento”, “embiggen” no inglês.

Por outro lado, visualmente, os poderes da heroína não são uma constante. Característica que vai ser importante mais a frente, mas que já pode ser discutida aqui quando observamos a mecânica da gameplay de Kamala em Avengers. Seus poderes giram em torno de modificar o seu corpo para causar dano nos inimigos, mas as ondas de choque e os movimentos da personagem causam uma bioluminescência amarela que pode lembrar algumas cenas dos quadrinhos.

A solução encontrada pelos produtores dessas mídias não é aleatória. Os poderes da jovem Ms. Marvel se assemelham muito a de outro herói conhecido da Marvel, o Reed Richards, também conhecido como Sr. Fantástico. A motivo da mudança talvez não seja com intuito de torná-la original ao lado do personagem, uma vez que existem tantos heróis com poderes similares, mas pode ser um indício, uma vez que há planos de vermos a família Richards no MCU futuramente.

O que espera pela personagem na série

Visual do uniforme e poderes da personagem para a série

Porém, o que mais temos ao redor de Kamala são suposições. Há alguns meses atrás, o diretor Bilall Fallah postou um desenho da heroína em seu Instagram. Além de algumas mudanças no visual, como seu tênis All Star e burkini roxo, a personagem parecia envolta de uma energia também roxa. 

A razão para o desenho ter ganhado a atenção dos fãs, foi que um vazamento no 4chan conectava as mudanças estéticas com possíveis mudanças na origem da personagem. Mesmo as fontes não sendo confiáveis, o vazamento dizia que Kamala Khan ainda seria uma Inumana, mas que nenhum personagem da Família Real apareceria na série, incluindo Lockjaw.

Além disso, uma organização criada para controlar Inumanos, similar a apresentada no videogame, seria inserida na narrativa da série da Disney+. Outro ponto importante do vazamento é que, além de seus poderes elásticos, Kamala teria a capacidade de projetar objetos de seus braceletes, como escudos e adagas. E, imagens do set e possíveis vazamentos de pôsteres apontam que esses poderes produzem uma luminescência roxa, explicando não só o desenho de Fallah, mas também uma rápida cena do trailer em que mostra a atriz Iman Vellani levitando ao redor de uma nuvem violeta.

O futuro de Kamala Khan no MCU

A heroína interpretada por Iman Vellani parece ter um grande futuro pela frente

Mesmo que nós estejamos no escuro tanto quanto Kamala nessa cena, o que nos sugere é que esse momento é a transformação da personagem como Inumana. Logo, podemos concluir, mas com ressalvas, que a identidade visual da série e dos poderes da heroína seguirão essa estética. 

Tais modificações não são um problema, mas podem possuir explicações ainda mais profundas. Quando G. Willow Wilson criou a inumana, Kamala exercia um papel muito similar ao “amigo da vizinhança”, Peter Parker. Isto é, suas ações e interações se mantinham, principalmente, em Jersey City. Mas, quando comparados, a uma escala cósmica, com habilidades de personagens como Capitã Marvel, os poderes de Kamala podem parecer desiguais.

Essas mudanças, desde poderes até características de seu traje — como braceletes funcionais —, promovem uma estética mais “heróica”, podendo sugerir algumas preparações para o que Carol Danvers, Mônica Rambeau e Kamala irão enfrentar em The Marvels, que tem lançamento previsto para 2023. 

A série promete trazer a representatividade e consciência social dos quadrinhos

Além disso, é importante apontar que Inumanos ainda é um assunto polêmico e confuso para o MCU. Tendo sido adaptado com uma série que não fez muito sucesso pela ABC e por Marvel’s Agents of SHIELD com diversas mudanças, as chances da trajetória de Kamala possuir mudanças significativas é grande. 

Mas, é válido dar uma olhada no time de produção da série. Vellani pode estar interpretando a primeira heroína muçulmana da Marvel, mas a verdade é que ela não é a única fazendo história. Na produção temos ainda Sharmeen Obaid-Chinoy, Meera Menon e a roteirista chefe Bisha K. Al. Mesmo com as mudanças, o que Ms. Marvel promete ter é o mesmo gosto de representatividade e consciência social dos quadrinhos.

“Tenho trabalhado duro com um time incrível para poder trazer essa série à vida. A pressão e responsabilidade que sentimos é intensa. O amor que sentimos é imenso. Rezando para que possamos fazer com que todos fiquem orgulhoso”, escreveu a quadrinista Sana Amanat no Twitter.

Por enquanto, apenas podemos esperar pelo melhor, criar teorias sobre o assunto e assistir de novo ao teaser da série. Ms. Marvel ainda está sem data de lançamento, mas está prevista para 2022 no Disney+.

Veja também:

Imagem de perfil
sobre o autor Junno Sena

Pós graduando em Antropologia com o raio problematizador ligado no 120. Assiste filme trash para relaxar e dorme cantarolando a trilha sonora de A Hora do Pesadelo. Blaxploitation na veia e cinema coreano no coração. Atualmente mora em Petrópolis, RJ.