Matrix Resurrections: Reveladas as primeiras reações ao novo filme da franquia

Capa da Publicação

Matrix Resurrections: Reveladas as primeiras reações ao novo filme da franquia

Por Arthur Eloi

Depois de 18 anos, a saga Matrix enfim está retornando aos cinemas com Matrix Resurrections. Com o longa prestes a estrear no mundo todo, a imprensa gringa já assistiu ao novo longa de Lana Wachowski, e agora temos as primeiras reações!

Desde já, o filme parece ser bastante divisivo pelos relatos iniciais. Grande parte dos jornalistas parece ter gostado da obra inédita, mas uns admiraram a coragem da diretora em criar algo que desafia a nostalgia dos espectadores, enquanto outros se decepcionaram um pouco com o humor metalinguístico e a falta de cenas de ação no longa.

Um dos pontos de consenso entre a imprensa são as ótimas performances de Keanu Reeves e Carrie-Anne Moss, que mostram muita química como Neo e Trinity. O elenco novato também ganhou bastante elogios, em especial Jessica Henwick (Punho de Ferro), Jonathan Groff (Mindhunter) e Neil Patrick Harris (How I Met Your Mother).

Confira algumas das reações da imprensa à Matrix Resurrections abaixo:

James Preston Poole, crítico do Full Circle Cinema, elogiou a coragem do longa:

Matrix Resurrections é duas coisas: um enorme dedo do meio às franquias de blockbuster modernas, e o Matrix 4 que nós merecíamos. Denso, visualmente único, sentimental, e com toda a ousadia das continuações. Ninguém acerta tanto quanto Lana Wachowski. Uma pequena reclamação é a falta de ação, em comparação à trilogia original, mas isso não atrapalha o aproveitamento. Basicamente tudo desde os três filmes e Animatrix ganham algum tipo de conclusão aqui.

 

Os novos personagens são ótimos. Bugs, vivida por Jessica Henwick, é o principal destaque, e o sucesso do filme está em como utiliza os novatos. Coisa bastante ousada que me lembra de O Último Jedi, apesar de saber que isso possa despertar a ira dos fanboys.

Liz Shannon Miller, editora do Consequence of Sound, reconheceu os defeitos da obra, mas disse que o efeito é melhor do que das continuações anteriores:

Não é perfeito. Há muitos momentos que não fazem sentido algum. Mas diferente de Matrix Revolutions, que partiu meu coração, Matrix Resurrections… faz o oposto, e isso me deixa muito feliz!

Jeff Zhang, crítico do Strange Harbors, afirma que o longa com certeza será bem divisivo:

Matrix Resurrections é INCRÍVEL! É uma meta-ficção ambiciosa que definitivamente será controversa. É uma reflexão do porquê Lana Wachowski não queria fazer outro filme de Matrix – só que em forma de outro filme de Matrix. Aborda as discussões de criação vs. destruição, retomada, e a ilusão da escolha em novos contextos.

Personagem novata vivida por Jessica Henwick parece ser um dos destaques de Matrix Resurrections

Clayton Davis, crítico da Variety, não curtiu muito o excesso de metalinguagem e a falta de espetáculo do longa:

Matrix Resurrections é muito autoconsciente de sua existência, brincando demais com si mesmo. Dá muita ênfase à história de amor, mas não à ação incrível e efeitos especiais, que é o que as pessoas querem. A melhor parte é Jonathan Groff, mas isso é válido em qualquer lugar.

A estreia de Matrix Resurrections acontece em 22 de dezembro nos cinemas.

Quais são as suas expectativas para o filme? Deixe nos comentários abaixo, e aproveite para conferir:

Imagem de perfil
sobre o autor Arthur Eloi

Repórter entusiasta de filmes ruins, jogos de tiro e de horror em todas as suas formas. Dá notas duvidosas para obras questionáveis • @ArthurEloi117