Matrix 4: Yahya Abdul-Mateen II compara a sua versão de Morpheus com a anterior

Capa da Publicação

Matrix 4: Yahya Abdul-Mateen II compara a sua versão de Morpheus com a anterior

Por Arthur Eloi

Matrix Resurrections, o novo filme da franquia, promete resgatar a trama e o elenco da trilogia original. Mas há uma exceção notável:  Laurence Fishburne, que viveu Morpheus na saga, não retornará, e uma versão mais nova de seu personagem será interpretada por Yahya Abdul-Mateen II (A Lenda de Candyman, Watchmen).

Agora, o ator enfim comentou a experiência de assumir um papel icônico, e também indicou que as regras da Matrix são diferentes do mundo real, portanto algo como o rejuvenescimento de um personagem pode acontecer.

Em entrevista à Entertaiment Weekly, Yahya Abdul-Mateen II comentou que vê a mudança como necessária, e que Morpheus precisava de uma repaginada:

Laurence já fez tudo que tinha para ser feito. Acredito que o roteiro criou uma nova narrativa e algumas oportunidades que abrem espaço para um novo Morpheus no universo de Matrix.

Ainda que esteja interpretando outra versão, parece que o Morpheus de Yahya Abdul-Mateen II reencenará grandes momentos da trilogia, como a luta contra Neo (Créditos: EW/Divulgação)

O ator também disse que sua versão não é tão parecida com anterior:

Essa é definitivamente uma nova versão. Eu interpreto um personagem que definitivamente sabe da história da Matrix e da história de Morpheus, e que está em uma jornada de autodescobrimento. Há muito no filme sobre crescimento, traçar o seu próprio caminho, e Morpheus não está acima disso. O que os espectadores vão descobrir é que há muitas regras na Matrix. Idade, aparência e outras coisas que nós temos como real podem ser manipuladas naquele mundo. A Matrix é onde tudo é possível.

Matrix Resurrections chega aos cinemas em 16 de dezembro. Aproveite e saiba mais sobre Yahya Abdul-Mateen II, o ator em ascensão que assumirá o posto de Morpheus no longa inédito:

Imagem de perfil
sobre o autor Arthur Eloi

Repórter entusiasta de filmes ruins, jogos de tiro e de horror em todas as suas formas. Dá notas duvidosas para obras questionáveis • @ArthurEloi117