Capa da Publicação

Marvel está sendo processada por “roubar” o design da armadura do Homem de Ferro

Por Gus Fiaux

Adaptado para os cinemas em 2008, o Homem de Ferro se tornou um dos “rostos” da Marvel Comics no cinema, deixando de ser um personagem B dos quadrinhos para se tornar um dos heróis mais populares e reconhecidos da história. Porém, agora a Casa das Ideias está sendo processada pela Horizon Comics (uma companhia canadense de quadrinhos) e pelos Irmãos Lai por supostamente ter “roubado” o design da armadura de Tony Stark.

De acordo com a acusação (via CTV News), o processo vem após anos de infração aos direitos autorais da Horizon e dos Irmãos Lai, algo que teria ocorrido em múltiplas ocasiões. O primeiro “plágio” teria ocorrido em Homem de Ferro 3, se estendendo posteriormente para outros filmes como Vingadores: Guerra Infinita e Ultimato, e Homem-Formiga e a Vespa.

Em entrevista, os Irmãos Lai explicam que começaram publicando uma minissérie em três edições chamada Radix, pela Image Comics. As HQs foram lançadas de dezembro de 2001 a abril de 2002 e já teriam sido plagiadas pelo MIT – o Instituto de Tecnologia de Massachussetts, um dos mais prestigiados centros acadêmicos dos EUA. Quando isso aconteceu, os Irmãos Lai chegaram a um acordo com o MIT e concordaram em não processá-los.

Contudo, o mesmo estaria acontecendo com a Marvel Studios desde 2013, com o lançamento de Homem de Ferro 3. De acordo com os irmãos, a armadura usada por Tony Stark no filme teria sido totalmente copiada de um de seus personagens na HQ Radix, chamado Caliban. Em 2019, eles inclusive perderam um processo após o juiz Paul Oetken ter visto “virtualmente nenhuma evidência” que ligasse o visual de Caliban à armadura do Homem de Ferro.

Pôster de Homem de Ferro 3 (esq.) e Caliban de Radix (dir.), um dos designs que a Marvel teria plagiado.

No novo processo, movido pela jurisdição do Canadá, a Horizon (que é dona dos direitos da HQ Radix) alega que a Marvel continua fazendo proveito do material plagiado em outros filmes, como Vingadores: Guerra Infinita. Eles também afirmam que há algum personagem de Radix que serviu de base para alguém em Homem-Formiga e a Vespa.

A acusação ainda cita: “Nem a Horizon e nem os Irmãos Lai deram qualquer forma de consentimento, implícito ou explícito, para a reprodução de seus trabalhos. Ao contrário, a Horizon anteriormente instituiu uma ação legal completa nos Estados Unidos para reforçar seus direitos de parte das obras. Após esse primeiro embate legal, a Marvel continua a infringir os direitos autorais de forma ainda mais chocante.”

Ainda não sabemos quando esse assunto irá a julgamento, mas pela vitória anterior da Marvel no processo de 2019, as chances de vitória da Horizon e dos Irmãos Lai são bem pequenas – ainda mais considerando a equipe legal da Casa das Ideias. De uma forma ou de outra, o que você acha das acusações? Será que a Marvel Studios realmente copiou o design da armadura do Homem de Ferro?

Você ainda pode ver a última aventura do Homem de Ferro nos cinemas em Vingadores: Ultimato, que está disponível no Disney+.

Abaixo, fique com 10 armaduras incríveis do Homem de Ferro que nós não vimos nos cinemas:

Imagem de perfil
sobre o autor Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Wouldst thou like to live deliciously? || @gus_fiaux