Capa da Publicação

Entenda o que é a Magia do Caos no Universo Marvel

Por Gus Fiaux

Lançado na última sexta-feira (26), o oitavo episódio de WandaVision pode até ter nos trazido mais questionamentos, mas também nos forneceu várias respostas sobre os mistérios que circulam na origem de Wanda Maximoff, a Feiticeira Escarlate. No capítulo, a heroína é forçada a revisitar os maiores traumas, medos e receios de sua vida por Agatha Harkness.

A vilã não apenas nos leva de volta a vários momentos importantes na vida da heroína, como também revela um pouco mais da origem dos poderes e da energia que vive na Vingadora. E no meio disso, um nome chamou bastante a atenção dos fãs: a Magia do Caos. Mas afinal, o que é isso? Como surgiu e como se relacionada com a Wanda das HQs? Aqui, iremos explorar um pouco mais sobre isso!

O que é a Magia do Caos?

Nos quadrinhos da Marvel, a Magia do Caos é um tipo de magia incrivelmente raro e poderoso. Na realidade, é algo tão singular que foi banido da Terra durante muitos anos pelos Magos Supremos mais antigos. Os magos mais novos, como o Doutor Estranho, sequer sabiam da existência dessa forma de energia, já que só a Feiticeira Escarlate se tornou capaz de controlar e dominar esse dom.

Através da Magia do Caos, seu usuário é capaz de alterar o tecido da realidade, o que torna esse tipo de energia muito perigoso. Basicamente, um usuário da Magia do Caos pode reescrever a história, apagar pessoas e traços genéticos, dar e tirar poderes e até mesmo criar realidades compactas, onde tudo aconteceu de uma forma diferente à realidade de onde esse usuário surgiu.

Essa energia surgiu de outra realidade e é proveniente de um deus cósmico ancestral e maligno, mas é utilizada por magos experientes. É importante lembrar que, nas HQs, a Magia do Caos não é o poder primário de Wanda Maximoff, mas é uma energia que acabou impregnando sua vida e se tornando indissociável de seus outros dons inatos. Por esse motivo, ela é considerada uma feiticeira, ainda que seus dons originalmente não tivessem nada a ver com magia.

Como essa energia surgiu?

Magia do Caos surgiu através de Chthon, um deus ancestral inspirado pelas lendas e mitos de H.P. Lovecraft, que dominou a Terra muitos anos antes da humanidade sequer sonhar em existir. Chthon, assim como outros Deuses Ancestrais, foi criado pelo Demiurgo, uma força de criação cósmica responsável pela formação do universo como conhecemos. Entre os “irmãos” de Chthon, existem divindades boas e más, como Gaia, Set e Oshtur, por exemplo.

Chthon era tido como o “Deus do Caos“, proliferando-se e dominando a Terra em uma era de deuses e monstros. Sua magia era tão poderosa que ele foi responsável por criar o Tomo Negro, um livro repleto de feitiços sombrios capazes de reescreverem a própria realidade. Esse livro acabou sendo perdido e encontrado ao longo dos anos por várias entidades malignas, que buscavam reviver o poder de Chthon ou o próprio deus.

Ao longo dos milênios, Chthon teve sua força aumentada a níveis periculosos. Ele só seria derrotado em um período bem posterior, já depois da existência da humanidade e dos Magos Supremos. Uma vez detido, ele foi banido e selado em uma montanha no Leste Europeu, no lugar que seria conhecido como Monte Wundagore. Esse lugar acabou sendo palco de muita atividade mística e também do nascimento de uma das maiores heroínas da Marvel.

Como a Feiticeira Escarlate se envolveu com a Magia do Caos?

Filha de ciganos e herdeira do título de Feiticeira Escarlate (um manto hereditário passado entre as mulheres de sua família), Wanda Maximoff nasceu junto de seu irmão gêmeo Pietro nas bases do Monte Wundagore. Ela cresceu na área, onde teve seu DNA alterado pelo Alto Evolucionário em uma série de experimentos genéticos que acabaram lhe garantindo os poderes de manipulação de probabilidades.

Porém, essa proximidade com o monte fez com que Wanda se tornasse um alvo do deus-demônio Chthon. Ainda que estivesse selado, Chthon estava desperto e conseguia sentir a presença de Wanda, notando que seus poderes de alteração de probabilidades seria um forte veículo para as suas energias caóticas. Por isso, enquanto ainda era uma garotinha, Wanda foi marcada pelo Deus do Caos para se tornar seu receptáculo.

Isso acabou nunca acontecendo, mas Wanda Maximoff foi imbuída dos poderes da Magia do Caos. Por isso, em suas primeiras aparições (quando ainda era mutante, antes dos retcoms mais recentes), ela aparece apenas alterando as probabilidades e causando efeitos inesperados, mas depois começou a se enveredar para o lado da magia, descobrindo em si a capacidade de reescrever realidades e alterar tudo dentro de seu campo de poder. Anos depois, ela seria treinada por Agatha Harkness e pelo Doutor Estranho para controlar esse poder sem deixá-lo tomar conta de si.

A Magia do Caos no Universo Cinematográfico da Marvel

Pelo que já vimos do oitavo episódio de WandaVision, a Magia do Caos é também muito poderosa no Universo Cinematográfico da Marvel. Na franquia, esse dom é o que torna Wanda digna do manto de “Feiticeira Escarlate”, embora isso ainda não tenha sido muito bem explicado. Além disso, pelo que Agatha Harkness (que, na série, é uma vilã e não uma mentora de Wanda) já nos revelou, a magia do caos foi o que deu os poderes originais da heroína, diferente das HQs em que os dons místicos vieram depois de seus poderes “mutantes”.

Ainda não sabemos com exatidão se as origens da Magia do Caos serão mantidas, já que até agora não tivemos uma referência a Chthon. Mesmo assim, levando em conta que a magia no MCU é sempre derivada de outras dimensões e entidades, é muito provável que isso acabe sendo revelado no último episódio da série ou até mesmo em Doutor Estranho no Multiverso da Loucura. 

Falando no filme do Mago Supremo, sabemos que a Feiticeira Escarlate já tem sua participação confirmada no longa e que os eventos de WandaVision influenciarão diretamente a trama do filme. É bem provável que vejamos Stephen Strange como o grande mentor da heroína nos caminhos da magia, uma vez que Agatha (que supre esse papel na maioria das vezes nas HQs) está sendo retratada como uma vilã e provavelmente não terá chance de redenção, considerando o histórico do MCU.

WandaVision está sendo exibida todas as sextas-feiras, no Disney+. Nesta sexta, dia 5 de março de 2021, irá ao ar o nono e último episódio da série, que deve mostrar o confronto final entre Wanda MaximoffAgatha Harkness.

A seguir, fique com os easter-eggs e referências do oitavo episódio de WandaVision:

Imagem de perfil
sobre o autor Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Wouldst thou like to live deliciously? || @gus_fiaux