Capa da Publicação

Luca: Ator de Alberto improvisou estúdio no armário de casa para gravar durante a pandemia

Por Arthur Eloi

A pandemia da COVID-19 complicou a vida de todas as produções, mesmo aquelas que já haviam sido finalizadas ou que sequer usam pessoas reais na frente das câmeras. No caso de Luca, animação da Pixar recém-lançada no Disney+, os atores tiveram que improvisar estúdios em casa para poder dar voz aos personagens do desenho.

Do elenco original de Luca, apenas Jacob Tremblay, a voz do menino-monstro Luca Paguro em inglês, conseguiu gravar presencialmente, já que sua parte foi iniciada pouco antes da pandemia, como ele contou (via Comic Book):

“Tive muita sorte de começar a gravar minha parte antes da COVID-19, então consegui ir aos estúdios da Pixar em São Francisco. É muito, muito legal lá! Mas então a pandemia começou e, inicialmente, iria continuar minha gravação em casa, mas os planos mudaram e eu acabei conseguindo fazer tudo em um estúdio em Vancouver, no Canadá.”

Atores por trás das vozes dos protagonistas de Luca tiveram experiências muito diferentes para gravar

Jack Dylan Glazer, a voz original de Alberto Scorfano, não teve a mesma sorte que o colega, tendo que improvisar uma cabine de gravação em casa. O mesmo ocorreu com Jim Gaffigan, voz do pai de Luca no longa. Glazer explica como sua experiência foi diferente do colega de elenco:

“Comecei a gravar logo que a pandemia começou, coisa de um dia depois. Então fiz tudo dentro de um armário na minha casa. Durante um ano inteiro. Na verdade, foi divertido. Meus vizinhos provavelmente não acham o mesmo porque eu passei todo esse período gritando dentro de um armário. As pessoas provavelmente achavam que eu era louco!”

Após adiamentos e complicações pela pandemia, Luca já está disponível no catálogo do Disney+, sem nenhum custo adicional.

Aproveite e veja abaixo nosso ranking de todos os filmes da Pixar, do pior ao melhor:

Imagem de perfil
sobre o autor Arthur Eloi

Repórter entusiasta de filmes ruins, jogos de tiro e de horror em todas as suas formas. Dá notas duvidosas para obras questionáveis • @ArthurEloi117