Capa da Publicação

Loki: Entenda a participação especial do quarto episódio

Por Gus Fiaux

Atenção: Alerta de Spoilers!

O quarto episódio de Loki chegou ao Disney+ nesta quarta-feira (30), trazendo vários easter-eggs e referências dos quadrinhos e do Universo Cinematográfico da Marvel. Aqui, vemos o que aconteceu com o Deus da Trapaça e a sua versão feminina após o final trágico do terceiro episódio – porém, os fãs da Marvel Studios vão se deliciar com uma participação mais do que especial no novo capítulo!

No episódio, Loki Sylvie são capturados pela Agência de Variação Temporal e separados. Loki fica sob a custódia de Mobius M. Mobius, que para castigá-lo pela sua fuga, o leva até um salão em Asgard, onde ele é forçado a ficar em um loop temporal. Durante toda a cena, ele é visitado por Lady Sif (interpretada por Jaimie Alexander, que reprisa seu papel dos dois primeiros filmes do Deus do Trovão).

No loop, Sif aparece revoltada com uma nova peça pregada por Loki (o que parece ser um eco do passado do vilão, um momento do tempo que ele mesmo já viveu). Ela está com seus cabelos cortados de forma irregular, esbraveja e dá vários socos, chutes e pontapés no Deus da Trapaça, sempre lembrando-o de que esse é o motivo pelo qual ele sempre estará sozinho.

Jaimie Alexander retorna como Lady Sif, presa em um loop temporal.

Não há muito desenvolvimento da personagem além disso – até porque não se trata da verdadeira Sif, mas sim de uma reconstrução temporal da AVT. Ainda assim, é interessante vê-la novamente porque a atriz não participava do Universo Cinematográfico da Marvel desde Thor: O Mundo Sombrio (isto, é claro, desconsiderando a presença em Agentes da S.H.I.E.L.D., já que a série aparenta não fazer parte do cânone do MCU).

Ligação com a mitologia

A trama desse loop temporal tem uma conexão muito importante com a própria mitologia de onde surgem esses dois personagens. Nos mitos e lendas nórdicos, Loki é conhecido por cortar os cabelos de Lady Sif, enquanto ela estava adormecida, como parte de uma peça pregada aos Deuses de Asgard. Como Sif era a amada de Thor, a traquinagem do Deus da Trapaça atraiu a ira de vários asgardianos.

Posteriormente, os anões criam fios de cabelos dourados e implantam na cabeça de Sif, para que ela possa ter novos cabelos. Algumas lendas dizem que o cabelo de Sif era loiro antes do corte, enquanto outros mitos apontam para o fato de que ela tinha cabelos escuros, como sua contraparte da Marvel. De um jeito ou de outro, é uma interessante conexão com a mitologia nórdica.

Loki corta o cabelo de Sif na mitologia nórdica.

E essa antiga história já chegou até a ser incorporada em alguns quadrinhos. Na minissérie Os Julgamentos de Loki, nós podemos ver uma pequena adaptação desse mito, já que a HQ incorpora muito da mitologia acerca do personagem. Contudo, tanto nas lendas quanto nas HQs, Loki chega a raspar o cabelo de Sif, deixando-a totalmente humilhada. Aqui na série, vemos que ele apenas arranca algumas mechas.

Loki vai ao ar às quartas-feiras, no Disney+. Caso ainda não assine o streaming, pode fazer isso aqui!

Abaixo, veja 7 fatos e curiosidades sobre Tom Hiddleston:

Imagem de perfil
sobre o autor Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Wouldst thou like to live deliciously? || @gus_fiaux