Capa da Publicação

Quem é Ravonna Renslayer? Conheça a origem, história e poderes da personagem de Loki

Por Gus Fiaux

Quem tem acompanhado Loki sabe que a série tem apresentado vários elementos e personagens bem importantes dos quadrinhos, ao mesmo tempo em que cria uma história ainda mais ousada e complexa para o Deus da Trapaça. Porém, uma figura que tem chamado bastante atenção é Ravonna Renslayer, interpretada por Gugu-Mbatha Raw.

Na série, ela é uma juíza da AVT e está participando ativamente do caso de Loki. No entanto, ela é uma personagem bem diferente nos quadrinhos, tendo sido criada por Stan Lee Don Heck nas páginas de Avengers #23, lançada em dezembro de 1965. Aqui, você pode conferir um pouco mais sobre a história de Ravonna e como a personagem ainda tem muito a mostrar no Universo Cinematográfico da Marvel!

Quem é Ravonna Renslayer nas HQs?

Ravonna Lexus Renslayer nasceu no século 40, filha do Rei Carelius, um grande governante terráqueo deste período. É importante notar que ela não vem da Terra-616, onde se passam as principais histórias da Marvel Comics em seu “universo tradicional”. Em vez disso, a personagem surgiu na Terra-6311, um dos vários futuros possíveis que poderiam ser desencadeados a partir dessa linha temporal “central”.

Quando Ravonna ainda era uma jovem mulher, o viajante temporal conhecido como Kang, o Conquistador quase dominou o império do Rei Carelius. Ele só desistiu por ter ficado atraído por Ravonna, o que acabou resultando em várias investidas ao longo dos anos. A mulher sempre negou Kang, por achá-lo um crápula mal-intencionado e com um forte desvio de caráter.

Certa vez, Kang trouxe os Vingadores do passado para enfrentá-los e mostrar sua força para Ravonna. Logo, tanto o vilão, quanto os heróis e a própria princesa precisaram se aliar para enfrentar um exército rebelde. Na batalha, ela acabou morrendo e isso fez com que Kang fosse até o limbo em busca de sua amada. Ela retornou com uma nova personalidade, dessa vez mais ambígua moralmente e mais aliada aos interesses de Kang.

Posteriormente, ela inclusive assumiu o nome de Terminatrix e começou a batalhar Kang pelo domínio de sua maior propriedade, Cronópolis. Os dois viviam em pé de guerra, mas vez ou outra se reconciliavam. Contudo, a personagem chegou a um fim brutal quando Immortus – uma versão futura de Kang – destruiu Cronópolis durante o arco de histórias Vingadores: Eternamente.

Poderes e habilidades

Ravonna Renslayer não possui nenhum poder ou habilidade diretamente associado ao seu código genético. Ela é uma humana comum, e todos os seus dons são derivados diretamente do contato que tem com tecnologia futurista no Universo Marvel. Assim como Kang, ela é capaz de “convocar” armas de qualquer período temporal e usá-las ao seu bel-prazer conforme a necessidade.

Além disso, ela também possuía uma armadura especial quando se tornou a Terminatrix, feita de um material de origem desconhecida que lhe garantia diversas habilidades especiais. O traje podia mudar de forma conforme suas demandas, e certa vez ela usou esse dom para se passar por Nebulosa, a pirata espacial que é bem conhecida pelos fãs dos Guardiões da Galáxia nos cinemas.

No mais, Ravonna também é conhecida por seu treinamento em diversos estilos de artes marciais, sobretudo artes futurísticas do Século 40. Com esses conhecimentos, ela se tornou uma combatente mais que eficaz, sempre usando a força de seus inimigos contra eles. E de acordo com Gugu Mbatha-Raw, esses dons de combate são importantes para sua versão da personagem no Universo Cinematográfico da Marvel.

Fora dos quadrinhos

Antes mesmo de fazer sua estreia no Universo Cinematográfico da Marvel, a personagem já havia aparecido em outras mídias fora dos quadrinhos. Ela participou da animação Os Vingadores: Os Maiores Heróis da Terra, com a voz de Cindy Robinson. Aqui, ela é tida como uma mulher que sofre as consequências da viagem temporal de Kang.

Os Vingadores precisam salvá-la em duas circunstâncias diferentes. Em uma delas, ela é colocada em coma quando é lentamente apagada da existência. Depois, aparece em seu estado de êxtase quando os maiores cientistas da Terra – como Hank Pym e o Senhor Fantástico – se reúnem para tentar reverter o processo e salvá-la.

A personagem também apareceu no game LEGO Marvel Super Heroes 2, com voz de Kate O’Sullivan. Nessa versão, ela é comprometida com Kang e está sempre o seguindo enquanto ele viaja pelo tempo. Contudo, nós logo descobrimos que ela está vazando as informações das conquistas do vilão para os Vingadores, e quando Kang é derrotado, ela fica encarregada de prendê-lo em sua linha temporal original.

Ravonna em Loki

A personagem fez sua estreia no primeiro episódio de Loki, sendo interpretada por Gugu Mbatha-Raw (de A Bela e a Fera O Paradoxo Cloverfield). Aqui, a personagem foi completamente modificada e embora não saibamos muito de suas origens – o que torna ainda possível vê-la como um interesse para Kang no futuro -, ela certamente não é a mesma princesa dos quadrinhos.

Aqui, Ravonna serve como uma juíza para a Agência de Variação Temporal, a serviço dos Guardiões do Tempo (entidades mitológicas que ajudaram a transformar o Multiverso em uma única linha temporal unificada). Desde o primeiro episódio, vemos que o seu trabalho é justamente julgar as “variantes temporais” – ou seja, pessoas que foram deslocadas de seu tempo e causaram ramificações na história do universo.

No final do segundo episódio, quando uma das Variantes de Loki causa várias ramificações na linha temporal, nós temos uma breve cena de Ravonna pegando armas e partindo em desespero. Esse é um forte indício de que ela terá mais destaque nos próximos episódios, possivelmente partindo para o confronto físico com Loki e todas as suas variantes pelo novo Multiverso.

Loki vai ao ar às quartas-feiras, no Disney+.

Abaixo, confira os easter-eggs e as referências do segundo episódio de Loki:

Imagem de perfil
sobre o autor Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Wouldst thou like to live deliciously? || @gus_fiaux