Capa da Publicação

Liga da Justiça: Morte de herói separa o grupo nas HQs

Por Melissa de Viveiros

Ao longo dos anos, a Liga da Justiça já enfrentou incontáveis perigos e ameaças. Através de tudo, a equipe se manteve unida, desenvolvendo laços profundos que vão muito além do trabalho de equipe. Assim, não é surpresa que a perda de um de seus membros fosse afetar a todos os outros profundamente, muito além de suas experiências individuais. É isso que mostra o primeiro volume de Justice League: Last Ride, onde a morte do Caçador de Marte resulta na dissolução do grupo (via CBR).

Ainda não se sabe exatamente como o herói perdeu sua vida. A história já se inicia com a Liga separada, se reunindo apenas para completar uma última missão. A tarefa deles é manter o Lobo vivo até que ele seja julgado por matar os Novos Deuses. Depois disso, eles seguiriam seus caminhos separadamente, e a Tropa dos Lanternas Verdes se tornaria responsável pela proteção da Terra.

Inicialmente, fica claro que o Batman não pretendia retornar nem mesmo para essa última tarefa. Ele só concorda após uma conversa com o Superman, na qual é revelado que foi a morte de J’onn J’onzz que destruiu a equipe. Ainda assim, o que ocorreu não é explicado. Fica claro, no entanto, que a situação tornou o relacionamento dos dois bastante tenso.

A princípio, o Flash duvida até que a dupla iria aparecer na Torre de Vigilância. Apesar de ambos comparecerem, a reunião acaba em discussão. Enquanto Superman protesta a ideia de que Batman deveria ser o líder, este último rebate que o Homem de Aço não é bom com decisões. Eles parecem atribuir a culpa pela morte de J’onn um ao outro, algo que continua piorando ao longo da interação dos dois.

O conflito entre Batman e Superman.

Em determinado ponto, o herói de Metrópolis argumenta que não é capaz de estar em todo lugar ao mesmo tempo, algo com que o Cavaleiro das Trevas concorda. Isso deixa o primeiro ainda mais irritado, principalmente quando o Homem Morcego sugere que sua falta de ação levou à morte do Caçador de Marte. A briga dos dois continua, com Clark afirmando que foi Bruce quem enviou J’onn para os eventos em que ele perdeu a vida.

As circunstâncias exatas do evento permanecem obscuras, mas o próximo passo da equipe indica que a situação está ligada a Apokolips. Batman afirma que eles precisam voltar ao planeta, indicando que eles estiveram lá anteriormente. Pode ser que a Liga tenha ido ao mundo de Darkseid em uma missão, da qual J’onn não voltou. Isso estaria de acordo com as acusações de Bruce e Clark, caso o primeiro tenha enviado o Caçador de Marte nesta tarefa e o segundo tenha falhado em chegar até ele a tempo de salvá-lo.

Batman sugere que o grupo volte a Apokolips.

No começo da história, Superman tem pesadelos que parecem confirmar que foi isso que aconteceu. Nos sonhos, fogo cai do céu enquanto o herói tenta salvar todos os habitantes de Metrópolis de uma vez. Ele não consegue fazê-lo, o que poderia ser uma representação da culpa que sente por não conseguir salvar a J’onn, ainda que a razão disso seja que ele estava protegendo outras pessoas.

O que você acha que aconteceu de verdade? Comente!

Veja também nossa lista com 10 vezes em que a Liga da Justiça não conseguiu salvar o dia:

Imagem de perfil
sobre o autor Melissa de Viveiros

Graduanda em Letras na UFMG. || What is infinite? The universe and the greed of men. || @windrunning_