Capa da Publicação

Jujutsu Kaisen: Conheça as técnicas mais poderosas do anime

Por Márcio Jangarélli

Atenção: Alerta de Spoilers!

Além de personagens super carismáticos e um mundo fascinante, Jujutsu Kaisen também apresentou poderes e técnicas dignos dos melhores animes – seja do lado dos heróis ou vilões.

No universo de Jujutsu, pessoas com energia amaldiçoada, com a chance de se tornar feiticeiros ou usuários de maldições, podem carregar dois tipos de técnicas principais: Técnicas Hereditárias e Técnicas Inatas. É a diferença entre o que é transmitido por uma linhagem sanguínea ou aquilo que é próprio de um indivíduo.

Técnicas Hereditárias, como o nome sugere, são habilidades de manipulação de energia amaldiçoada passadas de geração em geração pelas principais famílias de feiticeiros. É o caso do Mukagen, do Satoru, ou do Sekketsu Söjutsu, do Noritoshi, que são descendentes dos maiores clãs de jujutsu – Gojo e Kamo, respectivamente. Essas técnicas geralmente são mais poderosas por terem sido aprimoradas ao longo dos séculos.

Já as Técnicas Inatas são habilidades próprias do indivíduo, marcadas neles no momento em que nascem. Não são únicas, afinal existem pontos similares entre cada manipulação de energia amaldiçoada, mas não dependem de herança genética. É o caso do Sürei Juhö, da Nobara, e do Boogie Woogie, do Todou.

Abaixo, separei as técnicas mais poderosas já mostradas no anime! Claro, SPOILERS da primeira temporada de Jujutsu Kaisen a seguir. 

Técnicas Hereditárias

Mukagen (Ilimitado)

Gojo também conta com o Rokugan, os Seis Olhos, para fortalecer o Mukagen.

O Mukagen, também chamado de “Limitless”, em inglês, e “Ilimitado” por aqui, é a técnica hereditária do Clã Gojo. É uma das habilidades mais assustadoras mostradas em Jujutsu Kaisen, quando seu usuário pode manipular a energia amaldiçoada do espaço em níveis atômicos, lhe permitindo ficar praticamente invencível.

No anime, quem usa o Mukagen é Satoru Gojo, considerado o maior feiticeiro jujutsu da geração. Gojo aprimorou sua técnica ao máximo, gerando coisas como o Mugen (Infinito), onde ele manipula o espaço para criar uma barreira de “infinito” envolvendo seu corpo ou para se movimentar rapidamente, conseguindo até mesmo voar.

Além disso, vimos um pouco do poder ofensivo devastador do Mukagen. Gojo nomeia suas técnicas principais com o nome de cores primárias; para criar habilidades ainda mais poderosas, ele combina dois de seus poderes originais (misturando duas cores), gerando algo novo e quase indescritível.

Seu poder mais recente mostrado no anime é o Hollow Purple (Vazio Púrpura), que combina as forças de atração e repulsão, gerando uma energia que apaga da existência tudo que toca.

Sekketsu Sōjutsu (Manipulação de Sangue)

Noritoshi usou um pouco da Manipulação de Sangue em sua luta contra o Megumi e, depois, a Hanami.

No arco do intercâmbio entre as escolas Jujutsu, fomos apresentados a um membro do Clã Kamo no anime – uma das três principais famílias de feitiçaria. Noritoshi Kamo, da Escola de Quioto, então mostrou um pouquinho de uma das técnicas mais poderosas de jujutsu: Sekketsu Söjutsu, a Manipulação de Sangue.

Sekketsu Söjutsu é uma técnica hereditária do Clã Kamo e apenas a linhagem principal – com algumas exceções – pode aprendê-la. E ela é exatamente o que o nome sugere: o feiticeiro usa energia amaldiçoada para manipular seu próprio sangue, seja para aprimorar seu corpo ou para transformá-lo em arma.

Com o Sekketsu Söjutsu, o feiticeiro tem poder completo sobre a transformação do sangue – mas apenas o seu, de mais ninguém. Usando a energia amaldiçoada, ele pode manipular temperatura, pulsação, contagem de células, etc, lhe garantindo capacidade física e de regeneração aprimoradas. Imagine algo como o Gear 2 do Luffy em One Piece, por exemplo.

Em ataques ofensivos, o feiticeiro de Sekketsu Söjutsu, então, usa seu sangue como arma. Geralmente carregando bolsas com seu sangue, ele consegue transformar o líquido no que bem entender, sejam flechas, armadilhas ou lâminas. Por conta da manipulação e da energia amaldiçoada empregada, boa parte dos ataques são fatais e temidos por toda a comunidade jujutsu.

Tokusa no Kage Bōjutsu (Técnica das Dez Sombras)

Os Shikigamis principais do Megumi são os lobos e o Nue.

A primeira habilidade amaldiçoada que vemos no anime é um dos principais poderes hereditários de jujutsu, vindo do Clã Zenin. O Megumi é um usuário do Tokusa no Kage Böjutsu, a Técnica das Dez Sombras – que despertou o interesse até mesmo do Rei das Maldições, Ryomen Sukuna.

Com essa técnica, o feiticeiro usa as sombras como um agente “intermediário” para invocar Shikigamis para lutar. Shikigamis são espíritos amaldiçoados que servem como companheiros de batalha para feiticeiros. Os usuários de Tokusa no Kage Böjutsu podem controlar apenas dez Shikigamis por vez que, se mortos em batalha, não retornam, mas seu “espírito” fortalece o seguinte.

No caso do Megumi, ele usa suas sombras não apenas de forma ofensiva, mas para estocar ferramentas amaldiçoadas que ele mesmo usa em combate corpo a corpo. 

Vários pontos dessa técnica e seus usos sugerem uma conexão com outra habilidade famosa e temida do mundo jujutsu: Jurei Sōjutsu, a Manipulação de Espíritos Amaldiçoados. 

Jugon (Palavra Amaldiçoada)

As marcas na região da boca e língua do Toge são parte do Jugon.

Talvez um dos poderes mais legais de Jujutsu até agora, o Jugon – Palavra Amaldiçoada – é a habilidade hereditária da família Inumaki, usada no anime pelo Toge.

O Jugon é uma técnica extremamente poderosa e possivelmente uma das mais difíceis de se dominar completamente. Nela, o usuário imbui suas palavras com energia amaldiçoada, fazendo com que aqueles que o escutam lhe obedeçam. 

Isso não serve apenas como uma “lavagem cerebral”, mas como uma manipulação do corpo do alvo: Toge usa o Jugon para atacar seus inimigos e se disser “exploda”, eles vão explodir.

Por ser algo tão perigoso, então, o Toge limita seu vocabulário a palavras que não contém nenhum tipo de “ordem”, para que não use seu poder sem saber. Isso é uma coisa do personagem, no entanto, e não uma regra geral de usuários do Jugon.

Ainda, essa também é uma habilidade perigosa para quem a usa. A energia amaldiçoada usada nas palavras machuca a garganta do feiticeiro e, se o uso for exagerado, pode deixá-lo sem voz para sempre.

Técnicas Inatas

Sūrei Juhō (Técnica do Boneco de Palha)

Nobara usa martelo e pregos especiais em sua técnica.

Agora falando sobre técnicas inatas, uma das mais interessantes – e pouco exploradas (por enquanto) – mostradas em Jujutsu é a da Nobara, o Sürei Juhö.

Mesmo que o nome da técnica seja “Técnica do Boneco de Palha”, o boneco em si não é o principal aqui. Usando martelo e pregos, a Nobara consegue transmitir sua própria energia amaldiçoada onde seus ataques atingem, gerando fluxos explosivos de energia. 

Ela consegue criar armadilhas com seus pregos especiais e manipulá-los pelo espaço como bem entender. Toda a ideia aqui é criar uma rede de transmissão de energia amaldiçoada com Nobara no controle.

Mas, claro, o boneco de palha é importante também. Se Nobara consegue um pouco de cabelo, sangue ou qualquer coisa que a “conecte” ao inimigo, ela cria uma ligação amaldiçoada entre o objeto e o alvo. Aí as coisas funcionam basicamente como um boneco voodoo e os pregos que ela martela no boneco fazem ressoam no inimigo.

Boogie Woogie

Todou só usa o Boogie Woogie em inimigos poderosos.

A única técnica aqui que não possui tradução, a habilidade secreta do Todou pegou muita gente de surpresa. Afinal, o Boogie Woogie é basicamente um poder de substituição ativado por palmas.

Esse é daqueles poderes que são grandiosos quando o usuário sabe usar. Isso porque ele permite que o feiticeiro troque de lugar com qualquer um ou qualquer coisa que possua um certo nível de energia amaldiçoada ao bater palmas. É algo bem simples, mas que, como vimos, pode ser usado para criar uma batalha insana.

Também, o usuário pode fazer trocas que não o envolvem entre coisas e seres. Desde que sejam duas coisas diferentes e com energia amaldiçoada no nível certo, a troca pode acontecer. 

Mui Tenpen (Transfiguração Ociosa)

Mahito usa sua técnica para manipular a forma humana e os usa como arma.

Mas que tal falar sobre as habilidades de um dos vilões? Dos Espíritos Amaldiçoados que conhecemos até agora, o que mais mostrou uma técnica definida é também o mais “humano” deles: Mahito com seu Mui Tenpen, a Transfiguração Ociosa.

Como vimos em vários casos, os Espíritos Amaldiçoados mais poderosos, com intelecto humano e capacidade de comunicação, manipulam a energia amaldiçoada de maneira mais refinada, assim como os feiticeiros jujutsu. Não são apenas explosões de energia e devastação.

No caso do Mahito, como ele é a maldição nascida do medo da humanidade do próprio ser humano, sua habilidade inata é bem característica. Com sua energia amaldiçoada, Mahito consegue manipular e controlar almas humanas através do toque. E, como estabelecido em jujutsu, quando a alma é o que dá forma ao corpo, ele possui o poder de manipular a própria constituição humana.

Com o Mui Tenpen, Mahito precisa apenas de um toque rápido em humanos comuns para fazer seu trabalho. A técnica é mais lenta com feiticeiros jujutsu, mas como a maioria não sabe proteger a própria alma, é certeira da mesma forma.

E aí, qual é a técnica favorita de Jujutsu Kaisen? Não esqueça de comentar!

Veja agora nossa lista sobre Jujutsu:

Imagem de perfil
sobre o autor Márcio Jangarélli

Assessor, redator e jornalista. Madonna de Jakku.