Hiromi Higuruma: Tudo o que sabemos sobre o personagem de Jujutsu Kaisen

Capa da Publicação

Hiromi Higuruma: Tudo o que sabemos sobre o personagem de Jujutsu Kaisen

Por Flávia Pedro

Atenção: Alerta de Spoilers!

Hiromi Higuruma é um personagem da obra original do mangaká Gege Akutami e apareceu pela primeira vez recentemente no mangá de Jujutsu Kaisen. Desde sua primeira aparição no capítulo 149, onde só aparece brevemente, Higuruma já é estabelecido para nós como um feiticeiro poderoso pois, no Jogo do Abate (ou Migração a Extinção) ele era um dos únicos feiticeiros a possuir mais de 100 pontos.

Vale lembrar que dentre as diversas regras do Jogo está a de que vidas humanas, seja a de civis comuns ou feiticeiros, equivalem a pontos, ou seja: Hiromi matou algumas pessoas desde que entrou neste perigoso jogo.

E, inicialmente, essas são as únicas informações que nos foram dadas sobre o personagem. Mas atualmente no mangá que já está em seu capítulo 167 (no dia em que este artigo é escrito – 08/12/2021) e já tivemos mais informações sobre o misterioso personagem e vamos te contar tudo o que sabemos até agora sobre Hiromi Higuruma!

Resumo inicial

Hiruguma ainda comum um humando comum

Higuruma é um advogado público japonês que sempre optou por pegar casos de pessoas acusadas injustamente para realizar sua defesa e tentar provar sua inoscência. Como lidava  com casos difíceis, nem sempre conseguia a absolvição de seus clientes e, aos poucos, isso foi fazendo com que ele acreditasse cada vez menos na justiça de seu país.

Como feiticeiro, Hiromi nunca teve envolvimento com o mundo do Jujutsu até o momento do arco do Jogo do Abate/Migração à Extinção, onde se tornou um feiticeiro recém despertado e com seu próprio Shikigami. Desde então, Higuruma acumulou pontos dentro do jogo e mudou toda a concepção de Jujutsu que  havia sido estabelecida até agora.

Hiromi Higuruma

Higuhuma e seu Shikigame

Higuruma aparece pela primeira vez no mangá de Jujutsu Kaisen no capítulo 149 de forma rápida, sem mostrar muito além de seu rosto fechado e um tanto inespressivo.

No capítulo 158 foi a vez dele reaparecer, agora com sua pontuação e sendo o segundo feiticeiro com maior número de pontos. Com isso ele acaba se tornando um dos focos de Yuji Itadori, Megumi e Hakari, que entram nas colônias do Jogo afim de encontrarem feiticeiros com mais de 100 pontos para negociar a inserção de novas regras ao jogo.

Esteticamente ele aparenta ser uma pessoa cansada e inexpressiva, com algumas olheiras e um olhar distante. Apesar de parecer indiferente a toda a desgraça que está acontecendo ao seu redor, Higuruma na verdade é um homem íntegro, inteligente e que sempre preza por justiça.

 

Como Advogado

Higuruma e seu cliente que e foi considerado culpado

Hiromi sempre optava por pegar casos de clientes que para ele eram inocentes, mas que seriam considerados culpados pelo júri, até porque, como o próprio personagem observa em um dos trechos do mangá: 99,9% dos julgamentos criminais no Japão tem como veredicto considerar o réu culpado.

Não é como se Higuruma estivesse optando por defender essas pessoas para salvá-las ou para alimentar o próprio ego, mas porque ele simplesmente não consegue ver algo que não considera justo acontecendo e não fazer nada para mudar a situação.

Com casos tão difíceis de defender ele frequentemente precisa lidar com os olhares de seus clientes no momento em que são condenados, isso acaba o afetando psicologicamente e o seu estado mental sofre bastante, o que lhe dá essa aparência de sempre estar cansado e desanimado.

Seu último caso envolvia um garoto acusado de matar mãe e filha após uma invasão de domicílio, mas Higuruma sentia que apesar de todas as provas que o incriminariam, ele era inocente. A condenação desse garoto foi o estalo que ele precisava para deixar de ser tão calmo e compassivo para exigir um novo julgamento e assim despertar sua energia amaldiçoada e seu Shikigami, matando algumas pessoas presentes no julgamento (como o próprio juiz).

Como Feiticeiro

Após romper com seu cargo na defensoria pública e seu constante descontentamento com a justiça criminal do Japão, Higuruma passou a agir de forma despreocupada e sem se importar com as leis da sociedade. As únicas leis que o interessavam e o contemplavam agora eram as regras do Jogo do Abate, pois elas e suas possibilidades eram de seu interesse pessoal.

O Jogo se autorregula, ou seja: não há uma ‘justiça humana” que decide o que é ou não correto e sim punições automáticas sem pré-julgamentos para aqueles que descumprem as regras. Para Higuruma este seria o mundo ideal, onde a justiça não seria corrompida pelo homem e, por esse motivo, ele quer permitir que o jogo continue.

Ele na banheira molhada usando um terno

Totalmente despreocupado, Higuruma acredita que aos 36 anos é o momento de “experimentar coisas novas” e experiências que o “mundo normal” provavelmente julgaria como impróprias ou “fora da casinha”. Um exemplo disso é o momento em que Itadori o encontra e ele está dentro de uma banheira cheia de água – o que até seria algo comum, se ele não estivesse usando um terno.

Apesar de nitidamente estar afetado mentalmente por tudo que passou, ele leva essa sua nova escolha de vida e atitudes como apenas uma “crise de meia idade”.

Jujutsu

Sobre esse ponto, quem acompanha o mangá sabe como a aparição e o poder de Higuruma alteraram completamete tudo o que já estava estabelecido sobre o universo dos feiticeiros jujutsu, isso porque Hiromi mudou, apenas por existir como um recém feiticeiro, alguns conceitos que se perpetuavam por centenas de anos.

Energia amaldiçoada

Higuruma nasceu como um não-feiticeiro, mas em algum momento de sua vida recebeu um sinal de Kenjaku que, ao dar início ao Jogo do Abate o fez despertar como um recém feiticeiro. Ele não foi o único humano a passar essa transmutação derivada de Kenjaku, mas é o que recebeu maior destaque na trama até o momento.

Com seu despertar o personagem manifestou não só uma quantidade elevada de energia amaldiçoada, mas também uma poderosa técnica amaldiçoada em conjunto com um Shikigami que é capaz de pôr em risco até mesmo feiticeiros mais experientes.

Um caso à parte é sua Expansão de Domínio que, além de conseguir realizá-la quantas vezes quiser, quebra as regras básicas que estavam estabelecidas para essa técnica. Durante muito tempo acreditou-se que a Expansão de Domínio só poderia ser realizada por feiticeiros muito poderosos, experientes e com um grande nível de energia amaldiçoada.

Como essa limitação de força foi ligada a técnica, os domínios se transformaram em ferramentas decisivas e mortais nos combates, onde quem entrasse em um automaticamente morreria se não tivesse a capacidade de anulá-lo de alguma forma.

Como um feiticeiro recém despertado que não sabe absolutamente nada das regras do universo jujutsu, Higuruma não só dominou facilmente sua energia amaldiçoada, mas também essa técnica de barreira. Sua expansão de domínio é bem simples e não implica em danos físicos nem para ele e nem para seu oponentes.

Técnica de Barreira – Expansão de Domínio

Sua Expansão de Dimínio

Sua técnica inata está diretamente ligada à sua Expansão de Domínio, que se manifesta como um domínio simples em forma de um tribunal, onde violência não é permitida e ambas as partes precisam seguir as regras legais. O Shikigami de Hiromi funciona como o juiz de um tribunal, onde ele e seu adversário são colocados um de frente para o outro para iniciarem uma espécie de tribunal.

O oponente tem a oportunidade de provar sua inocência, assumir seu crime ou negar e a sentença é dada pelo Shikigami, que pode variar de acordo com cada caso e o próprio Higuruma não tem controle sobre isso. Ele tem uma única oportunidade de incriminar seu oponente com provas que ele só tem conhecimento ao abrir os envelopes em que elas estão e seus adversários tem uma única chance de se defender.

Shikigami

O Shikigami Judgeman

Seu Shikigami se chama Judgeman e sempre se posiciona atrás dele. Sua aparência é um tanto assustadora, flutuando sem braços e pernas, com balanças em cada um dos lados que deveriam ser suas mãos. Seus olhos são costurados, uma referência clara ao famoso dilema de “A justiça é cega“, mas consegue falar e até o momento aparenta ser bem impaciente e extremamente perigoso.

Habilidades naturais

Suas habilidades de combate

A principal habilidade natural de Hiromi Higuruma é sua inteligência. Vemos que ele sempre foi considerado um gênio desde a faculdade de direito e posteriormente como profissional, apesar dos pesares. Ele foi aprovado facilmente em diversos cargos que tentou vaga, simplesmente porque para ele uma pesquisa simples já era o suficiente para que ele adquirisse o conhecimento necessário, além de usa grande facilidade em analisar de diversos ângulos várias situações e hipóteses.

Como feiticeiro ele aplicou exatamente essa habilidade para analisar a questão da Expansão de Domínio numa escala inversa, quase que como uma ‘”engenharia reversa” que o permitiu compreender completamente suas habilidades enquanto feiticeiro e executá-las sem maiores dificuldades.

Essa inteligência e sagacidade permitiu que Hiromi, em apenas 12 dias após seu despertar, alcançasse um nível equivalente ao de Grau 1, o que lhe permitiu matar pelo menos 20 pessoas e se tornar o primeiro feiticeiro moderno a alcançar 100 pontos no jogo.

Armas

Seu martelo

Higuruma utiliza apenas uma arma, que é o seu marteloe esteticamente parece um martelo de juiz. Este martelo funciona não só em seu domínio, mas também fora dele, sendo uma ótima ferramenta em combate.

Ele não é um martelo normal, sendo uma arma banhada em energia amaldiçoada, o que lhe permite desferir golpes ainda mais poderosos. Hiromi também consegue teletranportar seu martelo de volta para suas mãos, permitindo que ele o atire em um oponente independente da distância e o recupere rapidamente o teletransportando para qualquer uma de suas mãos.

Além do teletransporte, o personagem também consegue alterar o tamanho de seu martelo podendo aumentá-lo para golpear seus inimigos e diminuí-lo quando bem entender.

E esse é Hiromi Higuruma e tudo de importante que sabemos sobre ele até o momento. Vocês podem acompanhar os lançamentos mais recentes dos capítulos de Jujutsu Kaisen pelo site do Mangá + e ficar sempre por dentro do que acontece na trama.

Confira também:

Imagem de perfil
sobre o autor Flávia Pedro

Historiadora formada pela UFF e apaixonada por cultura japonesa, animes, mangás, filmes... Criadora de conteúdo no instagram Anime Dicria, viciada em café e leitora de fanfics ruins nas horas vagas. Instagram: fllavia_pedro