Capa da Publicação

Homem-Aranha 4 foi cancelado? Entenda porque não tivemos um quarto filme do herói

Por Chris Rantin

Com o novo trailer de Homem-Aranha: Sem Volta para Casa e a possibilidade de vermos Tobey Maguire de volta ao papel de Peter Parker, a trilogia do diretor Sam Raimi voltou a ser exaltada na internet. Sendo uma adaptação marcante com inúmeras cenas memoráveis, parece estranho que a visão do diretor não foi continuada em um quarto filme — especialmente quando havia tanta história para ser contada. A bilheteria dos filmes também era grandiosa para os padrões da época. Então por qual motivo Homem-Aranha 4 nunca aconteceu? Bom, a resposta simples é que ele foi cancelado pela Sony

Apesar de um terceiro filme que deixou a desejar, em boa parte por conta das exigências do estúdio (como a presença do Venom), Sam Raimi ainda tinha o interesse em continuar neste universo, trazendo uma nova aventura do Cabeça de Teia. 

A franquia era um sucesso 

Tobey Maguire viveu o Homem-Aranha na trilogia de filmes de Sam Raimi.

Na época em que foram lançados, no começo dos anos 2000, os filmes de Sam Raimi foram um sucesso estrondoso, como podemos ver no levantamento da Box Office Mojo. Homem-Aranha, que teve um orçamento de 140 milhões de dólares, conquistou mais de 100 milhões de dólares apenas na sua estreia, algo que era bem incomum na época em que ele foi lançado. Ao todo, a primeira aventura do teioso rendeu 821 milhões de dólares

O sucesso foi tão grande que a Sony rapidamente deu seguimento ao filme Homem-Aranha 2, elogiado pela crítica e pelos fãs como uma das melhores adaptações do herói nos cinemas. Dessa vez o orçamento foi um pouco maior, chegando nos 200 milhões de dólares, enquanto a bilheteria mundial foi ligeiramente menor, ficando na faixa de 788 milhões de dólares. 

Assim chegamos no polêmico Homem-Aranha 3, que contou com 258 milhões de dólares de orçamento, tendo uma bilheteria insana de 894 milhões de dólares. No entanto, apesar de ser um sucesso financeiro, o terceiro filme foi detonado na crítica e pelos fãs. Entre os comentários mais comuns, o excesso de personagens e vilões afetou negativamente o longa. Venom, um dos vilões mais famosos do Cabeça de Teia, também foi um problema no projeto e o motivo pra isso é muito simples: Sam Raimi não gostava do personagem e só o incluiu devido a insistência da Sony e dos produtores

O diretor chegou a falar abertamente sobre o assunto em uma entrevista para o Collider, reconhecendo que o filme não funcionou como ele gostaria.

“Eu tentei fazer o filme funcionar, mas eu realmente não acreditava em todos os personagens, então isso não poderia ser escondido das pessoas que amaram o Homem-Aranha. Se o diretor não ama algo, é errado da parte dele fazer que outras pessoas amem aquilo,” disse.  “Eu deveria ter continuado com os personagens e os relacionamentos que tínhamos e progredir eles para o próximo passo, ao invés de tentar elevar o nível [da narrativa].” 

Por que Homem-Aranha 4 foi cancelado?

A trilogia do Homem-Aranha de Sam Raimi

Mesmo assim, apesar das críticas, o filme foi um sucesso grande o bastante para justificar uma nova sequência. Na verdade, Sam Raimi e sua equipe já estavam trabalhando ativamente no desenvolvimento de Homem-Aranha 4 com o roteiro planejado e a equipe principal já definida para voltar. Então porque a Sony decidiu cancelar o projeto e prosseguir com um reboot na forma de O Espetacular Homem-Aranha

Apesar das suas ideias e de tudo estar avançando, Sam Raimi simplesmente não conseguiu ajustar o roteiro. O cineasta não curtiu nenhuma das versões da sua história e começou a pensar em uma trama cada vez mais grandiosa, incluindo inúmeros vilões, para tentar criar uma aventura épica. Por fim, ele confessou que estava exausto e que estava cansado de estar envolvido apenas com o Homem-Aranha, uma vez que, desde o lançamento do primeiro filme, Raimi não havia trabalhado em outros projetos. Visando o melhor para ambas as partes, a Sony junto de Sam Raimi decidiram engavetar o projeto. 

Não houve uma grande briga ou uma tensão entre as duas partes. Na mesma entrevista com o Collider, Raimi deixa claro que o fim da parceria foi extremamente tranquilo:

“Foi simplesmente o mais amigável e menos dramático dos términos. Simplesmente tínhamos um prazo e eu não conseguia fazer a história funcionar da maneira que eu gostaria. Fiquei muito infeliz com Homem-Aranha 3, e eu queria que o Homem-Aranha 4 terminasse sendo muito bom, sendo o melhor Homem-Aranha de todos. Mas não consegui montar o roteiro a tempo, devido às minhas próprias falhas,” confessou. “Eu disse à Sony: ‘Não quero fazer um filme que seja abaixo de ótimo, então acho que não devemos fazer esse filme. Vá em frente com seu reboot, algo que você já planejou.’ Então a Amy [co-presidente da Sony] disse: ‘Obrigado. Obrigado por não desperdiçar o dinheiro do estúdio, e eu aprecio sua franqueza.’ Então saímos da melhor maneira, ambos tentando fazer o melhor para os fãs, para a Sony e para o nome do Homem-Aranha.” 

O Espetacular Homem-Aranha já estava sendo preparado

O Espetacular Homem-Aranha trouxe Andrew Garfield como Peter Parker

Como o próprio Raimi sabia na época, enquanto Homem-Aranha 4 era desenvolvido, a Sony já estava preparando o reboot da franquia, algo que, posteriormente, tomaria a forma de O Espetacular Homem-Aranha

Especula-se que o desenvolvimento em paralelo do projeto era para atender um pedido dos investidores, sendo uma garantia de que, independente de qualquer coisa, a Sony continuaria tendo os direitos sobre o Homem-Aranha, visto que ela precisava lançar produtos do personagem dentro de um determinado período de tempo ou eles voltariam para a Marvel. 

Algumas pessoas, no entanto, enxergam essa atitude como uma falta de confiança no trabalho de Raimi, com o estúdio não se esforçando para tentar fazer com que Homem-Aranha 4 funcionasse. 

O que precisa ficar claro, no entanto, é que além da especulação e fofoca, o próprio Sam Raimi não estava mais feliz na franquia e não dá para saber que a quarta aventura do Teioso daria certo ou não. 

De qualquer forma, apesar de tentar revitalizar a franquia e apostar em novos atores e tom para os longas das adaptações do herói, O Espetacular Homem-Aranha não foi o sucesso que o estúdio esperava. Tendo um investimento de 230 milhões de dólares, ele rendeu 757 milhões de dólares na bilheteria mundial, muito menos do que os filmes de Raimi. O Espetacular Homem-Aranha: A Ameaça de Eletro, por sua vez, rendeu apenas 708 milhões. 

Sobre o que seria Homem-Aranha 4?

Storyboard de Jeffrey Henderson para Homem-Aranha 4

Por já estar em estado relativamente avançado de desenvolvimento, temos várias informações sobre o que veríamos em Homem-Aranha 4. Para começar, Sam Raimi desejava trazer um dos seus vilões favoritos para as telonas, o Abutre. O personagem quase apareceu em Homem-Aranha 3, tendo Ben Kingsley (o falso Mandarim de Homem de Ferro 3) cogitado para o projeto. Na quarta aventura, no entanto, John Malkovich (Red, Bird Box) havia sido escolhido para encarnar o inimigo do Cabeça de Teia. 

A icônica Felicia Hardy também acabou sendo incluída no projeto, tendo Anne Hathaway (a Mulher-Gato de Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge) cogitada para o papel. No entanto, Hardy não assumiria o título de Gata Negra, sendo na verdade A Abutre , uma ajudante do vilão principal. 

Mystério também estaria presente no projeto, ainda que não fique claro qual seria o seu impacto na trama, visto que temos apenas um storyboard mostrando o Homem-Aranha entregando o vilão para a polícia. 

Mystério estaria presente em Homem-Aranha 4

O perigoso Crocodilo também deveria estar no filme, um pedido da Sony, que gostaria de finalmente transformar o personagem de Dylan Baker, presente em toda a trilogia, em sua contraparte dos quadrinhos. 

Rumores indicam que Canificina, Rhyno, Shocker e Gatuno também foram cogitados para o projeto, visto que a intenção poderia ser trazer quatro vilões para antagonizar o herói. 

Com tantas possibilidades e um caos na trama, faz sentido Sam Raimi ter ficado exausto e ter decidido abandonar o projeto.

De qualquer forma, o Aranhaverso brilhará mais uma vez com Homem-Aranha: Sem Volta para Casa. O longa trará Tom Holland como o herói, Benedict Cumberbatch como Doutor Estranho, e também a volta dos vilões das outras franquia, como Electro (Jamie Foxx, de O Espetacular Homem-Aranha 2) e Doutor Octopus (Alfred Molina, de Homem-Aranha 2). O filme estreia 16 de dezembro.

Enquanto isso, Sam Raimi está voltando para o mundo dos super-heróis. O icônico diretor será o responsável por Doutor Estranho No Multiverso da Loucura, que tem estreia prevista para 25 de março de 2022.

Aproveite para conferir tudo sobre o primeiro trailer de Homem-Aranha: Sem Volta para Casa:

 

Imagem de perfil
sobre o autor Chris Rantin

Jornalista • Editor • Mestrando em Comunicação pela UEL • Twitter e Instagram: @Chris_Rantin • "Eu sou o fogo e a vida encarnados. Agora e para sempre eu sou a Fênix!"