Capa da Publicação

Harley Quinn: DC censurou cena de sexo entre Batman e Mulher-Gato na série animada

Por Evandro Lira

Ainda que seja uma série adulta recheada de sangue e violência, Harley Quinn, da HBO Max, teve cena de sexo entre o Batman e a Mulher-Gato censurada pela DC e Warner Bros.

De acordo com o produtor e co-criador do programa, Justin Halpern, o estúdio apenas disse “Você definitivamente não pode fazer isso” justificando que é “difícil vender brinquedos se o Batman estiver fazendo sexo oral em alguém”.

Sim, Halpern explicou, em entrevista a Variety, que haveria uma cena em que o Batman fazia sexo oral na Mulher-Gato na próxima temporada da série da Arlequina.

Arlequina e Mulher-Gato em cena da série animada

Mesmo com a censura, o produtor dá créditos a Warner, afirmando que o estúdio permitiu que os criadores de Harley Quinn “desafiassem limites” diversas vezes.

Pelo visto, então, um dos únicos limites realmente sem discussão na Warner é colocar o Batman, um dos personagens mais icônicos da DC, fazendo sexo.

A animação Harley Quinn estará disponível no Brasil assim que a HBO Max desembarcar no país em 29 de junho.

Fique com:

Imagem de perfil
sobre o autor Evandro Lira

Editor, bacharel em Cinema e Audiovisual, bruxo nascido trouxa, filho dos filhos do átomo, mestre dos quatro elementos, fã de mais coisas do que deveria, frequentemente falando sozinho no Twitter. Segue: @evandroslira