Guardiões da Galáxia Vol. 2: Nova teoria indica qual pode ser a origem de Ego

Capa da Publicação

Guardiões da Galáxia Vol. 2: Nova teoria indica qual pode ser a origem de Ego

Por Gus Fiaux

Atenção: Alerta de Spoilers!

Recentemente, Eternos chegou aos cinemas revelando um pouco mais sobre os seres cósmicos mais misteriosos do Universo Cinematográfico da Marvel, os grandiosos Celestiais. No filme, eles são os encarregados pela criação dos Eternos e dos Deviantes e possuem seus próprios planos para a disseminação de vida inteligente no universo, só que também possuem segredos obscuros que são os catalisadores de toda a ação na nova aventura.

Contudo, caso vocês não se lembrem, não é a primeira vez que temos uma menção aos Celestiais, já que a franquia dos Guardiões da Galáxia é cheia de referências a essas entidades poderosas. No primeiro filme, viajamos até o curioso Luganenhum – uma cidadela que fica localizada na cabeça decepada de um Celestial. E, no Vol. 2, o pai de Peter Quill, Ego, também diz que é um Celestial. Mas como isso é possível?

Quando analisamos a fundo os poderes e as origens do personagem, não faz muito sentido – uma vez que ele se manifesta como um planeta vivo e não possui um corpo gigantesco e humanoide. Isso está levando os fãs a criar novas teorias sobre as possíveis origens do personagem e, no Reddit, um usuário chamado willyolio trouxe novas informações que ligam Ego a outra raça muito poderosa dos quadrinhos da Marvel Comics.

Os Celestiais são figuras centrais em Eternos.

Em Eternos, descobrimos que os Celestiais não são apenas responsáveis pela proliferação de vida inteligente pelos planetas que passam, mas também “colhem” essas vidas para dar origem a outros Celestiais – no caso da Terra, eles plantam a semente de Tiamut. Assim, eles colocam os Eternos no planeta para enfrentarem os Deviantes – que foram criações “fora de controle” -, enquanto protegem a vida inteligente e a “semente” escondida do planeta.

Já Ego tem poderes similares em Guardiões da Galáxia Vol. 2, mas com pequenas alterações. Ele viaja pelos planetas deixando pequenos esporos e faz sua prole em cada lugar. Seu plano é capturar Peter Quill – o único que possui energia cósmica o suficiente para que ele possa absorvê-la e “despertar” seus esporos, transformando todos os planetas por onde passou em partes de si próprio.

Nova teoria sugere que Ego é parte da Horda, uma raça de inimigos dos Celestiais nas HQs.

A teoria de willyolio sugere então que Ego faz parte de uma raça cósmica poderosa do Universo Marvel, chamados de A Horda. Eles foram criados pelo Fulcro – uma entidade antiga que também criou os Celestiais – e funcionam como rivais dos Deuses Cósmicos. Parasitas interdimensionais, eles viajam até os planetas que foram dominados por Deviantes e “se alimentam” das energias Celestiais no planeta.

Dessa forma, Ego iria até cada um desses planetas justamente para absorver a energia das sementes Celestiais – na postagem original, o autor diz que ele propositalmente escolhe planetas que foram “escolhidos” pelos Celestiais para serem o receptáculo de suas sementes. Isso explicaria, por exemplo, porque ele nunca encontrou um Celestial, já que esses deuses cósmicos podem fugir dele por conta de suas tendências parasitárias.

Nos quadrinhos, a Horda é composta por seres que parecem insetos gigantes – e nos cinemas, Ego definitivamente não é isso. Contudo, a teoria justifica que o personagem pode ser uma mistura desses seres antigos com o próprio Ego dos quadrinhos, que de fato é um planeta vivo. Ainda não sabemos se esse questionamento será levado para algum outro filme do MCU, mas sem dúvidas é uma ideia bem interessante.

Eternos está em cartaz nos cinemas. Já Guardiões da Galáxia Vol. 2 está disponível no Disney+.

Abaixo, veja também:

Imagem de perfil
sobre o autor Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Wouldst thou like to live deliciously? || @gus_fiaux