Capa da Publicação

Godzilla vs. Kong: Supervisor de Efeitos Especiais revela detalhes sobre visual do Mechagodzilla

Por Melissa de Viveiros

Godzilla vs. Kong trouxe para as telas diversos elementos que os fãs dos titãs estavam ansiosos para ver. Além do grande conflito entre os dois protagonistas, a produção conta com o Mechagodzilla, que se mostra uma grande ameaça para todos. Para essa participação tão especial, foi preciso desenvolver o visual do personagem e trazê-lo à vida por meio de efeitos especiais, tarefa que o Supervisor de Efeitos Especiais Bryan Harota discutiu em uma entrevista (via ComicBook).

A criação do Mechagodzilla não foi um feito simples. Além de ser uma criatura icônica, foi preciso que a equipe que o desenvolveu encontrasse equilíbrio entre fazê-lo notável e reconhecível, ao mesmo tempo de modo que não tornasse o filme confuso ou cheio demais. Além disso, o monstro é bastante detalhado, e conta com elementos que sequer podem ser percebidos no filme. Harota explicou:

“Muito disso não está visível no filme, mas se você vê de perto qualquer uma das articulações, há blindagens mecânicas que movem peças para fora do caminho para que ele possa fechar as articulações de seus cotovelos ou fechar os joelhos. Nós fizemos um redesign dos pés para mantê-lo dentro do visual aprovado, mas também adicionar funcionalidade a esses pontos que precisavam se mover. Já haviam algumas armas visíveis nele, como os foguetes que estão sobre seus ombros. Mas enquanto desenvolvíamos a sequência de ação em que Mecha acaba lutando contra ambos Godzilla e Kong, nós estávamos procurando por armas adicionais para trazer para a briga, porque historicamente o Mechagodzilla é armado até os dentes.”

Mechagodzilla em pôster oficial do filme.

O diretor Adam Wingard também falou sobre as escolhas de design do personagem. Para ele, era importante que o visual não fosse complexo demais para que o filme não se tornasse confuso:

“Eu me lembro de assistir o terceiro filme dos Transformers no cinema. Foi uma dessas coisas onde eu estava em um encontro, nós chegamos lá tarde, e as únicas poltronas disponíveis eram literalmente na primeira fileira. E então eu estou sentado lá assistindo Transformers 3 na primeira fileira e eu não sabia que diabos estava acontecendo. Os Transformers só pareciam metal. Eles pareciam um acidente de avião. Então eu pensei, isso é a coisa que quero evitar. Eles são complexos demais. Tem partes demais se movendo, e eu não conseguia me prender à nada. Nada parecia icônico no design desses Transformers.”

Godzilla vs. Kong ainda não chegou ao Brasil. O filme tem previsão de lançamento por aqui em 29 de abril, mas é possível que seja adiado, uma vez que chegará apenas aos cinemas.

Você gostou do visual do Mechagodzilla? Comente!

Quer saber mais sobre o monstro? Então confira nossa lista:

Imagem de perfil
sobre o autor Melissa de Viveiros

Graduanda em Letras na UFMG. || What is infinite? The universe and the greed of men. || @windrunning_