Future State: Núbia faz sua estreia no evento em HQ da Mulher Maravilha

Capa da Publicação

Future State: Núbia faz sua estreia no evento em HQ da Mulher Maravilha

Por Melissa de Viveiros

Atenção: Alerta de Spoilers!

A Mulher Maravilha tem sido um personagem de grande destaque no evento da DC que começou este ano, Future State. No evento, o público tem sido apresentado a um universo bem diferente do padrão de DC Comics, trazendo novos personagens assumindo os mantos de grandes heróis da editora. No caso da Mulher Maravilha, embora Diana Prince continue sendo uma personagem importante, outras personagens também adotaram a alcunha, como é o caso de Núbia.

Em uma história complementar de Future State: Immortal Wonder Woman #1, encontramos Núbia décadas no futuro (ComicBook). Na trama, a personagem escolheu permanecer no mundo dos homens ao invés de retornar a Temiscira. A escolha da personagem não é por nada: ela faz essa decisão para compensar pela falta de ação das Amazonas após os eventos de Dark Nights: Death Metal.

Partindo disso, a história mostra Núbia perseguindo a filha de Darkseid, Cálice, que pretende roubar artefatos importantes de um museu em Atlanta. É durante o conflito entre as duas que Núbia confirma ser a Mulher Maravilha, até mesmo utilizando o Laço da Verdade contra Cálice

Núbia e Cálice se enfrentam em Future State: Immortal Wonder Woman #1

Em meio à luta, Núbia acaba tocando um dos artefatos que Cálice tentava roubar, o que resulta na personagem tendo visões de cenas sobrenaturais. Devido a isso, ela vai atrás de Tia Nancy, que tem sido sua tutora há anos, a auxiliando principalmente em relação às interações de Núbia com os mortais.

É explicado então que o artefato tocado por Núbia é chamado Master Key, e que foi criado pelas Amazonas, em uma tentativa de impedir que os deuses adquirissem poder demais. O artefato, no entanto, ganhou um poder que elas não pretendiam que ele tivesse, podendo abrir portais através do tempo e do espaço. A história termina quando a heroína é levada por um desses portais.

O volume estabelece Núbia como Mulher Maravilha ao mesmo tempo em que traz uma personagem com história e personalidade próprias, o que a diferencia bastante de Diana. Apesar de não ser uma personagem tão recorrente quanto a principal Mulher Maravilha da DC, Núbia já havia aparecido anteriormente em outras histórias da amazona, conquistando uma legião de fãs. É possível que em Future State a personagem possa receber um papel de maior destaque do que em suas aparições anteriores.

E aí, o que você achou da reintrodução de Núbia? Não deixe de comentar!

Confira aqui outras versões da Mulher Maravilha nos quadrinhos:

Imagem de perfil
sobre o autor Melissa de Viveiros

Graduanda em Letras na UFMG. || Mais obcecada pela lore de WoW do que é saudável. || @windrunning_