Future State: Barry Allen, o Flash, surge com um novo traje nos quadrinhos

Capa da Publicação

Future State: Barry Allen, o Flash, surge com um novo traje nos quadrinhos

Por Raphael Martins

A saga Future State, que tomou a DC Comics de assalto e dominou praticamente todos os títulos da editora, continua a mostrar grandes mudanças em personagens famosos, cujo futuro está sendo revelado. Desta vez, foi a vez de Barry Allen, o Flash, precisar se reinventar para fazer frente a um velho amigo tornado inimigo, aparecendo com um novo visual nos quadrinhos (via ComicBook).

Anteriormente em Future State: The Flash…

Na primeira edição de Future State: The Flash, que mostra o destino dos velocistas da DC e apresenta seu sucessor, vemos Barry Allen empreendendo todos os seus esforços para combater ninguém menos que Wally West, cujo corpo foi possuído por uma entidade conhecida apenas como Famine (Fome, em tradução livre).

Esta batalha durou muitos anos e teve consequências devastadoras para a vida de Barry. Além de ter perdido seus poderes, ele ainda teve que ver Jay Garrick, Bart Allen e Max Mercúrio perdendo sua vida, sem que pudesse fazer muita coisa para ajudar. Isso tornou Barry um homem muito mais sério e sombrio, mas não tirou sua esperança: ele ainda tinha um truque na manga, e não iria desistir da luta tão fácil assim.

Em uma jogada esperta, ele decidiu usar a força de seus antigos inimigos contra esta nova ameaça, apostando todas as suas fichas na ideia. E o resultado foi surpreendente.

Wally West se torna a maior ameaça que Barry Allen já enfrentou em sua vida, o forçando a tomar medidas drásticas

O contra-ataque de Barry

Chegamos em Future State: The Flash #2, que mostra Barry Allen indo com tudo para cima do que outrora foi Wally West, compensando a falta de seus poderes com sua genialidade e criando um novo traje para si, mas com um grande diferencial: ele é feito principalmente com as armas da antiga Galeria de Vilões, devidamente adaptadas para seu uso pessoal.

Entre seus novos equipamentos estão a arma congelante do Capitão Frio, os sapatos à jato do Trapaceiro, os óculos de prisma do Ladrão do Arco-Íris, os bumerangues do Capitão Bumerangue, um emissor de ondas hipnóticas inspirados no do Flautista, e por aí vai. A combinação de todos esses elementos torna Barry Allen um adversário perigoso, com todo o caos de seus inimigos em suas mãos, criando uma chance de derrotar o possuído Wally.

Barry Allen e seu novo traje: o poder de seus antigos inimigos agora é todo dele

Entretanto, nem mesmo isso é o bastante para derrotar Famine. No meio de sua luta com Barry, a entidade joga o Flash para fora do espaço-tempo contínuo, lhe tirando a forma física e o transformando em uma espécie de fantasma imortal. A edição termina com Cybeast, dos Jovens Titãs, indo até o local onde ocorreu a batalha e recuperando o anel do Flash.

E agora, quem poderá derrotar Famine? Será que o Flash do futuro tem alguma chance? Só o tempo dirá!

Veja também:

Imagem de perfil
sobre o autor Raphael Martins

Redator, apresentador e roteirista. Gosto de longas caminhadas na praia, Star Wars, tokusatsu, anime e filé com batata frita. Deixo as pessoas constrangidas. Você pode trocar uma ideia comigo no Twitter: @aqueleraphael