Capa da Publicação

Final Fantasy XIV: Guia Legionário para o game

Por Melissa de Viveiros

Contando com uma verdadeira história de superação, Final Fantasy XIV teve um lançamento conturbado em 2010. Depois de inúmeras críticas e sendo considerado um fracasso, o game teve seus servidores fechados em 2012, literalmente renascendo das cinzas no ano seguinte, com A Realm Reborn – versão atual que vem se tornando cada vez mais popular recentemente.

Está interessado em começar sua aventura por Eorzea no aclamado MMORPG? Então vem conferir este guia onde respondemos tudo que você precisa saber para começar a jogar Final Fantasy XIV!

Que tipo de jogo é Final Fantasy XIV?

Final Fantasy XIV é um MMORPG, sigla que significa massively multiplayer online role-playing game. Isso significa que o jogo traz elementos dos RPGs comuns para um mundo virtual online onde múltiplos jogadores jogam ao mesmo tempo, muitas vezes contando com atividades que requerem interação e cooperação entre os jogadores.

Assim como nos RPGs, você assume o controle de um personagem por meio do qual interage com esse mundo. Diferente dos jogos singleplayer, nesse tipo de título o mundo continua a se desenvolver e progredir independente de um único jogador, já que é uma experiência coletiva.

Preciso ter jogado outros Final Fantasy para jogar FFXIV?

Não! O título do game pode enganar, mas não é necessário ter jogado treze outros Final Fantasies antes de jogar FFXIV. A série Final Fantasy como um todo conta com diversos títulos independentes, sendo considerada uma antologia. Não há nada que um iniciante precise saber antes de entrar em Eorzea — tudo que é preciso saber sobre o mundo será explicado conforme o jogador avance na história.

Ainda assim, quem jogou outros títulos vai encontrar alguns elementos e referências espalhados por aí. Os Chocobos já são presença marcada em toda a franquia, mas FFXIV conta também com referências ao Warrior of Light, do primeiro game da série e que aparece em outros títulos. Aqueles que já jogaram Final Fantasy VII também encontrarão alguns nomes conhecidos, como Seventh Heaven e Costa Del Sol – embora eles representem locais diferentes aqui.

O Seventh Heaven de FFXIV é um pouco diferente do de FFVII.

Onde posso jogar Final Fantasy XIV?

O jogo está disponível para consoles e computadores. Nos video games, FFXIV pode ser encontrado no PlayStation 4 e 5. Já no PC, é possível jogar por meio do client do próprio jogo ou por meio da Steam. O título também está disponível para Mac.

Vale lembrar que, além das plataformas, outras coisas podem ser um obstáculo para quem quer jogar. O título ainda não conta com uma tradução para o português, podendo ser jogado apenas em japonês, inglês, francês e alemão.

Quanto custa o jogo? O que é o Free Trial do FFXIV?

É possível começar o jogo de modo inteiramente gratuito por meio do chamado Free Trial. Para os iniciantes, é recomendável começar com esse teste antes de gastar com o game. Embora o nome possa sugerir que se trata de uma pequena parte apenas para dar um gostinho do jogo, a verdade é que o Free Trial dá aos novatos amplas oportunidades de conhecer esse universo, contando com dezenas de horas disponíveis.

O conteúdo gratuito inclui A Realm Reborn, o jogo base, de modo integral. Além disso, a primeira expansão do MMO, Heavensward, também está inclusa no Free Trial. Assim, é possível completar essas duas histórias sem ter que pagar nada. Os patches entre elas, ou seja, as atualizações que foram lançadas na época e levaram a história de um ponto ao outro, também fazem parte deste conteúdo. Com isso tudo, é fácil ultrapassar as 100 horas de conteúdo sem ter que adquirir nada.

Depois disso, o game tem outras duas expansões até o momento: Stormblood e Shadowbringers. Ambas precisam ser compradas, além de ser preciso pagar uma mensalidade daí em diante para continuar progredindo na história.

A próxima expansão, Endwalker, será lançada ainda este ano. Seu lançamento está agendado para 19 de novembro, e quem não estiver com pressa pode aguardar até lá para adquirir as outras duas expansões, que vem junto ao se comprar Endwalker depois de seu lançamento.

Endwalker é a próxima expansão do jogo.

Quais são as raças disponíveis?

Depois de entender como tudo funciona e o que é preciso para jogar, é hora de começar. O primeiro passo para isso é simples: a criação de personagem. Nesse ponto, são apresentadas as raças presentes em Eorzea, com um pouco sobre elas sendo explicado no próprio processo de criação.

A princípio elas podem parecer um pouquinho diferentes do padrão de fantasia por conta de seus nomes, mas elas logo se tornam facilmente reconhecíveis e não são complicadas de se entender. Cada raça conta também com duas “variações”, que na realidade não alteram muito além de afetar minimamente alguns atributos e contar com backgrounds diferentes.

Ao todo, são 8 raças no jogo. Os Hyur, semelhante a humanos; os Miqo’te, que tem aparência de híbridos de humanos e felinos; os Elezen, que parecem ser os elfos deste universo; os Roegadyn, uma raça de pessoas enormes e muito fortes; os Lalafell, pequenos e de aparência fofa; os Au Ra, pessoas com caudas, chifres e escamas que alguns dizem descender de dragões; os Viera, raça que mistura características humanas e de coelhos; e, por fim, os Hrothgar, outra raça com traços felinos, mas bem mais animalesca.

Existe um resumo sobre cada raça na tela de criação de personagens do jogo.

Como mudar a aparência do meu personagem no jogo?

Depois da criação de personagem, ainda é possível alterar o visual do seu avatar mais tarde. Isso pode ser feito utilizando dois métodos: o Aesthetician e o Phial of Fantasia. No entanto, os dois não são obtidos da mesma forma e tem limitações diferentes.

Para conseguir acesso ao Aesthetician, que é o primeiro modo de mudar o visual que o jogador pode obter, é preciso completar uma quest de nível 15. A quest, chamada “Beauty is Only Scalp Deep”, é encontrada em Limsa Lominsa Upper Decks, dada pelo personagem S’dhodjbi. Após completar a missão, é possível utilizar os serviços de um Aesthetician em qualquer estalagem (as chamadas Inns). O serviço custa 2,000 gil, e permite alterar o estilo e cor do cabelo, sobrancelhas, cor dos lábios, elementos faciais, pintura de rosto, bem como tatuagens.

Para mudanças mais profundas é preciso adquirir um Phial of Fantasia. Este item milagroso dá ao jogador uma oportunidade de editar seu personagem completamente, tanto em atributos físicos como até mesmo mudando sua raça. Em resumo, ele permite que após utilizar o item e retirar todo seu equipamento, no seu próximo login você volte à tela de criação de personagem, podendo mudar a raça, gênero, aparência, aniversário e divindade guardiã do seu avatar.

Vale notar que após usar o item e finalizar sua edição, você não terá outra oportunidade de utilizar Fantasia sem adquiri-lo novamente. É possível fazer as alterações depois, independente de quando você tenha usado o item, desde que você não finalize as mudanças. Caso você conclua as mudanças, mesmo que não mude nada o Phial of Fantasia será consumido, e você precisará de outro.

Ao fim de A Realm Reborn, o jogador ganha um destes itens. Este, no entanto, é o único que pode ser adquirido sem ser comprado com dinheiro real na loja do jogo.

Depois de completar a quest, é possível chamar o Aesthetician em qualquer Inn por meio do Crystal Bell.

Quais são as classes de FFXIV?

Em FFXIV, as classes são chamadas de jobs (que pode ser traduzido como trabalhos ou profissões). Escolher qual será sua classe é a primeira grande decisão que afetará sua experiência com o jogo, mas não se desespere: é possível mudar de classe mais tarde.

O jogo divide as classes inicialmente em dois tipos principais: Disciples of War e Disciples of Magic. Assim como diversos outros games, existem três funções essenciais: DPS, que são os personagens que tem como objetivo causar dano, Tank, que como o nome diz são os personagens mais resistentes que protegem o restante do grupo de tomar dano, e Healer, os curandeiros e suportes que mantém equipes vivas. Eles são identificados por cores, com os personagens de dano tendo ícones vermelhos, os tanques tendo ícones azuis e os curandeiros tendo ícones verdes. Cada job se encaixa em um desses três papéis, que são essenciais durante as dungeons e trials que você enfrentará em Eorzea.

É importante notar que as classes que você escolhe inicialmente progridem com o avanço da história. Assim, quem começa como Archer, por exemplo, se torna um Bard ao atingir o level 30 e fazer as missões de classe.

Para quem quer jogar de tank e liderar as batalhas, existem quatro jobs. Quem quer se tornar um Paladin precisa começar como Gladiator, enquanto para se tornar um Warrior você deve começar como Marauder. Os outros dois jobs não existiam no jogo originalmente, sendo adicionados depois com as expansões. Assim, para ser um Dark Knight é preciso jogar com outra classe até o level 50, já que essa classe só chegou com a expansão Heavensward. Já para ser um Gunbreaker, é necessário ter adquirido a expansão Shadowbringers e chegar ao nível 60 com outra profissão.

Quem deseja dar apoio a sua equipe e utilizar magia para manter todo mundo vivo tem três opções de jobs de healer até o momento, com uma quarta chegando na próxima expansão. Para se tornar um White Mage, você deve começar como um Conjurer. Já para jogar de Scholar, é preciso começar como Arcanist. A outra classe de curandeiro, Astrologian, só está disponível a partir do nível 50, sendo necessário jogar com outra classe até lá. Em Endwalker, a próxima expansão, será adicionado o job de Sage.

White Mage é um dos jobs de cura disponíveis.

Por fim, os jogadores que querem ser DPS e causar dano ainda têm três opções: classes de combate corpo a corpo, classes de dano à distância e classes de dano mágico. Esse é o tipo de job com a maior variedade de opções por causa disso, já que são quatro classes do primeiro tipo, três do segundo e outras quatro do terceiro.

Quem quer enfrentar os inimigos de perto pode se tornar um Monk, tendo que começar como Pugilist para isso. Outras opções incluem Dragoon, que requer que o jogador comece como Lancer e Ninja, que precisa começar como Rogue. Samurai, a quarta opção, veio com Stormblood, e é outra classe que só pode ser iniciada após se atingir o nível 50 com outro job. A próxima expansão adicionará mais uma novidade para os combatentes melee, que será a classe Reaper.

Para aqueles que escolherem lutar à distância causando dano físico, é possível ser um Bard, após começar como Archer. Os dois outros tipos de DPS à distância só vem depois, por terem sido adicionados em Heavensward e Shadowbringers, respectivamente. O primeiro é o Machinist, que começa no nível 50. O segundo é o Dancer, que além de só ter início no level 60, requer que você tenha adquirido a expansão.

Finalizando as opções de classe vêm os jobs de dano mágico. Para se tornar um Black Mage, você deve começar com a classe Thaumaturge. Quem quer ser um Summoner, por outro lado, precisa começar como Arcanist. Red Mage foi uma classe adicionada na expansão Stormblood, e requer que o jogador atinja o nível 50 com outro job, além de precisar que a expansão em que se tornou parte do jogo seja comprada.

Blue Mage é um caso à parte, sendo considerada um Limited Job, que só pode ser iniciada após o level 50. A classe tem diversas restrições por funcionar de modo muito único, não podendo encontrar dungeons sem um grupo pré-definido, nem podendo fazer diversas outras atividades.

Como posso mudar de classe em FFXIV?

Depois de escolher sua classe inicial, só será possível mudar de classe a partir do level 10. Tendo completado a quest desse nível, você poderá desbloquear outras classes, precisando somente encontrar o treinador do job que você pretende iniciar.

Toda primeira missão de classe tem o nome “So You Want To Be a [nome da classe]”. Assim, se você quiser se tornar um Rogue, por exemplo, o nome da quest será So You Want To Be a Rogue. Em Gridania, é possível encontrar os treinadores de Archer, Lancer e Conjurer. Já em Ul’dah, estão os treinadores de Gladiator, Pugilist e Thaumaturge. Em Limsa Lominsa, os treinadores encontrados são os de Marauder, Rogue e Arcanist. Todos eles aparecem marcados no mapa com o ícone de sua respectiva classe.

Depois de desbloquear a classe, você receberá novas armas. Ao mudar seu equipamento, você automaticamente mudará de classe, o que também altera as habilidades que estão disponíveis. Assim, basta mudar de arma para alternar entre classes, e com apenas um personagem é possível jogar com todos os jobs.

Como posso jogar FFXIV junto com meus amigos?

Para jogar com outras pessoas, o primeiro passo é escolher o servidor em que você irá jogar. Isso acontece ainda na fase de criação de personagem, quando é preciso escolher um Data Center e um mundo após fazer o seu avatar.

Jogar com amigos deixa tudo mais divertido!

É possível jogar com um amigo mesmo que vocês não estejam no mesmo mundo, desde que vocês estejam no mesmo Data Center. Além disso, não há muitos critérios para escolher qual é o melhor, além de avaliar a proximidade à região onde você está. Para o Brasil, por exemplo, os Data Centers da América do Norte são preferíveis aos da Europa ou do Japão. Um novo servidor será adicionado com o lançamento de Endwalker, adicionando a Oceania aos locais que contam com um Data Center próprio.

Para começarem juntos, é importante observar também a cidade onde a classe que vocês escolheram começa. Archers, por exemplo, começam em Gridania, enquanto Rogue tem início em Limsa Lominsa e Pugilist começa em Ul’dah. Isso não irá impedi-los de jogar juntos depois, mas é preciso avançar até o nível 15 para dar início às quests em que vocês poderão ir para outros locais.

Após adicioná-los como amigos por meio da guia Social, é possível convidá-los para um grupo mesmo quando vocês estiverem em lugares diferentes. Assim, vocês podem procurar dungeons para fazer juntos enquanto realizam outras atividades no jogo. É importante notar que só quem comprou o jogo pode adicionar amigos. Desse modo, quem está jogando o Free Trial não pode adicionar amigos, mas pode ser adicionado por alguém que tenha o jogo.

O que os símbolos de quest significam?

Conforme você avança em FFXIV, vai perceber que existem muitos NPCs com diferentes símbolos acima de suas cabeças. Além de indicar que eles têm uma quest para você, os diferentes símbolos indicam o tipo de missão que eles vão te dar, facilitando saber o que faz parte da história principal, por exemplo.

Para os iniciantes, o mais importante é focar nas Main Scenario Quests, popularmente chamadas de MSQ. Elas têm o símbolo cinza e dourado semelhante a um meteoro, com uma exclamação no centro, como na imagem abaixo:

São essas quests que avançam a história principal, sendo também a maneira mais eficiente de subir de nível. Assim, elas têm prioridade para quem está começando. No canto superior esquerdo do jogo, existe um guia que mostra qual a atual ou próxima quest desse tipo, além de mostrar a próxima missão de classe abaixo, com uma exclamação vermelha.

Outro tipo importante de quest são as que adicionam novos elementos ou avançam sua história de classe. Elas têm o mesmo símbolo azul e dourado, que conta com um símbolo de mais e um ponto de exclamação. Você recebe uma nova quest de classe a cada cinco níveis, e elas são importantes para sua progressão, já que te dão novas habilidades e equipamentos.

As quests que liberam novos elementos não são essenciais, mas muitas vezes adicionam coisas úteis ao jogo. É por meio de missões desse tipo, por exemplo, que você libera uma montaria.

As quests com símbolo azul adicionam outras coisas ao jogo. Na imagem, a missão mostrada desbloquearia uma nova classe.

Outro símbolo notável é o que tem um ícone verde e dourado, com um brotinho de planta semelhante ao que aparece do lado dos nomes de novos jogadores. Esse símbolo indica as quests do Hall of Novices, que são missões de tutorial curtas. O objetivo delas é que você domine o que é preciso que sua classe faça, treinando por meio dessas missões.

As quests de Hall of Novices podem ser muito úteis para aprender mais sobre sua classe e papel no jogo.

As outras missões são quests secundárias, representadas por um ícone dourado com uma exclamação. Elas dão pouca experiência como recompensa, além de não serem necessárias para a história, podendo ser ignoradas.

As quests secundárias podem ser ignoradas.

O que são dungeons, raids e trials?

Dungeons, raids e trials são o principal elemento compartilhado com outros jogadores, já que requerem múltiplos participantes. Quem conhece MMOs pode reconhecer os termos, mas para os novatos, pode não ficar claro o que cada uma dessas coisas é, nem o que difere de uma para outra. Conforme o jogador avança na história, será preciso completar algumas missões envolvendo estes elementos, então é importante entender como eles funcionam.

As Dungeons são apresentadas por meio de missões da história. Elas funcionam como “fases” que existem separadamente do mapa principal, se passando em uma área específica onde o grupo de jogadores precisa derrotar inimigos ao longo do caminho, solucionar quebra-cabeças simples para prosseguir, e derrotar um adversário poderoso ao fim. Conforme o jogo avança, elas se tornam um pouco mais complicadas, adicionando mecânicas que os jogadores precisam aprender para sobreviver. Em geral, a party de uma dungeon é composta por quatro jogadores: um tank, um healer e dois DPS. Em algumas dungeons especiais, essa formação muda para dois tanks, dois healers e quatro DPS.

Já os chamados Trials são desafios complexos onde uma equipe precisa derrotar um único boss muito poderoso. Contra esses adversários, é preciso prestar atenção em ataques especiais e mecânicas. A formação das parties segue o mesmo padrão das dungeons, com algumas sendo feitas por uma light party, de cinco jogadores, e outras por uma full party, de oito pessoas.

As Raids são encontros que exigem a cooperação de muitos jogadores. No começo do jogo, você não precisa fazê-las, mas elas se tornam mais comuns conforme você avança na história. As Raids normais são mais difíceis, precisando de grupos de oito jogadores. As Alliance Raids são semelhantes às dungeons em escala maior, contando com vinte e quatro jogadores.

Depois de completar esses desafios cooperativos, é possível jogá-los novamente quando você quiser. A Replay Roulette é usada para isso, e pode ser encontrada no menu do Duty Finder.

É pelo Duty Finder que você busca por dungeons e pode utilizar o duty roulette.

Que Grand Company devo escolher? Como me junto a uma delas?

Avançando na história, você chegará a um momento onde terá que fazer uma grande escolha, decidindo a qual das três Grand Companies você se juntará. Não é preciso nada além de progredir no jogo para eventualmente se unir a uma delas. Isso também serve para que o jogador conheça um pouco mais de cada uma, já que todos os grupos são liderados por personagens que você conhece ao longo de sua jornada por Eorzea, tendo seus quartéis generais em uma das três principais cidades do jogo.

Em Ul’dah, você encontra o Immortal Flames, um grupo de soldados calejados por suas batalhas, que é liderado por Raubahn. Limsa Lominsa é onde se encontra a sede do Maelstrom, uma força naval poderosa liderada por Merlwyb. Por fim, Gridania é o lar da Order of the Twin Adder, um grupo de magos e arqueiros que tem Kan-E-Senna como líder.

A escolha aqui depende apenas de preferência, e não afeta a história significativamente. As diferenças entre elas são sua estética, filosofia e local, então nenhuma é objetivamente melhor que outra. Vale notar também que a estética pode ser um bom critério, já que as armas e equipamentos que você receber da Grand Company que escolher vão combinar com o tema de quem for escolhido. Você pode escolher o grupo da cidade onde começou ou qualquer uma das outras – o importante é o que parecer mais interessante para você.

Como consigo uma montaria em Final Fantasy XIV?

Você poderá conseguir uma montaria ao chegar no level 20. Após ter que escolher uma Grand Company, você receberá a quest “The Company You Keep”. Ao completá-la, você se junta oficialmente ao grupo que escolheu.

Depois disso, você precisa pegar a quest “My Little Chocobo”. A recompensa dessa missão é um item que permite que você invoque seu chocobo, a primeira montaria que você ganha no jogo. Na quest, é preciso que você obtenha um item chamado Chocobo Issuance, o comprando do Quartermaster da sua Grand Company pelo preço de 200 Company Seals.

O chocobo que você ganha usa as cores da sua Grand Company.

Essa moeda é obtida ao se fazer quests do grupo que você escolheu, e não é difícil nem demorado conseguir a quantia necessária aqui. Para isso, é possível completar FATEs, Hunting Logs, Grand Company Leves e missões de provisões.

Depois disso, é preciso que você entregue o item ao NPC indicado pela quest, que varia entre cada Grand Company. Assim, você recebe o Chocobo Whistle, podendo invocar sua nova montaria. Conforme você progredir em A Realm Reborn, sua montaria vai passar a correr mais depressa em determinadas áreas. Ao fim dessa parte do jogo, você poderá voar no ser chocobo.

Dicas para os iniciantes

Aetheryte

Sempre que chegar a uma nova área, interaja com os cristais do local, tanto os grandes quanto os pequenos. Principalmente no começo do jogo, onde é preciso andar de um local a outro, as viagens podem se tornar cansativas. Por meio dos cristais, é possível torná-las mais curtas, já que os cristais permitem que você se teleporte até eles, funcionando como pontos de fast travel.

Os cristais grandes estão presentes em diversas cidades e vilas. Depois de interagir com eles pela primeira vez, eles se tornam pontos para onde você pode se teleportar ao pagar uma taxa baseada na distância do local até onde você está. A habilidade Teleport, que permite que você faça isso, é adquirida automaticamente ao se sincronizar com o primeiro cristal Aetheryte.

Lembre-se sempre de sincronizar os cristais – grandes e pequenos!

Em cidades grandes, como aquelas em que a história começa, você pode viajar por meio do Aethernet, a rede formada com os cristais menores. Para poder usar estes pontos, também é preciso localizá-los e se sincronizar com eles uma vez. Esse tipo de viagem não requer nenhum tipo de pagamento.

A habilidade Return também pode ser útil para viagens, já que te leva de volta ao Aetheryte que você tiver escolhido como seu ponto de retorno. Ela também não requer nenhum pagamento, mas tem um tempo de recarga um pouco mais longo.

Comida

Se alimentar dentro do jogo também pode ser bastante útil. Além de ganhar comida como recompensa de quests, é possível comprar mais em diversos vendedores. Ao se alimentar, você ganha um buff, chamado Well Fed (Bem Alimentado, em português), que dura 30 minutos. Esse efeito faz com que você ganhe 3% a mais de experiência, o que pode ajudar quem quer subir de nível mais rápido.

Conheça suas habilidades

Pode ser difícil acompanhar e aprender tudo no início do jogo, mas ajuda muito ler o que cada habilidade faz. Isso é importante não só para saber o básico, como também para aprender sobre combos e habilidades que interagem entre si. Indo até Main Menu -> Character -> Actions & Traits, você pode rever suas skills, além de encontrar uma lista completa do que vai ganhar no futuro ao atingir determinado nível.

Para ler mais sobre as habilidades, basta passar o cursor sobre elas.

Nas dungeons

Sempre espere o tank do seu grupo atacar primeiro. Esses personagens são mais resistentes, e tem como função proteger o restante do grupo. Por causa disso, eles sempre devem tomar a frente ao atacar inimigos em dungeons. Atacar antes do tanque, além de poder ser considerado rude, pode complicar as coisas para sua party caso ele ainda não esteja pronto, além de possivelmente levar à sua própria morte.

Outro elemento importante das dungeons é o loot, ou seja, as recompensas. Como elas não são individuais, cada membro da party tem que escolher entre as opções need, greed e pass. A primeira opção, need, indica que você precisa do item, ou seja, que ele é útil para você por ser apropriado para a sua classe e de nível superior ao que você possui. Já greed indica que, embora você não precise do equipamento, você gostaria de recebê-lo mesmo assim. Pass, como o nome indica, é a opção por meio da qual você escolhe deixar o loot para os outros integrantes do grupo. Quem realmente precisa do item sempre tem preferência, e não é possível dizer que precisa sem que isso seja verdade.

Fique com:

Imagem de perfil
sobre o autor Melissa de Viveiros

Graduanda em Letras na UFMG. || What is infinite? The universe and the greed of men. || @windrunning_